O Esporte Clube Villa Real empatou em 1 a 1 na estreia da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro neste domingo (7) no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, para 677 pagantes. 

A equipe fundada pelo ex-jogador Allan Taxista e comandada pelo técnico Rafael Novaes, fez a primeira partida oficial do clube desde sua fundação, em 2021.
O gol do time da casa foi marcado por Ramon Caraci, aos 27 minutos do primeiro tempo. Ramon colocou a bola para o fundo da rede e anotou o primeiro gol da história do clube “Fico muito feliz. O resultado não foi o que a gente esperava, mas vamos seguir trabalhando forte e dando o nosso melhor” relatou Ramon ao fim da partida.

O JOGO
O Villa Real começou o jogo partindo para cima do adversário, trocando passes e buscando o espaço para furar a defesa. Aos 10 minutos do primeiro tempo em um erro de passe e comunicação do Villa Real a bola sobrou para Tonhão, que viu o goleiro adiantado e colocou a pelota no fundo da rede depois de um bate e rebate com o zagueiro Emerson.
A equipe juiz-forana não se abateu com o gol e continuou partindo pra cima. Aos 27 minutos do primeiro tempo, após uma troca de passes entre Adson e Gui a defesa do Figueirense não conseguiu tirar a bola que sobrou para Ramon finalizar para o fundo da rede empatando a partida.
O Villa Real continuou partindo para o ataque após o empate, acionando bem os laterais. Eldinho pela esquerda e Adson pela direita infernizaram a defesa do Figueirense.
No segundo tempo, o gás da equipe juiz-forana parecia que tinha acabado e pouco vimos do time que partiu para cima na primeira etapa. O Villa Real não levou perigo para o gol adversário e acabou tendo um jogador expulso no segundo tempo. David tentava furar a defesa com jogadas rápidas tanto pela direita quanto pela esquerda, mas sem sucesso. O time visitante cresceu e quase virou a partida em duas oportunidades que passaram perto do gol do time da casa.

FALA PROFESSOR
Ao fim da partida Rafael Novaes analisou “Não foi o resultado que a gente esperava, trabalhamos para tentar a vitória ainda mais em casa, mas esbarramos no nervosismo. Erramos demais, na primeira etapa ainda conseguimos construir as principais jogadas, sempre buscando o gol adversário e tomamos um gol por um erro nosso. As principais chances deles foram em erros nossos, quem propõe o jogo está sujeito a isso. Na segunda etapa os jogadores sentiram demais e erramos muito. Poderia ter sido pior, pois foi um segundo tempo muito ruim nosso tecnicamente e taticamente e sabemos disso. Agora é trabalhar pensando no segundo jogo”

VILLA REAL
Ésio, Emerson, Luan, Adson, Eldinho, Matheus Azeitona, Gui (David), Maicon Mogango, Dane (Rhuan), Ramon (Carrasco), Wellitim (Matheus Morall)

FIGUEIRENSE
Alexandre, Caio, Axel, Luiz, Pedro Augusto, Victor, Wesley, Tibe, Tonhão, Luan, Sidnei

Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Gols: Tonhão (FIG) aos 10’/1ºT; Ramon (VIL) aos 27’/1ºT

Foto: Isabella Oliveira/ E.C. Villa Real

Colaboração da Treinee Isabella Oliveira do 8° Período de Jornalismo do Centro Universitário Estácio Juiz de Fora


-

O Esporte Clube Villa Real empatou em 1 a 1 na estreia da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro neste domingo (7) no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, para 677 pagantes. 

A equipe fundada pelo ex-jogador Allan Taxista e comandada pelo técnico Rafael Novaes, fez a primeira partida oficial do clube desde sua fundação, em 2021.
O gol do time da casa foi marcado por Ramon Caraci, aos 27 minutos do primeiro tempo. Ramon colocou a bola para o fundo da rede e anotou o primeiro gol da história do clube “Fico muito feliz. O resultado não foi o que a gente esperava, mas vamos seguir trabalhando forte e dando o nosso melhor” relatou Ramon ao fim da partida.

O JOGO
O Villa Real começou o jogo partindo para cima do adversário, trocando passes e buscando o espaço para furar a defesa. Aos 10 minutos do primeiro tempo em um erro de passe e comunicação do Villa Real a bola sobrou para Tonhão, que viu o goleiro adiantado e colocou a pelota no fundo da rede depois de um bate e rebate com o zagueiro Emerson.
A equipe juiz-forana não se abateu com o gol e continuou partindo pra cima. Aos 27 minutos do primeiro tempo, após uma troca de passes entre Adson e Gui a defesa do Figueirense não conseguiu tirar a bola que sobrou para Ramon finalizar para o fundo da rede empatando a partida.
O Villa Real continuou partindo para o ataque após o empate, acionando bem os laterais. Eldinho pela esquerda e Adson pela direita infernizaram a defesa do Figueirense.
No segundo tempo, o gás da equipe juiz-forana parecia que tinha acabado e pouco vimos do time que partiu para cima na primeira etapa. O Villa Real não levou perigo para o gol adversário e acabou tendo um jogador expulso no segundo tempo. David tentava furar a defesa com jogadas rápidas tanto pela direita quanto pela esquerda, mas sem sucesso. O time visitante cresceu e quase virou a partida em duas oportunidades que passaram perto do gol do time da casa.

FALA PROFESSOR
Ao fim da partida Rafael Novaes analisou “Não foi o resultado que a gente esperava, trabalhamos para tentar a vitória ainda mais em casa, mas esbarramos no nervosismo. Erramos demais, na primeira etapa ainda conseguimos construir as principais jogadas, sempre buscando o gol adversário e tomamos um gol por um erro nosso. As principais chances deles foram em erros nossos, quem propõe o jogo está sujeito a isso. Na segunda etapa os jogadores sentiram demais e erramos muito. Poderia ter sido pior, pois foi um segundo tempo muito ruim nosso tecnicamente e taticamente e sabemos disso. Agora é trabalhar pensando no segundo jogo”

VILLA REAL
Ésio, Emerson, Luan, Adson, Eldinho, Matheus Azeitona, Gui (David), Maicon Mogango, Dane (Rhuan), Ramon (Carrasco), Wellitim (Matheus Morall)

FIGUEIRENSE
Alexandre, Caio, Axel, Luiz, Pedro Augusto, Victor, Wesley, Tibe, Tonhão, Luan, Sidnei

Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Gols: Tonhão (FIG) aos 10’/1ºT; Ramon (VIL) aos 27’/1ºT

Foto: Isabella Oliveira/ E.C. Villa Real

Colaboração da Treinee Isabella Oliveira do 8° Período de Jornalismo do Centro Universitário Estácio Juiz de Fora



O Esporte Clube Villa Real empatou em 1 a 1 na estreia da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro neste domingo (7) no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, para 677 pagantes. 

A equipe fundada pelo ex-jogador Allan Taxista e comandada pelo técnico Rafael Novaes, fez a primeira partida oficial do clube desde sua fundação, em 2021.
O gol do time da casa foi marcado por Ramon Caraci, aos 27 minutos do primeiro tempo. Ramon colocou a bola para o fundo da rede e anotou o primeiro gol da história do clube “Fico muito feliz. O resultado não foi o que a gente esperava, mas vamos seguir trabalhando forte e dando o nosso melhor” relatou Ramon ao fim da partida.

O JOGO
O Villa Real começou o jogo partindo para cima do adversário, trocando passes e buscando o espaço para furar a defesa. Aos 10 minutos do primeiro tempo em um erro de passe e comunicação do Villa Real a bola sobrou para Tonhão, que viu o goleiro adiantado e colocou a pelota no fundo da rede depois de um bate e rebate com o zagueiro Emerson.
A equipe juiz-forana não se abateu com o gol e continuou partindo pra cima. Aos 27 minutos do primeiro tempo, após uma troca de passes entre Adson e Gui a defesa do Figueirense não conseguiu tirar a bola que sobrou para Ramon finalizar para o fundo da rede empatando a partida.
O Villa Real continuou partindo para o ataque após o empate, acionando bem os laterais. Eldinho pela esquerda e Adson pela direita infernizaram a defesa do Figueirense.
No segundo tempo, o gás da equipe juiz-forana parecia que tinha acabado e pouco vimos do time que partiu para cima na primeira etapa. O Villa Real não levou perigo para o gol adversário e acabou tendo um jogador expulso no segundo tempo. David tentava furar a defesa com jogadas rápidas tanto pela direita quanto pela esquerda, mas sem sucesso. O time visitante cresceu e quase virou a partida em duas oportunidades que passaram perto do gol do time da casa.

FALA PROFESSOR
Ao fim da partida Rafael Novaes analisou “Não foi o resultado que a gente esperava, trabalhamos para tentar a vitória ainda mais em casa, mas esbarramos no nervosismo. Erramos demais, na primeira etapa ainda conseguimos construir as principais jogadas, sempre buscando o gol adversário e tomamos um gol por um erro nosso. As principais chances deles foram em erros nossos, quem propõe o jogo está sujeito a isso. Na segunda etapa os jogadores sentiram demais e erramos muito. Poderia ter sido pior, pois foi um segundo tempo muito ruim nosso tecnicamente e taticamente e sabemos disso. Agora é trabalhar pensando no segundo jogo”

VILLA REAL
Ésio, Emerson, Luan, Adson, Eldinho, Matheus Azeitona, Gui (David), Maicon Mogango, Dane (Rhuan), Ramon (Carrasco), Wellitim (Matheus Morall)

FIGUEIRENSE
Alexandre, Caio, Axel, Luiz, Pedro Augusto, Victor, Wesley, Tibe, Tonhão, Luan, Sidnei

Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Gols: Tonhão (FIG) aos 10’/1ºT; Ramon (VIL) aos 27’/1ºT

Foto: Isabella Oliveira/ E.C. Villa Real

Colaboração da Treinee Isabella Oliveira do 8° Período de Jornalismo do Centro Universitário Estácio Juiz de Fora