• Assinantes
  • Esporte
    Segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012, atualizada às 12h

    UFJF volta aos treinamentos e situação de jogadores afastados segue indefinida

    Victor Machado
    *Colaboração
    Jogo de vôlei entre UFJF x Londrina

    O time de vôlei da UFJF retoma os treinamentos na tarde desta segunda-feira, 27 de fevereiro, para enfrentar o Campinas fora de casa na quarta-feira, 29, às 19h30. Ainda não foi definido se os jogadores afastados antes da vitória contra o Londrina, no sábado, por 3 sets a 1 viajam com o grupo.

    Segundo o técnico Maurício Bara, a comissão técnica irá se reunir ainda nesta segunda-feira para definir se o meia Jardel, o ponteiro Digão e os opostos Pedrinho e Léo serão reintegrados ao elenco, que viaja nesta noite. Após a partida de sábado, ele destacou que não teve problemas pessoais com os jogadores, mas achou necessário fazer com que o time reagisse. "Não podia ficar só nas palavras. Tinha que agir. Corri o risco de queimar um grupo de meninos, mas deu certo."

    Os jogadores viajam à noite e fazem um último treinamento já em Campinas nesta terça-feira. O adversário está na sétima colocação, com 28 pontos. Já a UFJF chegou aos 14 pontos, mas permanece na 11ª posição. A meta, de acordo com o treinador, é buscar a nona colocação. "Vale destacar que a nona colocação é muito digna para a gente."

    O jogo

    No sábado, o time encerrou um jejum de dez partidas sem vitória na Superliga vencendo o lanterna do campeonato, o Londrina. Mas, a equipe não teve vida fácil durante o jogo. Pressionada pela longa série de derrotas e pelo afastamento de quatro jogadores do elenco, a UFJF entrou em quadra nervosa e precisou reagir após estar perdendo por 1 a 0.

    No primeiro set, o Londrina apresentou um melhor jogo desde o início. O time de Juiz de Fora cometia muitos erros e chegou ao primeiro tempo técnico perdendo. Após a parada a equipe melhorou em quadra e chegou a empatar o jogo, mas, novamente, o Londrina mostrou saques e ataques fortes e fechou em 25 a 20.

    O segundo set começou com mais equilíbrio e teve uma atuação melhor da UFJF. No entanto, o jogo começou a ser marcado por pontos polêmicos e discussão em quadra. A equipe da casa chegou vencendo nos dois tempos técnicos e soube administrar a vantagem para vencer por 25 a 17.

    O terceiro set foi marcado por discussões entre os jogadores, comissões técnicas e arbitragem, e por dois cartões amarelos, um para cada equipe. O time da UFJF esteve, desde o início, à frente do placar e soube manter a calma diante das provocações do adversário. O time chegou ao segundo tempo técnico vencendo por três pontos de diferença e fechou o set em 25 a 19.

    O Londrina voltou melhor para o quarto set e deixou as reclamações de lado. Os dois times alternaram pontos até o 10º ponto, quando a UFJF começou a abrir vantagem no placar. A partir daí, os jogadores precisaram apenas administrar o resultado para fechar em 25 a 20 e garantir a vitória. "Tivemos menos erros nesta partida e o time reagiu melhor. Era uma vitória que estávamos precisando, diante da nossa torcida. Foi importante", analisou Bara.

    *Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.