Bairro Santa Cruz recebe projeto Rua de Brincar aos domingos

Aos domingos, a circulação de veículos na Rua do Caic ficará impedida até as 20h

da Redação - 22/10/2021

O projeto Rua de Brincar será implantado pela primeira vez na Zona Norte neste domingo, 24, a partir das 8h. A Rua Sebastião Schneider (Rua do Caic), no bairro Santa Cruz, terá brincadeiras como Amarelinha, Coelho Sai da Toca, Futebol de Mesa, entre outros. Aos domingos, a circulação de veículos na Rua do Caic ficará impedida até as 20h.

A iniciativa é do Programa Boniteza da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). O objetivo é destinar a via para atividades de lazer e motivar que a comunidade se aproprie do espaço. A secretária de governo, Cidinha Louzada, destaca que o projeto é parte das ações do Boniteza para incentivar o acolhimento da cidade. “Defendemos que as ruas não são dos veículos. Precisamos espalhar essa ideia e disponibilizar espaços que possibilitem o brincar não só para crianças, mas para pessoas de todas as idades. Por isso, o Programa Boniteza está desenvolvendo o projeto Rua de Brincar”, pontua.

Quando a chuva cessar, a Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) vai fazer pinturas no chão da via, que ficarão fixas no local para possibilitar a realização de brincadeiras e práticas esportivas. Neste domingo, 24, além de instrutores da SEL durante a parte da manhã, Programa Boniteza também realizará o projeto “Samuzinho” da Secretaria de Saúde e a doação de livros infantis, através da Guarda Municipal da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc). O Boniteza colocará, ainda, vasos de plantas ao longo da Rua do Caic.

Para a secretária de Planejamento Urbano da PJF, Fabíola Ramos, o evento deste domingo marca uma nova etapa para o projeto, mais focada nas comunidades. “O projeto para o bairro Santa Cruz foi pensado por técnicos da área de Arquitetura e Urbanismo da Secretaria de Planejamento Urbano (Sepur), baseado em conceitos de Urbanismo Tático e nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Assim, conseguimos elaborar e executar uma estratégia de transformação rápida, efetiva e pouco onerosa”, afirma.

Fabíola lembra que o projeto foi idealizado por mulheres mães, partindo da lógica de uma cidade mais acolhedora para as crianças, com o objetivo de humanizar a vida urbana. “Após a edição deste domingo, iremos monitorar o local para medir a efetividade e a eficácia das nossas ações. Serão observados indicadores técnicos e sociais, dentro de metas como: qualidade da mobilidade dos pedestres, percepção de insegurança urbana, tempo gasto para acessar os equipamentos de lazer, manutenção e ações de zeladoria, vigilância e apropriação social do espaço público, entre outros”, detalha.

O subsecretário de Mobilidade Urbana, Paulo Goés, conta que a Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU) também participou da elaboração do evento na comunidade, garantindo sua segurança viária. “É uma grande satisfação para a SMU integrar o Rua de Brincar, que leva novas opções de lazer para bairros que têm carência nessa área. Iniciativas assim, provam que a cidade está sendo, de fato, pensada para as pessoas”, ressalta.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.