Homeopatia é alternativa para tratamento de animais Entre os benefícios estão o baixo custo, o não aparecimento de efeitos colaterais, além da forma individualizada de tratamento

Aline Furtado
Repórter
6/4/2010

Muitas pessoas não fazem ideia, mas a homeopatia pode ser usada não só no tratamento de pessoas, mas também em animais, como cães, gatos, equinos, aves, peixes, entre outros.

O método, descoberto no final do século XVIII, é considerado uma alternativa ao tratamento convencional e pode ser desenvolvido em casos de doenças dermatológicas, gastroenterites, hérnia de disco, problemas nas articulações, infecções urinária e renal, entre outras.

De acordo com a veterinária Luana Garrido, a cura do organismo pela homeopatia está diretamente ligada às condições do animal de se recuperar. "Fazemos o tratamento de modo a tratar o organismo como um todo, não focamos apenas nos sintomas." Ela explica que a homeopatia é uma forma de tratamento natural, ou seja, os medicamentos não são produzidos por meio de um princípio ativo químico. "As origens das medicações são mineral, vegetal e animal."

Ela lembra que, assim como em seres humanos, o tratamento homeopático voltado para animais é feito de modo individualizado, sendo necessário manipular os medicamentos. "Temos relatos de clientes que faziam uso de tratamentos alopáticos em seus bichinhos de estimação, mas os problemas desapareciam apenas por um tempo. Na homeopatia, temos a certeza de melhora, ainda que em casos crônicos demore um pouco." Luana menciona o caso de uma cadela que apresentava infecção urinária. "Passados dois dias do início do tratamento homeopático, ela parou de urinar sangue."

Para Luana, a grande diferença entre a alopatia e a homeopatia é o potencial de cura deste último. "A alopatia esconde os sintomas. Já o tratamento homeopático devolve o equilíbrio ao animal, considerando sintomas físicos e comportamentais." Além disso, ela cita o menor custo dos medicamentos homeopáticos, que podem ser manipulados em gotas ou glóbulos, e o não aparecimento de efeitos colaterais. A veterinária destaca que em casos onde há indicação de intervenção cirúrgica, esta é realizada, independente do animal estar fazendo tratamento homeopático.

Distúrbios de comportamento

RemédioA homeopatia trata ainda os chamados distúrbios de comportamento, como agressividade, estresse, depressão, entre outros.

Em busca de minimizar a agitação da cadela Hanna, de seis meses, a comerciante Patrícia Machado, optou pelo tratamento homeopático. "Ela não parava, era hiperativa. Depois de iniciado o tratamento, Hanna melhorou muito. Não deixou de ter vivacidade, mas não mais disputa a atenção das pessoas só para ela." A melhoria veio após o uso diário de gotas de camomila.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes
A homeopatia representa uma alternativa de tratamento para um grande número de problemas que acometem os animais. Seu tratamento baseia-se na utilização de medicamentos homeopáticos que serão indicados com a finalidade de tratar o organismo como um todo e não apenas sintomas isolados. A homeopatia está fundamentada na “Lei dos Semelhantes” – Onde o semelhante é curado pelo semelhante. Assim, um determinado sintoma será curado pelo medicamento que foi capaz de provocar este mesmo sintoma em um organismo são. Desta maneira, há mais de 200 anos, Samuel Hahnemann experimentou e estudou os remédios homeopáticos.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.