• Assinantes
  • Esporte
    Segunda-feira, 25 de novembro de 2013, atualizada às 08h31

    Vôlei UFJF vence o Moda/Maringá e volta ao G8 da Superliga Masculina

    Vôlei UFJF vence o Moda/Maringá

    Em sua segunda vitória na Superliga 2013/2014, o Vôlei UFJF derrotou o Moda/Maringá na noite do último sábado, 23 de novembro, por 3 sets a 1 (parciais de 21x19, 10x21, 21x18 e 25x23). O resultado proporcionou à equipe juiz-forana a sétima posição no ranking da competição e a volta ao G8, mantendo-se com sete pontos.

    A equipe paranaense, do campeão olímpico Ricardinho, que é levantador e presidente, vinha de uma sequência de três vitórias na competição e permanece em quinto lugar, com 12 pontos.

    Do time da casa, o central Jardel foi eleito o melhor jogador da partida. A UFJF volta a entrar em quadra no próximo sábado, dia 30, contra o São Bernardo Vôlei em casa.

    O jogo

    A partida começou disputada, Jardel abriu o placar para a UFJF em boa jogada pela direita. Os paranaenses mostraram que também entraram bem no jogo, porém, empurrados pela torcida, os donos da casa venceram a primeira parada técnica por 7 a 6. O retorno foi marcado por erros de saque de ambos os lados (quatro no total). Ao final do segundo tempo técnico a UFJF vencia por 14 a 13. As duas equipes mantiveram o equilíbrio durante todo o set. Os juiz-foranos abriram dois pontos de frente (20x18) após o levantador do Moda/Maringá, Thiago Gelinski, tocar na rede e fecharam o primeiro set em 21 a 19 após erro de saque de Quiroga.

    O segundo set foi outra partida. A UFJF entrou mal, o Moda/Maringá abriu 6 a 1 no placar e o técnico Chiquita parou o jogo. Não adiantou. Os paranaenses venceram o primeiro tempo técnico por 7 a 1. Na volta a equipe de Juiz de Fora melhorou e diminuiu a vantagem para quatro pontos (7x11), mas os visitantes fizeram 14 a 7 e venceram também a segunda parada técnica. Com a UFJF mal no jogo, o Moda/Maringá abriu 11 pontos de frente, fechou o segundo set em 21 a 10 e empatou o jogo.

    No início do terceiro set a apatia da equipe continuou. Os visitantes abriram 4 a 1. Chiquita não quis esperar e pediu tempo. Deu certo. A UFJF voltou mais ligada, virou para 5 a 4 e, sempre apoiada pela torcida, venceu a primeira parada técnica (7x5). No retorno os donos da casa fizeram 11 a 10 e foi a vez do Douglas Chiarotti, técnico do Moda/Maringá, parar o jogo. Mas os juiz-foranos fizeram valer o fator casa e venceram também o segundo tempo técnico (14x12). Com a torcida jogando junto com o time, os juiz-foranos fecharam o terceiro set em 21 a 18 e passaram novamente na frente.

    No quarto set a UFJF entrou determinada a encerrar a partida. Ao final da primeira parada técnica os juiz-foranos venciam por 7 a 5. Na volta o Moda/Maringá virou (8x9) e Chiquita pediu tempo para orientar os seus jogadores. A equipe voltou melhor, mas os paranaenses venceram o segundo tempo técnico por 14 a 12. A partir daí o equilíbrio foi muito grande. O Moda/Maringá teve três oportunidades para fechar o set e empatar o jogo. A UFJF teve apenas duas e não deixou escapar. Venceu o quarto set por 25 a 23 e conquistou a sua segunda vitória na Superliga.

    Com informações da Secom UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.