• Assinantes
  • Esporte
    Segunda-feira, 27 de março de 2017, atualizada às 11h49

    Settra alega falta de segurança e veta realização da Corrida da Saúde da Suprema

    Da redação

    A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) não permitiu a realização da “Corrida da Saúde da Suprema/PJF”, prevista para a manhã do último domingo, 26 de março. Esta seria a primeira prova do 31º Ranking de Corridas de Rua de Juiz de Fora/PJF. Segundo a pasta, o motivo foi falta de segurança para os participantes.

    Em nota enviada à redação do Portal ACESSA.com na manhã desta segunda-feira, 27, a Settra "informa que, para garantir a segurança de corredores e motoristas, não autorizou a largada da Corrida da Saúde Suprema, que seria realizada na manhã do último domingo (26). A empresa organizadora, Vidativa Consultoria Esportiva, não seguiu todas as obrigações exigidas no projeto do evento, aprovadas em reunião anterior. Em vistoria no local, fiscais atestaram número insuficiente de sinalização na Avenida Deusdedit Salgado, quando o mínimo recomendado seriam 600 cones (um a cada 10 metros) e 22 tapumes, comprometendo assim a segurança de todos."

    Em vídeo publicado nas redes sociais, Lucas Leite falou em nome da VidAtiva. “A Settra não deixou a realização da prova alegando medida de segurança, falta de sinalização, sendo que é a mesma sinalização que a gente utiliza pelo sexto ano consecutivo. Se foi uma medida que eles alegam por segurança, tive que acatar e cancelar a prova, por conta de algumas festas no entorno e realmente estava gerando uma falta de segurança para os atletas. Nós, como Comissão Organizadora, resolvemos cancelar a prova para que não acontecesse nenhum tipo de problema ainda maior com os atletas inscritos. Ninguém mais ficou no prejuízo que a VidAtiva. Temos todo o carinho de sempre quando a gente organiza, estava tudo perfeito, mas, por uma medida de segurança, e por pensar num prejuízo posterior, talvez tenha sido a melhor opção ter cancelado essa prova.”

    Já um dos diretores da Suprema, Newton Ferreira, usou o microfone do evento para comunicar a posição da faculdade. “A partir deste ano, a Secretaria passou a participar ativamente. Caberia à Settra somente a organização do trajeto seguro. A corrida foi adiada e eles tiveram tempo para fazer isso. Hoje, na minha vinda e de vocês para cá, vocês notaram que não havia quase ninguém para demarcar com segurança o trajeto. Eu sou diretor da faculdade. O que a faculdade puder fazer, ela vai fazer e continuar lutando para que essas coisas não ocorram. Infelizmente, extrapolou. Saiu do nosso comando. Qualquer evento tem que ser seguro. A parte da VidAtiva foi bem feita. Banheiros químicos não têm mais. Cedemos nossos banheiros. A parte da Secretaria, não sei o motivo, não foi devidamente cumprida. Todos vocês têm o direito de solicitar a devolução. Nós vamos garantir essa devolução para vocês.”

    Com informações do portal Toque de Bola.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.