Em casa, Tupi vence a primeira na Série C

Matheus Brum Matheus Brum 5/06/2017

Dedicação, força de vontade e sangue nos olhos. Se não é melhor na técnica, é preciso vencer na raça. Estes foram os lemas do Tupi na partida contra o líder do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C, São Bento. Apostando em um novo esquema tático, Ailton Ferraz conseguiu fazer seus comandados conquistarem a primeira vitória na competição. Bruno Santos, de cabeça, marcou o gol decisivo. Com o resultado, o Carijó foi a cinco pontos, subindo para a sétima colocação.

Para o confronto contra os paulistas, Ailton Ferraz tinha um “trunfo” na manga, um novo esquema tático. Saíram de campo os tradicionais 4-4-2 e 4-2-3-1, e entrou em cena o 3-5-2. Apostando numa defesa mais forte e o meio de campo mais compacto, o São Bento rodava a bola, mas sem levar perigo a meta de Paulo Henrique. Tanto que, a primeira oportunidade de perigo veio do alvinegro. Bruno Santos recebeu na entrada da área e chutou. A bola passou rente a trave de Rodrigo.

Mesmo tendo chegado de forma perigosa logo nos minutos iniciais, o Tupi também não conseguia organizar as jogadas. Com isso, a partida foi ficando fria, com os dois times trocando passes, sem objetividade. A única quebra neste panorama aconteceu aos 36, quando Diego Luís cobrou falta na intermediária, e o arqueiro do time paulista foi no ângulo evitar o primeiro gol da partida.

Na volta do intervalo, o técnico do São Bento, Paulo Roberto, resolveu mexer na equipe, colocando Branquinho no lugar de Judson. Apesar da mexida, o panorama era o mesmo do visto na primeira etapa.
Aos 10 minutos, Lucas recebeu na ponta esquerda e cruzou. Bruno Santos acreditou na jogada e subiu mais alto que a zaga, testando com força. A bola foi no ângulo direito de Rodrigo, que nada pode fazer. 1 a 0 Galo.

Depois do gol, o Tupi recuou e o São Bento passou a jogar no campo ofensivo. A partida se tornou um verdadeiro ataque contra defesa. Paulo Henrique defendeu boas finalizações do atacante Anderson Cavalo. Mas, também contou com a ajuda da zaga. Edmário e Fernando cortaram boas jogadas dos visitantes.

Aos 49, o último suspiro dos visitantes. Branquinho recebeu dentro da área, pela direita e bateu forte. Paulo Henrique espalmou para cima, perto da marca do pênalti. Quando foi tentar pegar a bola, acabou trombando com Anderson Cavalo. O atacante paulista levou a melhor e mandou pro fundo da rede. O árbitro viu falta na jogada e anulou o gol, para felicidade e alívio dos pouco mais de 400 torcedores presentes no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

Como resultado, o Tupi foi a cinco pontos, subindo para a sétima posição. Na próxima rodada, o alvinegro viaja até o estado do Rio de Janeiro, para enfrentar o Macaé, sábado, dia 10, às 16 horas, no Estádio Cláudio Moacyr, o Moacyrzão.

Ficha Técnica -  Tupi 1 vs 0 São Bento

Gol: Bruno Santos (TUP), aos 10’ do 2º tempo

Tupi: Paulo Henrique, Patrick (Marcão), Fernando e Edmário; Lucas, Ronaldo Kalu, Marcel, Diego Luís (Marcinho) e Bruno Santos; Andrey e Rafael Teixeira (Flávio Carvalho). Técnico: Aílton Ferraz

São Bento: Rodrigo, Muriel, Rafael Tavares, João Paulo e Marcelo Cordeiro (Mateus Muller); Fábio Bahia (Cassinho), Everaldo, Felipe Manoel e Maicon Souza; Judson (Branquinho) e Anderson Cavalo.

Técnico: Paulo Roberto Santos

Arbitragem: Ítalo Medeiros de Azevedo (RN), auxiliado por Lorival Cândido das Flores (RN) e Francisco Jaílson Fernandes (RN)

Público e Renda: 459 (215 pagantes) / R$4.050.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.