A goleada que aprofundou uma crise

2 a 0 no primeiro tempo era pouco, Everton usou contra-ataque e fechou a conta

Warley Santos Warley Santos 9/09/2019

Eram os eliminados da Copa do Brasil, mas a melhor resposta nesse final de semana foi a do Grêmio, que derrotou o Cruzeiro por 4 a 1 ontem, pela 18ª rodada do Brasileirão. Os golaços saíram do pé de Diego Tardelli e Everton, que mostraram força, logo após a eliminação para o Athletico na semana passada.

Já a Raposa segue de cabeça baixa, depois da eliminação para o Inter e ainda com chance de entrar para a zona de rebaixamento na próxima rodada desse Campeonato Brasileiro.

O Grêmio abriu vantagem aproveitando os erros do Cruzeiro, e foi tanto erro que o técnico Rogério Ceni chegou ao ponto de trocar os atacantes David por Pedro Rocha. Com a troca, os Cruzeirenses até reagiram, melhoraram o sistema ofensivo e fizeram o gol de pênalti.

Mas no segundo tempo...

O Cruzeiro voltou mole. Mas era tanta moleza, que não parecia perder o jogo. E a vida do tricolor gaúcho parecia ficar difícil com a lesão do zagueiro Geromel aos 6 minutos do segundo tempo. Foi aí que Everton apareceu, ou melhor: O cebolinha. Marcou dois lindos gols, garantindo a goleada tricolor sobre o Cruzeiro. Os cruzeirenses estão loucos, com mais uma derrota do time nesse campeonato.

O time do Cruzeiro saiu atrás no placar e se perdeu no jogo. Pedro Rocha foi o responsável por movimentar o setor ofensivo. Foi em iniciativa do atacante que a jogada do pênalti aconteceu, mas a reação não foi suficiente no segundo tempo.

Show de Cebolinha

Com direito a nome e apelido, Everton Cebolinha driblou e driblou. Driblou com tanto estilo, que em dois lances marcou os dois gols, construindo com qualidade, a goleada tricolor sobre o Cruzeiro. Tudo saiu dos pés do atacante da nossa seleção.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.