Juiz de Fora - MG

Na despedida de Fabinho, Tupi empata com o Uberlândia em 1 a 1

Nome do Colunista Matheus Brum 10/04/2017

Os indícios estavam por toda a parte. Campanha ruim no Campeonato Mineiro, fim da parceria do amigo Francis Melo com o Tupi e o silêncio quando era perguntado sobre o assunto. A partida contra o Uberlândia marcou o fim da “Era Fabinho”, na gestão do futebol Carijó. O dirigente ainda vai continuar na cidade para acertar os detalhes dos contatos que estava realizando. A expectativa fica por conta de quem vai ser contratado para o lugar do ex-volante.

Dentro de campo, uma mera formalidade para o alvinegro. Sem chances de classificação para as semifinais, a esperança era conseguir uma vaga na Copa do Brasil de 2018. Mas, era necessária uma combinação de resultados, que não veio.

O primeiro tempo foi apático. De chances claras, apenas uma, e veio do lado mandante. Aos 21 minutos, Cesinha recebeu passe de Schumacher, cortou para o meio e chutou. A bola explodiu na trave de Paulo Henrique.

Minutos depois, Flávio Caça-Rato, artilheiro do Tupi no Mineiro sofreu uma pancada e foi substituído por Rafael Teixeira. O confronto contra o Uberlândia também marcou a saída do “CR7” carijó. O atacante anunciou que tem propostas no exterior e não continua no Galo para o Campeonato Brasileiro da Série C.

A partida no segundo tempo seguiu no mesmo ritmo da primeira etapa. A melhor chance da partida veio da equipe do Triângulo Mineiro, aos 20 minutos. Caio Dantas chutou, a bola desviou na zaga, bateu na trave e saiu em escanteio. Na cobrança, Diogo Peixoto cruzou da direita. Dantas desviou no primeiro pau e Marco Goiano (um dos responsáveis pelo acesso do Tupi à Série B em 2015) marcou contra seu ex-clube.

A resposta alvinegra veio minutos depois. Aos 33, Bruno Santos foi até a linha de fundo, pelo lado esquerdo e cruzou. A zaga adversária não cortou e Ruan Teles, no segundo pau, empatou a partida.

Quando parecia que o jogo ia esquentar, as duas equipes se acomodaram com o resultado e nenhuma outra chance de gol foi criada.

O Tupi termina o Estadual em 8º, com 13 pontos em 11 jogos. Foram 3 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. Agora, uma pausa para reformulação do elenco. O time, que provavelmente continuará sendo comandando por Ailton Ferraz, só volta a campo no final de semana do dia 13 de maio, quando enfrenta o Tombense, fora de casa.

Ficha Técnica – Uberlândia 1 vs 1 Tupi

Gols: Marco Goiano (UEC), aos 20’ do 2º tempo; Ruan Teles (TUP), aos 32’ do 2º tempo;

Uberlândia: Thiago Braga; Cesinha, Mauro Viana (Robinho) e Vandinho; João Paulo, Rogério (Marcos Nunes), Berger (Marco Goiano) e Diogo Peixoto; Caio Dantas e Schumacher. Técnico: Catanoce

Tupi: Paulo Henrique; Johnathan, Elivélton, Fernando e Bruno Santos; Marcel e Emerson (Bonilha); Ruan Telles, Jajá (Odilávio) e Caça-Rato (Rafael Teixeira); Matheus Pato. Técnico: Aílton Ferraz 

Arbitragem: Enivaldo Lopes da Silva auxiliado por Felipe Ramos Santana e Marcyano da Silva Vicente

Público e Renda: 3.900 / R$50.000,00

foto

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.