Reinaldo, Gustavo e Pedro Henrique Ritmo e amor pelo carnaval de dar inveja a muito adulto!

A alegria do carnaval é o ritmo do coração desses três meninos! Espertos, falantes e animados. Assim são os três amigos de infância que já contam os dias para a chegada do carnaval.

Reinaldo Silva, Gustavo Oliveira e Pedro Henrique Moreira são os nossos entrevistados desse mês. Todos eles vão cair na avenida e mostrar o que treinaram durante todo o ano.

Os três fazem parte da bateria da escola Real Grandeza. E os adultos asseguram: os meninos são muitos bons e tocam feito gente grande!

Vamos saber mais um pouquinho mais sobre a vida desses percussionistas mirins?

Eles se conhecem desde que são pequenininhos. Moram na mesma rua, pertinho um do outro. Conversando, lembram que ainda eram "catoquinhos" quando os pais os levavam para ensaios de escolas de samba.

Os meninos moram no bairro São Bernardo. E lá, que toda semana eles se reunem pra fazer um barulhinho de percussão, "pra não perder o costume", como eles mesmo dizem.

Treinam durante todo o ano, sabiam? E quando o carnaval está chegando, não tem preguiça pra ir nos ensaios das escolas de samba que duram quatro horas, três vezes por semana.

Todos garantem que não têm preguiça de acordar pra ir pra escola no outro dia, mesmo quando ficam ensaiando até mais tarde. Também, com o sucesso que eles fazem por lá....

Os coleguinhas ficam sempre querendo que os três meninos, que estudam na mesma escola, aproveitem o horário do recreio para ensinar a moçada a batucar. E aí, os estojos e canetas viram instrumentos de percussão que animam toda a galerinha.

Reinaldo
Foto: Nina Melo Gustavo
Pedro Henrique

Cada um tem uma historinha pra contar especial. O Reinaldo, por exemplo, já toca na bateria de escolas de samba há cinco anos. E isso mesmo! Podem acreditar. Ele que hoje tem 13 anos, foi pra avenida fazer barulho quando tinha apenas oito aninhos!

Já o Gustavo carregou o pai para a folia novamente. Como assim? Depois de um tempinho com preguiça, o pai dele, que sempre gostou de desfilar, voltou para acompanhar o filho na bateria. A mãe do Gustavo, que adora essa tradição, agradece até hoje a iniciativa do filho.

Já o Pedro Henrique, foi um dos fundadores do Bloco Infantil do São Bernardo, que entra na avenida, na segunda-feira de carnaval. E o que era "brincadeira de vizinho", hoje já possui mais de 50 membros.

Talento
Dedicação
Dom

Mas apesar da historinha de cada um, todos concordam em uma coisa: latinha de cera vazia serve de instrumento para quem está começando! Sabia que foi assim que eles fizeram os primeiros barulhinhos de percussão?

Esses "meninos do barulho" são assim: a alegria dos baixinhos e altinhos da Real Grandeza!

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.