• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Artigo

    Arquitetura da Informação:
    o ponto de partida


    04/10/2001

    A Arquitetura da Informação é o ponto de partida. Podemos considerar um risco gritante ignorá-la. Trata-se de uma etapa estratégica e necessária quando pensamos na criação de um projeto para a Internet. Não existem regras para isso, mas existem conceitos básicos que devem ser avaliados com critério.

    Arquitetura da Informação não deve ser uma referência nova para você. Mas o seu significado é claro? O termo é abrangente e essencial para quem desenvolve sites ou é responsável por disponibilizar conteúdo na Web.

    Teoricamente definimos Arquitetura da Informação como a elaboração de um sistema de navegação fácil e funcional, que permite ao usuário trafegar pelo site com grande facilidade, sem se perder em idas e vindas a partir de hiperlinks ou mesmo nos vários níveis de informação disponíveis. Devemos pensar numa estrutura sólida e consciente das informações. É uma tarefa desafiadora.

    A Arquitetura da Informação é o ponto de partida e podemos considerar um risco gritante ignorá-la. Trata-se de uma etapa estratégica e necessária quando pensamos na criação de um projeto de site para a Internet. Esta etapa deveria andar junto com o design, equilibrando e adequando os vários aspectos necessários para uma melhor performance de um projeto web.

    Hoje em dia, o internauta quer praticidade, velocidade e, principalmente, rapidez na localização do que procura, com o menor número de cliques possível. Para isso, o conteúdo de um site deve estar bastante organizado e estruturado de forma inteligente, com uma classificação das informações prioritárias, barras de navegação que remetam rapidamente à informação desejada, menus especiais para acesso à áreas específicas, buscas avançadas otimizadas, acesso a arquivos anteriores etc.

    Não é fácil arquitetar o conteúdo de um site. É preciso criatividade, capacidade de análise, objetividade, muita disciplina e métodos organizacionais apurados. Logicamente que o profissional precisa conhecer bem esta nova mídia e dominar conceitos básicos das áreas de programação visual, design, informática e comunicação.

    Na Internet cada projeto é um projeto e todos são diferentes diante da grande rede. É um equívoco querer apresentar tutoriais para uma boa arquitetura da informação. O que muitos arriscam apresentar são algumas regras primárias para se obter resultados rápidos ou mesmo para se ter um diagnóstico de determinado projeto já existente.

    Conceitos essenciais
    Vamos analisar alguns conceitos essenciais que poderão ajudar àqueles que estão iniciando seus trabalhos na grande rede, ou mesmo querendo promover uma reengenharia em determinado projeto:

  • Hierarquia da informação
    A organização do conteúdo de um site deve seguir níveis hierárquicos, priorizando o que é mais relevante para o seu público. Esta estrutura tem que ser ágil e funcional o suficiente para garantir a manutenção e atualização do projeto independente de seu volume e complexidade futuros. O público-alvo do site tem que obter respostas imediatas para aquilo que está procurando, seja serviço, informação ou mesmo aquisição de produtos.

  • Navegabilidade
    Os sistemas de navegação (menus, buscas, barras laterais, links etc) devem ser apresentados de forma clara e harmoniosa (design), orientando o internauta para uma navegação tranqüila, sem interrupções ou mesmo caminhos sem volta. É interessante que todo o site que contenha uma grande quantidade de informação tenha um mapa de visualização de sua estrutura global.

    O papa da usabilidade, o americano Jakob Nielsen, tem uma frase célebre: “Não é o que considera sobre o seu site que conta, mas sim o que os utilizadores pensam dele.” Por isso, constatamos a utilização de laboratórios de usabilidade em muitos projetos complexos. É essencial que o usuário se sinta à vontade logo na sua primeira visita ao site. A primeira impressão é a que agrada e a que fica. Para fidelizar deve-se evitar qualquer tipo de frustação.

  • Adequação tecnológica
    Muitas das ações citadas acima necessitam da aplicação de tecnologias adequadas para que possam ser implementadas. O conhecimento dos recursos tecnológicos disponíveis – e viáveis – faz parte da arquitetura da informação. E se pensarmos que estamos tratando de uma mídia que é baseada em tecnologia; este é um ponto determinante na elaboração de qualquer projeto.

  • Interfaces amigáveis
    É comum vermos projetos de sites altamente sofisticados com recursos multimídia e componentes de última geração. É um erro querer ser tão up to date com as novas tecnologias sem que esta decisão atenda plenamente às expectativas e à realidade dos usuários em potencial. Devemos adotar interfaces simples, de fácil manuseio e absolutamente adequadas ao público-alvo.

  • Gerenciamento
    Todo projeto de arquitetura de um site deve prever gerenciamento do conteúdo: atualizações, histórico de arquivos, novas implementações, estatísticas de acessos, monitoramento dos visitantes, interações entre áreas do conteúdo e entre os usuários, manutenção de links etc.



  • Este acompanhamento é crucial para um bom desempenho do projeto. Esta organização é decisiva para que o seu site não se torne um amontoado de informações desconexas e perdidas.

    Estes são alguns conceitos que devemos incorporar e criticar sempre. Vamos ficar atentos às evoluções tecnológicas, às mudanças comportamentais dos internautas, às respostas que os usuários dão sobre a navegação e funcionalidade de determinado projeto. A interatividade na internet é um grande trunfo para quem produz. E o arquiteto da informação deve acompanhar de perto e saber sempre utilizar todo este feedback da melhor forma, com sensibilidade e objetividade.


    José Fernando Simone
    é publicitário e presta
    consultoria para empresas
    que buscam presença e resultados na Web.
    Saiba mais clicando aqui.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.