• Assinantes
  • Autenticação
  • Fim de Ano
    Quarta-feira, 9 de dezembro de 2009, atualizada às 13h

    Ceia pronta promete resolver o problema da falta de tempo na véspera de Natal

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    Fim de ano é sinônimo de correria, seja pela busca do presente ideal ou pela compra de produtos para a tradicional ceia natalina. Se a família é grande e o tempo é curto, uma solução bastante prática tem ganhado espaço nos últimos anos: a ceia por encomenda. A preços acessíveis, culinaristas e padarias recebem encomendas de ceias completas ou produtos típicos, como panetones e rabanadas.

    A culinarista Cida Gomes recebe encomendas de ceias há 24 anos e comenta que, com o passar dos anos, o número de pedidos aumentou consideravelmente. "No ano passado, tive uma média de 32 pedidos de ceias completas. Este ano, vai superar 2008. Já estou com 50 quilos de pernil no estoque." Ela aponta um incremento de 80% nas vendas de alimentos para o período.

    "Para atrair os clientes ofereço um cardápio em que a pessoa monta seu prato do jeito que quiser. Aposto na variedade dos alimentos e nas combinações, como arroz festivo (com cenoura e castanha de caju), salada tropical (com uva, cereja e nozes) e peru assado com abacaxi." Para a culinarista, a decoração dos pratos é o que mais agrada os clientes. "Coloco fios de ovos, cerejas, damascos e figos, para celebrar o Natal."

    bandeja de frios Mousse salgado salada

    Cida diz que o preço da ceia sai entre R$ 22 e R$ 35 por pessoa, dependendo da variedade dos alimentos e da sofisticação. Segundo ela, os pratos mais simples contêm arroz colorido (com milho e cenoura), pernil, farofa festiva e maionese assada. "Recebi uma encomenda para 20 pessoas, com pernil, dois chester, salada tropical, frango, dendê defumado e arroz festivo. Para a sobremesa, pediram rabanada e doce de nozes", ilustra um exemplo de pedido. Ela ressalta que as encomendas devem ser feitas com uma semana de antecedência.

    Conforme o presidente do Sindicato dos Panificadores de Juiz de Fora, Heveraldo Lima de Castro, o acréscimo do faturamento nas padarias no final do ano fica em torno de 15%. A caixa de uma padaria, Valéria de Castro, destaca que o forte dos pedidos são os panetones, tortas de frango e rabanadas. "Muitas empresas mandam fazer em grande quantidade para confraternizações", explica Valéria. O preço no estabelecimento é de R$ 4,45 para os panetones, R$ 5 para os chocotones, R$ R$ 20 para a torta de frango completa, R$ 30 o cento de salgadinhos, e R$ 10,80 a rabanada.

    Falta tempo e vontade para encarar o fogão

    A falta de tempo é o principal motivo apontado por Cida para o aumento de encomendas. Porém, outro fator também ajuda o seu negócio: o medo do fogão. A professora de culinária conta que já ouviu de clientes que o problema é fazer a comida. "Meu lema é 'pilotar o fogão é uma arte, principalmente se for em fogão a lenha'. A mulherada não quer saber de cozinhar. Dou aula para muitas empregadas que vêm a mando da patroa."

    Pudim Inglês torta de maracujá bolo branco

    Para a dona de casa Rita Andrade Lopes, as encomendas de ceias já são tradição na família, que reúne cerca de 15 pessoas anualmente. "Há dez anos faço as encomendas. Opto principalmente pela qualidade da comida e pela decoração dos pratos. Não temos tempo para preparar."

    *Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

    Os preços foram fornecidos em novembro de 2009.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.