• Assinantes
  • Esporte

    Tupi perde para Fortaleza em Castelão lotado e complica briga pelo acesso

    Matheus Brum Matheus Brum 18/09/2017

    Mais de 40 mil pessoas estiveram presentes na Arena Castelão. Entre confiança e medo de mais um vexame, o torcedor tricolor não deixou de cantar um segundo.

    Fez o seu papel e viu o time, dentro de campo, fazer o dele. O Tupi foi valente, encarou de igual para igual na primeira etapa, onde teve a grande chance de marcar, após cabeçada de Edmário. Na volta para o segundo tempo, tudo mudou. O gol do Fortaleza aos dois minutos tirou a confiança da equipe, que sentiu o baque. Melhor para os mandantes, que conseguiram fazer o segundo de pênalti e deixaram o acesso à Série B bem mais próximo.

    O Galo Carijó atuou como normalmente joga fora de casa: defendendo. Ailton Ferraz montou as linhas de marcação e deixou o controle do jogo para o Fortaleza, esperando jogadas para a saída de contra-ataque. Com dificuldade de penetração, as finalizações do Leão eram de originadas de chute de fora da área, ou cruzamentos. Bruno Melo e Everton chutaram de longe e Adalberto cabeceou. Nos três casos, Paulo Henrique fez a defesa.

    O goleiro carijó chegou a ser vencido, aos 21 minutos. Lúcio Flávio recebeu passe em profundidade e tocou na saída do camisa 1. Entretanto, o centroavante estava em posição irregular e o gol foi devidamente anulado.

    Com o passar do tempo, a torcida começou a reclamar de duas situações: os erros de passe do tricolor e da falta de pulso do árbitro Marcelo Aparecido da Silva. Para completar a irritação, o Tupi quase abriu o placar aos 34. Bruno Santos bateu escanteio pela esquerda e Edmário, sozinho, subiu no “terceiro andar” e cabeceou firme. Marcelo Boeck fez excelente defesa, mandando para córner.

    Na volta do intervalo, o Fortaleza conseguiu tramar a primeira jogada, através da troca de passes. Aos três minutos, Hiago lançou Bruno Melo, que cruzou rasteiro da esquerda. Leandro Lima, sozinho, finalizou, sem chances de defesa para Paulo Henrique. 1 a 0 Leão.

    Com o tento, o Castelão explodiu e o Tupi sentiu. A equipe juiz-forana passou a errar lances considerados simples, quase colocando em risco o placar. Primeiro Marcel (que completou 100 jogos com a camisa alvinegra) recuou mal para Paulo Henrique. O goleiro deve que dar um carrinho para evitar que a bola entrasse no gol. Com isso, sobrou para Hiago, cara a cara, que chutou em cima do arqueiro.

    Na sequência, o camisa 1 recebeu novo recuo e tentou isolar a bola. O problema é que pegou errado e explodiu em Felipe. A pelota ia encobrindo o goleiro, que conseguiu se recuperar.

    Paulinho, aliás, foi o grande nome do segundo tempo, salvando outras finalizações dos cearenses. Hiago e Leandro Lima pararam no paredão carijó.

    Aos 25 minutos, no entanto, a situação piorou para os juiz-foranos. Lúcio Flávio recebeu na esquerda e cortou para o meio. Quando chutou, a bola bateu no braço esquerdo de Fernando, dentro da área. Pênalti! Na cobrança, Bruno Melo bateu no canto direito e aumentou o placar.

    Com o segundo gol, o Castelão foi à loucura. Alguns torcedores tricolores choravam de emoção. Não era para menos. São oito anos lutando para o acesso à Segunda Divisão do futebol brasileiro, tendo batido na trave, quatro vezes, todas diante do torcedor.

    Ailton tentou fazer algumas modificações para melhorar a equipe. Colocou Romarinho (três minutos antes do segundo gol), Ítalo e Hélder, nas vagas de Johnathan, Lucas e Andrey, respectivamente. Mas, a equipe nada produziu. Apenas um chute cruzado de Romarinho que desviou na zaga e foi para escanteio.

    Com o resultado, o Tupi precisa vencer por três ou mais gols de diferença para se classificar e conseguir o acesso. Uma repetição do 2 a 0, leva a disputa para os pênaltis. Caso vença por dois gols de diferença, mas o Fortaleza faça algum gol, a vaga é dos cearenses, pelo critério do gol qualificado. A partida está marcada para acontecer no próximo sábado (23), às 20h30, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

    Ficha Técnica – Fortaleza 2 x 0 Tupi

    Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)

    Data: 16 de setembro de 2017 (sábado)

    Gols: Leandro Lima (FEC), aos 3’ do 2º tempo; Bruno Melo (FEC), aos 25’ do 2º tempo

    Fortaleza: Marcelo Boeck, Felipe, Adalberto, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa, Pablo Leandro Lima (Vinícius Pacheco) e Everton (Ronny); Hiago e Lúcio Flávio (Paulo Sérgio). Técnico: Antônio Carlos Zago

    Tupi: Paulo Henrique, Lucas (Hélder), Fernando, Edmário e Bruno Santos; Marcel. Leandro Brasília, Diego Luís, Andrey (Ítalo) e Johnathan (Romarinho); Rafael Teixeira. Técnico: Ailton Ferraz

    Arbitragem: Marcelo Aparecido de Souza (SP), auxiliado por Anderson José Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

    Público e Renda: 40.102 (39.126 pagantes) | R$1.318.576,00

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.