LUSAIL, QATAR (FOLHAPRESS) - Neymar saiu lesionado da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo. O atacante torceu o tornozelo direito na vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia, em Lusail, deixou o gramando demonstrando dor intensa e virou preocupação para a sequência do time verde-amarelo no torneio do Qatar.

O problema ocorreu aos 22 minutos do segundo tempo, em contra-ataque no qual o camisa 10 recebeu combate de Milenkovic. Seu pé virou de maneira brusca, prensado entre o joelho do rival e o gramado, enquanto Vinicius Junior recebia e escorregava na tentativa de finalizar.

"O Neymar teve uma entorse. O lance, visto na TV, fica bem claro. Foi um trauma direto, em que o joelho do jogador da Sérvia fez um movimento ocasionando a entorse. Apresentou inchaço, iniciamos tratamento imediatamente. Agora, é aguardar 24, 48 horas, para ter uma ideia mais claro", afirmou Rodrigo Lasmar.

De acordo com o chefe médico da delegação brasileira, ainda não há exame de imagem marcado. O primeiro passo é a observação clínica. Lasmar preferiu não fazer esta afirmação, mas médicos ouvidos pela reportagem classificaram como altamente improvável a participação do camisa 10 na partida próxima segunda-feira (28), contra a Suíça.

"Ele vai jogar a Copa. Tenho certeza disso. Ele vai jogar a Copa", afirmou Tite.

"Quero fazer uma observação técnica e tática. Ele permaneceu, nos dois gols que fizemos, sentindo o tornozelo, porque a equipe precisava dele. Nos dois lances, e em um deles participou de forma decisiva, teve a capacidade de superação da dor", acrescentou o técnico.

O lance da lesão, na verdade, ocorreu entre o primeiro e o segundo gol. O atacante acabou sendo substituído por Antony, aos 34 minutos da etapa final. Com dor, cobriu a cabeça com sua camisa e teve a área lesionada coberta por uma bolsa de gelo. Ao apito final, já sem chuteira, partiu mancando em direção ao vestiário do estádio Lusail.

Neymar chegou ao Mundial em ótima forma, após um início de temporada em alto nível no Paris Saint-Germain, da França. Diferentemente do que ocorreu em 2018 ?há quatro anos, vinha de uma fissura no dedinho do pé direito e outros problemas?, desembarcou no palco do principal campeonato de futebol sem problemas físicos.

Logo na estreia, porém, a situação mudou.

"Falei com ele depois do jogo. Estava bem, fazendo gelo no pé. Espero que não seja nada grave e que no próximo treinamento possa estar com a gente", afirmou o lateral esquerdo Alex Sandro.

"É um atleta que sofre muitos golpes nos jogos", disse Antony. "A gente torce para que se recupere rapidamente. Toda energia positiva para ele. Sabemos da importância que tem para a nossa equipe, são sempre dois ou três em cima dele. Que volte logo e ajude a gente no segundo jogo."

Caso tenha que se virar sem Neymar, Tite terá de buscar alternativas. Uma delas é adiantar Lucas Paquetá para a função de meia e promover a entrada do volante Fred. Outra possibilidade é trocar o camisa 10 pelo armador Everton Ribeiro.

Por enquanto, a comissão técnica aguarda a recuperação de seu principal jogador. E observa também a situação de Danilo. O lateral direito foi outro a sofrer torção no tornozelo ?"mais leve", no esquerdo, segundo Lasmar? e será outro a ganhar atenção de médicos e fisioterapeutas.