• Assinantes
  • Esporte
    Sexta-feira, 22 de setembro de 2017, atualizada às 15h10

    Gedair Reis completa 400 corridas com ação solidária

    Jorge Júnior
    Editor

    Atleta, servidor aposentado da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), voluntário e guia de portadores de necessidades especiais, esse é Gedair Reis, que neste domingo, 24 de setembro, na Corrida do Rodoviário Camilo dos Santos, completa 400 corridas em seu currículo, com ato solidário, em prol de instituições de caridade da cidade.

    Tudo começou em 1999, lembra Gedair. “Um médico me convenceu a praticar atividade física. Depois que passei mal no trabalho. No tratamento foi constatado que eu não estava bem de saúde e fazendo muito uso de medicamentos, então resolvi caminhar”.

    Segundo o atleta, foram dois anos de longas caminhadas pelas ruas de Juiz de Fora, até que um dia ele começou a trotar (correr levemente) e, em 2002, já estava correndo. “Nesse período eu trabalhava na UFJF e um amigo era coordenador da equipe de funcionários da instituição e me convidou para entrar no time. No início, resisti, mas 2004 aceitei o desafio e completei 4,5km, na Corrida Saúde - Planatlhon  e quando cheguei no final, disse a ele: 'nunca mais me convide, não gostei''', recorda.

    Porém, Gedair não imaginava que aquela má impressão era apenas o início de uma duradoura história de amor. “Na verdade, eu fiz aquela prova de forma errada; acelerei demais e no trajeto fui perdendo o fôlego. Mas, 15 dias após, lá estava eu, desta vez, em uma corrida de 6,5km. Daquele momento em diante virei maratonista”, conta o guia de corrida, que carrega o título de 23º lugar no Ranking Brasileiro de Maratonista, da Revista Contra Relógio, entre outros.

    E, se o propósito era qualidade de vida, hoje ele destaca, com orgulho, que não faz uso de remédio. “Minha farmácia é a feira livre. De um sedentário que buscou na caminhada a qualidade de vida, nasceu um atleta esforçado e nada mais”.

    Questionado sobre a representação do esporte em sua vida, ele não tem dúvidas: “é um momento só meu (embora eu seja guia de pessoas especiais). Correndo aprendi a 'ouvir' meu corpo, minhas passadas e o coração. Também é um momento de socialização e confraternização, de conquistar novos amigos e solidificar antigas amizades”.

    Atualmente, Gedair treina quatro vezes por semana, com trajetos curtos e longos. “Como prefiro as corridas mais longas (de 21 e 42 km), não deixo de realizar um longão a cada 15 dias”. Entre as provas mais representativas, ele lista uma de 21 km, em Belo Horizonte, que fechou em 1h28, quando conquistou a categoria elite B, a Maratona de Curitiba e, claro, a primeira, realizada no Bairro São Benedito. “Queria ser ultramaratonista (90km), mas uma contusão me levou a adiar o sonho. Ainda sim, pretendo continuar feliz correndo 42km por muitas cidades do Brasil, principalmente as históricas e as do interior”, completa.

    Campanha

    As instituições ainda estão sendo definidas, mas até o momento, cerca de 150 litros já foram entregues para a Associação dos Cegos e Instituto Vitória. Os interessados em colaborar com a campanha podem doar um litro de leite nos pontos abaixo, até a próxima quarta-feira, 27.

    Loja Tecnobit, no Santo Cruz Shopping

    Lanchonete Sucos do Norte, na Avenida Rio Branco, quase esquina com a Santa Rita

    Ou, no dia da Corrida Rodoviário Camilo dos Santos, neste domingo, 24, na tenda da Integrar JF Paralímpico ACJF.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.