Tupynambás perde a terceira seguida no Mineiro

Matheus Brum Matheus Brum 17/04/2017

Quando a fase não está boa, nada dá certo. O Baeta está provando que este dito popular é realmente verídico. No confronto contra o Nacional, que também não estava bem das pernas, o alvirrubro tentou, mas não conseguiu evitar outra derrota. João Willian, que foi campeão da Segundona Mineira com o “Leão do Poço Rico” ano passado, abriu o placar para o Nacional de Muriaé. Iran marcou o segundo, e Ademilson, marcando o primeiro nesta volta ao futebol profissional, descontou. 2 a 1 que deixa as chances do acesso cada vez mais difíceis.

O primeiro tempo foi de muito estudo. Como as duas equipes precisavam da vitória, jogaram de forma mais conservadora na primeira parte do confronto. Mesmo com jogadores de velocidades pelas pontas, como Ygor e Igor Soares, o Baeta não conseguia penetrar na defesa do NAC. Pelo lado visitante, Gérson Evaristo, ex-tecnico do Tupynambás, apostava nas jogadas áreas, que foram facilmente afastadas pela zaga alvirrubra.

Se os primeiros 45 minutos foram lentos, sem emoção, o segundo tempo foi completamente oposto. Precisando da vitória em casa para manter vivo o sonho do acesso, Lúdyo Santos mandou a equipe para cima.

Aos 11 e 15 minutos, Igor Balotelli e Marcelo Brandão, respectivamente, perderam boas chances de abrir o placar. A resposta da equipe de Muriaé foi imediata. Três minutos depois, Igor Rayan defendeu chute de Alexandre. No lance seguinte, o goleiro saiu nos pés do atacante e conseguiu evitar o primeiro gol.

Com o passar do tempo, o “Leão” se lançava cada vez mais ao ataque, abrindo brechas na defesa. Em um destes espaços, o NAC tirou o zero do placar. Igor Rayan defendeu chute de Aurélio. No rebote, João Willian pegou do bico direito da grande área e finalizou no canto esquerdo do arqueiro alvirrubro.

Dez minutos depois, o gol que decretou mais uma derrota dentro de casa. João Willian, o nome do jogo, lançou Iran. O camisa 14 recebeu e tocou por cobertura. Golaço.

No último minuto de partida, Assis carregou pela esquerda, entrou na grande área e foi derrubado por Marcão. Na cobrança, Ademilson diminuiu para o alvirrubro. Mas, já não dava tempo para mais nada e o time saiu com mais uma derrota em casa, a terceira no Módulo II do Campeonato Mineiro.

A próxima partida do Tupynambás também é dentro de casa, nesta quarta-feira, às 20h, contra o Boa Esporte.

Ficha Técnica – Tupynambás 1 vs 2 Nacional de Muriaé

Gols: João Willian (NAC), aos 29’ do 2º tempo; Iran (NAC), aos 40’ do 2º tempo; Ademilson (TUP), aos 49’ do 2º tempo;

Tupynambás: Igor Rayan; Pedro, Washington, Arlan e Tony; Marcus Pinguim (Gustavo), Luisão (Igor Balotelli), Marcelo Brandão e Ygor; Igor Soares (Assis) e Ademilson. Técnico: Lúdyo Santos

Nacional: Paulo Vitor; Felipe, Marcão, Miller e Wanderson; Elder, Lucas Hulk, Aurélio e João Willian (Iury), Thiago Marin (Iran) e Marcelo Régis (Alexandre).  Técnico: Gérson Evaristo

Arbitragem: Ronei Cândido Alves, auxiliado por Marcelo Francisco dos Reis e Marcyano da Silva Vicente

Público e Renda: 450 (129 pagantes) / R$1.820,00

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.