DOHA, QATAR (UOL/FOLHAPRESS) - O capitão Thiago Silva respondeu o técnico da Sérvia, Dragan Stojkovic, após o questionamento sobre a ofensividade da seleção brasileira de Tite. O time canarinho venceu por 2 a 0, nesta quinta-feira (24), no estádio Lusail, pela estreia na Copa do Mundo Qatar 2022.

Na véspera da partida, o treinador sérvio elogiou o Brasil, mas questionou se Tite "teria alguém lá atrás" por causa da formação com quatro atacantes: Neymar, Raphinha, Vini Jr e Richarlison.

Na prática, o Brasil venceu por 2 a 0, criou chances para mais gols e o goleiro Alisson não fez nenhuma defesa importante.

"A gente fica sempre feliz quando vence, por 1 a 0, por 2 a 0. A nossa felicidade é que lá atrás a gente não sofra. Não gosto de falar muito, dar polêmica, mas o treinador deles falou 'vão jogar com quatro atacantes, tem alguém lá atrás?'. Isso é falta de respeito. A gente não pede que ninguém tenha medo da gente, mas um pouco de respeito... Se tivesse estudado nossa equipe, veria que tomamos poucos gols, independente se jogamos com três ou quatro lá na frente", disse Thiago Silva, antes de ser perguntado sobre Tite ter usado essa declaração como motivação.

"Hoje em dia, tudo chega. Telefone, mídias sociais, por mais que a gente não queira acompanhar. Você abre o Instagram e está lá, na primeira página. Não gosto de falar muito dos nossos adversários, porque a gente tem muito respeito por todos eles. Mas acho que ele não respeitou a gente, principalmente o setor defensivo. Acho que ele conhece quem é o Marquinhos, o Danilo, o Alex Sandro, o Thiago Silva...", afirmou.

"São coisas do futebol. Buscamos neutralizar as jogadas deles, não tiveram chance clara de gol. Espero que nas próximas vezes, ele possa estudar um pouco melhor nossa equipe e ter um pouco mais de respeito na declaração dele", concluiu.