Juiz de Fora - MG

Tupi chega ao sexto jogo sem derrota, ao bater JEC em Juiz de Fora

Matheus Brum Matheus Brum 31/07/2017

Faça chuva, faça sol, o Tupi vem conseguindo fazer uma grande campanha no Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro. São seis jogos sem derrota (três vitórias e três empates), e a vice-liderança do grupo, após bater o Joinville por 3 a 1, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

A expectativa era que mais de 1.500 torcedores comparecessem ao estádio. Mas, São Pedro resolveu não colaborar, trazendo para Juiz de Fora um sábado de céu nublado, frio e chuva. Assim, apenas 950 torcedores foram assistir o Galo Carijó.

No começo da partida, o alvinegro foi pra cima. Leandro Brasília e Romarinho tiveram boas oportunidades de abrir o placar. Mas, o primeiro parou no goleiro Matheus, e o segundo cabeceou para fora.

Após as duas chances, o jogo ficou frio, assim como o clima, já que a chuva tinha apertado. As duas equipes trocavam passes, mas pecavam na hora de concluir as jogadas. O cenário mudou, aos 36 minutos. Andrey sofreu falta na ponta direita. Na cobrança, Diego Luís jogou na área. A bola desviou de leve na cabeça de Edmário e foi para o gol. Na súmula, porém, o árbitro validou o tento para Diego Luís.
Três minutos depois, Andrey aproveitou a falha da dupla de zaga do JEC, Chales e Max, ganhou na velocidade, saiu cara a cara com Matheus, e tocou com calma, no canto direito do goleiro. 2 a 0.

Coincidentemente, após os gols, o tempo melhorou no Municipal. As nuvens carregadas de chuva deram espaço para um tímido céu azul. Na volta para a segunda etapa, Romarinho sentiu desconforto na lombar, e foi substituído por Ítalo.

E foi justamente o atacante que aumentou o placar. Em rápido contra-ataque, Andrey tocou para Diego Luís, que rolou para Marcinho. O camisa 9 cruzou rasteiro, no segundo pau, para Ítalo ter apenas o trabalho de jogar pro fundo do barbante.

Após o terceiro gol, o time de Santa Terezinha recuou. Apostando nos rápidos contragolpes, a equipe deu espaço para o Joinville jogar no campo ofensivo. Não demorou muito para que o adversário chegasse com perigo. Ricardo Lobo e Grampola perderam boas oportunidades. Entretanto, aos 22, Eliomar tabelou com Bruno Rodrigues, e tocou na saída de Paulo Henrique. 3 a 1.

Após o gol, o clima voltou a mudar. Vento frio e chuva cercaram o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. Os torcedores começaram a ficar angustiados, com receio de alguma reviravolta. O JEC até tentou, mas parou na defesa do Tupi e falta de pontaria nas finalizações.

Com a vitória, o Tupi segue na vice-liderança, com 20 pontos. O “Fantasma do Mineirão” pode até perder a próxima partida, que se mantem no G-4. O próximo compromisso acontece neste sábado (05), às 17h, contra o São Bento (3º), fora de casa.

Ficha Técnica – Tupi 3 x 1 JEC

Gols: Diego Luís (TUP) aos 36’ do 1º tempo; Andrey (TUP), aos 39’ do 1º tempo; Ítalo (TUP), aos 8’ do 2º tempo; Eliomar (JEC), aos 22’ do 2º tempo;

Tupi: Paulo Henrique, Lucas, Fernando, Edmário e Bruno Santos; Marcel, Diego Luís (Bonilha), Leandro Brasília e Andrey; Romarinho (Ítalo) e Marcinho (Jonathan). Técnico: Ailton Ferraz

JEC: Matheus; Zé Matheus, Chales, Max e Alex Ruan; Renan Teixeira, Fernandinho (Thiago Alagoano), Tinga e Eliomar; Ricardo Lobo (Bruno Rodrigues) e Grampola (Ciro). Técnico: Pingo

Arbitragem: Alinor Silva da Paixao (MT), auxiliado por Fábio Rodrigo Rubinho e Renan Antônio Angelim Rodrigues;

Público e renda: 950 (619 pagantes) / R$ 12.420

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.