SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O primeiro clássico paulista de 2023 teve poucas emoções e terminou zerado. Na tarde deste domingo (22), Palmeiras e São Paulo empataram em 0 a 0, no Allianz Parque, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Rony teve um gol bem anulado por impedimento no segundo tempo.

Os palmeirenses reclamaram de um pênalti não marcado na etapa final, após Piquerez ser derrubado por Arboleda na área. O VAR checou o lance, e a arbitragem de campo mandou seguir.

Jogadores do São Paulo fizeram muita cera ao longo da partida, apesar do 0 a 0 no placar.

O Choque-Rei foi o primeiro encontro entre rivais paulistas de 2023, além de ter sido a reedição das duas últimas finais do estadual, com um título para cada lado.

O primeiro tempo do clássico foi morno e ficou devendo tecnicamente. Foram poucas chances de gol e muitos erros de passe e de decisão.

O Palmeiras se arriscou à longa distância, com finalizações de fora da área de Raphael Veiga e Gabriel Menino, ambas bem defendidas por Rafael.

O São Paulo conseguiu neutralizar as ações ofensivas do Palmeiras e sofrer pouco defensivamente, mas foi praticamente nulo no ataque.

Lance inusitado: ainda no 1º tempo, com o placar zerado, Rafael levou cartão amarelo por fazer cera para recolocar a bola em jogo.

As equipes voltaram do intervalo com outra proposta. O jogo foi mais animado e teve um pouco mais de emoção na etapa final.

O São Paulo parou apenas de se defender, mas ficou mais exposto, abrindo espaço para o Palmeiras. Perdeu a solidez atrás, mas suportou um momento de pressão. Apareceu mais ao ataque, principalmente com David.

O Palmeiras teve um gol anulado de Rony logo nos primeiros minutos, depois reclamou de um pênalti não marcado após Arboleda derrubar Piquerez na área. O Verdão se lançou ao ataque e dominou as ações.

Próximos jogos e situação na tabela

O Palmeiras volta a campo na quarta (25), às 19h30, quando enfrenta o Ituano, fora de casa. Um dia depois, às 21h30, o São Paulo recebe a Portuguesa, no Morumbi.

O São Paulo termina a terceira rodada na liderança do Grupo B, com 5 pontos. O Verdão subiu para a primeira colocação do Grupo D, também com cinco pontos, mas pode ser ultrapassado se o São Bernardo pelo menos empatar com o Santos, hoje, em jogo que começa às 18h30.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Gabriel Menino (Atuesta), Zé Rafael e Raphael Veiga (Bruno Tabata); Dudu (López), Rony (Rafael Navarro) e Endrick (Breno Lopes). T.: Abel Ferreira

SÃO PAULO

Rafael; Rafinha (Orejuela), Ferraresi (Beraldo), Arboleda e Welington; Méndez (Luan), Rodrigo Nestor e Luciano; Welington Rato (Pedrinho), Calleri e David (Marcos Paulo). T.: Rogério Ceni

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Público: 40.196

Renda: R$ 2.301.182,60

Árbitra: Edina Alves Batista

Assistentes: Neuza Ines Back e Fabrini Bevilaqua Costa

VAR: José Claudio Rocha Filho

Cartões amarelos: Rafael (SPFC); Dudu e Breno Lopes (PAL)