• Assinantes
  • Esporte
    Quinta-feira, 14 de junho de 2018, atualizada às 16h18

    Moradores fazem mutirão para pintar ruas para a Copa do Mundo no Dom Bosco

    Angeliza Lopes
    Repórter

    Os detalhes em verde e amarelos estamparam ruas do bairro Dom Bosco, na área conhecida como 'Chapadão', em Juiz de Fora. Mesmo com desmobilização causada pelas incertezas políticas e econômicas no país, alguns juiz-foranos organizaram mutirão para unir a comunidade com o intuito de colorir as vias com as tradicionais pinturas da Copa do Mundo, que desta vez acontece na Rússia, e teve abertura nesta quinta-feira, 14 de junho, em Moscou. A ação aconteceu na última semana de maio, organizada pelo grupo DOM, formado por moradores que buscam fomentar a inclusão social através da cultura, em parceria com o Projeto Vivart.

    Os representantes do Grupo DOM, Gleison Martins da Silva (assistente social), Samuel Fernandes de Lima (fotógrafo), Edmar Cassimiro (professor de Educação Física) e Lason Francisquine Pereira (artesão) contam que uma campanha de arrecadação foi criada, envolvendo toda a comunidade. “Tivemos doações de bandeiras, materiais para a pintura e outros tipos de arrecadação pelos bares, mercearia, associação do bairro e moradores, enquanto outros colocaram a mão na massa”, todo esforço durou uma semana, com mutirão de pintura das ruas Manoel Lopes Silva, Silvério da Silveira, João Beghelli e local conhecido como 'Chapadão', no último dia 2.

    Cerca de 80 moradores estiveram envolvidos no evento. Com pincéis e rolos nas mãos, crianças ajudaram na ação, que se tornou uma grande brincadeira em prol de um bem comum a todos. Os desenhos foram escolhidos na hora e aplicados pelos pintores do bairro, em conjunto com integrantes do Projeto Vivart.

    Os moradores se tornaram protagonistas da ação social, que teve como objetivo o empoderamento social, comenta o fundador do Vivart, Guilherme Oliveira. “O trabalho, que foi um resgate da tradição já existente no bairro durante a Copa do Mundo, trouxe um senso de cooperação, integração, trabalho em equipe. Tudo foi feito por eles, só apoiamos!”. Além da pintura, em parceria com o Tupi Futebol Clube, a empresa social levou 22 crianças da comunidade para o campo no dia 9, quando elas entraram junto com os jogadores, antes da partida, com faixas 'Juntos Somos Mais Fortes', 'O esporte salva vidas, apoie essa causa'.

    Já no dia de estreia do Brasil na competição mundial, no domingo, 17 de junho, os moradores vão assistir o jogo juntos em um telão que será montado em uma das ruas do Chapadão do bairro. Na data, o jogador da seleção brasileira Danilo Luiz vai transmitir uma mensagem de festa sem violência para a comunidade.

    Parceria que deu certo

    Segundo integrantes do grupo DOM, os trabalhos realizados em parceria com o Vivart trouxe sentimento de mobilização muito importante para a comunidade. “Precisamos de projetos como este, que vão mobilizar todos. A ação alimentou demais a comunidade. A esperança tomou conta dos corações e o sentimento é de dias melhores”, afirma.

    Guilherme explica que a ação teve como objetivo aproximar a empresa social dos moradores para criação de vínculos entre eles. “Somos um escritório de projetos de impacto social em áreas de pobreza para melhorar os Índices de Desenvolvimento Humano (IDH). Temos como foco, os índices de geração de renda, saúde e educação, e para fazermos isso dentro de uma comunidade, igual Dom Bosco, precisamos executar etapas estratégicas. A primeira foi a criação de vínculo, para que seja possível maior adesão nos projetos de longo prazo”, detalha.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.