Museus da cidade são uma boa pedida para as fériasAs visitas servem como opção de lazer, mas podem ser encaradas como momentos de aprendizagem tanto para crianças quanto para adultos

Aline Furtado
Repórter
22/12/2009

O mês de dezembro está quase terminando, mas o período de férias está aí. Uma boa pedida para esta época do ano é visitar os museus da cidade. Para o professor de história Alexandre D'Agosto, as visitas a museus são muito importantes para o aprendizado não só de crianças, mas também de adultos. "É uma forma de se aprender de modo mais lúdico. Muitas pessoas vão os museus para passear, mas acabam saindo com informações e aprendizados que poderão levar para o resto da vida."

Mesmo diante da importância dos museus, muita gente desconhece a existência de vários deles em Juiz de Fora. Com isso, deixam de conhecer o rico acervo abrigados nestes espaços. Pensando nisso, o Portal ACESSA.com selecionou alguns e disponibiliza informações sobre história, peças do acervo e funcionamento. Todos os museus selecionados têm entrada gratuita.

Museus da cidade

 

  • Fundação Museu Mariano Procópio

Parque MaproConsiderado um dos mais importantes museus do país, a Fundação Museu Mariano Procópio possui cerca de 45 mil objetos de grande valor histórico, artístico e científico. O local abriga pinturas, esculturas, gravuras, mobiliário, prataria, armaria, cartofilia, indumentária, porcelanas, cristais, além das peças de História Natural que compõem o Parque.

Visitação ao Parque: de terça a domingo entre 8 e 18h.

Localização: rua Dom Pedro II, 350, Mariano Procópio.

Mais informações: (32) 3690-2200.

 

  • Museu da Usina de Marmelos Zero

Usina de MarmelosO Museu da Usina Marmelos Zero funciona no prédio da primeira Usina Hidroelétrica da América Latina, a Usina de Marmelos, inaugurada em 1889. O museu abriga peças do maquinário da época, quadros, fotos, livros de registro dos funcionários e esboços para a execução do prédio. Fazem parte da coleção fotos de Bernardo Mascarenhas, construtor da usina.

Visitação: de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h.

Onde fica: Estrada União Indústria, Km 182, Retiro.

Mais informações: (32) 3229-3307 ramal 217.


  • Museu de Arte Moderna Murilo Mendes (MAMM)

Galeria MAMMO Museu de Arte Moderna possui 300 obras assinadas por artistas como Picasso, Hans Richter, Joan Miró, Portinari, Alberto Magnelli e Ismael Nery. O espaço possui laboratórios de conservação e restauração de obras de arte, duas galerias destinadas à exposição e biblioteca com mais de 8 mil livros.

Visitação: de terça a sexta das 10h às 18h e sábados, domingos e feriados das 13h às 18h.

Onde fica: rua Benjamin Constant, 790, Centro.

Mais informações: (32) 3229-9070.

 

  • Museu de Cultura Popular

Forum da CulturaCriado em 1965 por Wilson de Lima Bastos, o Museu de Cultura Popular funciona no Forum da Cultura e possui um acervo com mais de 2.000 peças sobre folclore e artesanato. Até o dia 8 de janeiro de 2010, está em cartaz a mostra Presépios, que conta com mais de 60 peças sobre o nascimento de Jesus.

Visitação: de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Onde fica: rua Santo Antônio, 1112, Centro.

Mais informações: (32) 3215-3850.


  • Museu do Banco de Crédito Real

Museu do Banco de Crédito RealO Museu do Banco de Crédito Real foi fundado em 1964 e conta a história monetária do país desde o Brasil Colônia. Sua fundação foi autorizada por meio de um Decreto Real assinado por Dom Pedro II em 1889. O espaço conta com 4.000 peças como documentos históricos ligados à Abolição da Escravatura, cédulas, moedas, equipamentos bancários, fotografias e filmes do século passado.

Visitação: de segunda a sexta, das 9h às 17h30.

Onde fica: avenida Getúlio Vargas, 455, 3º andar, Centro.

Mais informações e agendamentos de visitas de grupos maiores: (32) 3211-0770.

 

  • Museu Ferroviário

Museu Ferroviário Criado em 1985, o Museu Ferroviário funciona no prédio da antiga estação da Estrada de Ferro Leopoldina, cujo projeto data de 1928. O imóvel, tombado pelo município, abriga um acervo com 420 peças como sinos, sinalizadores, placas de identificação, mobiliário de vagões de passageiros e de guichês de venda de bilhetes, miniaturas de trens, ferramentas, sistemas de comunicação, fotografias e livros técnicos.

Visitação: de segunda a sexta, entre 9 e 17h.

Onde fica: avenida Brasil, 2001, Centro.

Mais informações: 3690-7055.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.