• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Ultrapassando limites
    ACESSA.com completa uma década de vida contabilizando bons
    resultados e com crescimento constante ano após ano

    Ricardo Corrêa
    Repórter
    09/05/06

    Ao lado você pode ver fotos de alguns dos muitos eventos em que a ACESSA.com participou ao longo desses dez anos. Clique no ícone "fotos" para conhecer um pouco de nossa história, em Juiz de Fora

    Veja!


    Mais que festejar dez anos de existência, a ACESSA.com comemora, em 2006, dez anos de crescimento. Ano após ano, em número de usuários, nas tecnologias oferecidas a eles ou em número de internautas navegando pelas páginas do Portal, a empresa viu seus números saltarem a cada vez que a champagne estourava, inaugurando um novo período de 365 dias. E, as expectativas são de que, eles continuem a subir em uma velocidade ainda maior.

    Dos tempos em que a ACESSA.com oferecia só o acesso discado, nos primórdios da internet, em 1996, até hoje em dia, em que a empresa é também um provedor de soluções, muita coisa mudou. A começar pelo número de clientes. Houve um crescimento de mais de 2.000% no número de usuários que acessavam pelo provedor daquele ano para hoje.

    Segundo Patrícia Guimarães Faria, uma das sócias da empresa, o número de clientes cresceu, em média, 46% ao ano, nos últimos dez anos. Nesse mesmo período, o faturamento cresceu ainda mais. A cada ano, a média de aumento foi de 49,5%, o que possibilitou pesados investimentos para manter a qualidade, com um ciclo de mudanças tecnológicas sendo completado a cada dois anos, com a aquisição de equipamentos, por exemplo.

    Além do crescimento do número de usuários, houve também uma mudança de perfil, com presença cada vez maior dos clientes corporativos, ou seja, empresas com vários computadores ligados e acessando a grande rede através dos serviços da ACESSA.com.

    No início, o acesso era discado. Hoje, existem várias opções. O usuário que não quiser conectar-se através da linha telefônica, pode optar ainda pelo acesso via cabo ou pela internet via rádio, bastante utilizada nos condomínios pela cidade.

    Junto com as novas tecnologias que a ACESSA.com trouxe para seus usuários, veio um aumento absurdo na velocidade de acesso. Se antes a maioria dos clientes conectava-se à internet através de modens de 33.600Kbs, hoje pode-se dizer que a velocidade a ser alcançada é ilimitada. Mas mesmo naquela época, os juizforanos já poderiam ter noção do que era uma internet de alta velocidade. Isso porque a ACESSA.com inaugurou um cybercafé, com sete computadores, em que os usuários podiam se conectar diretamente no link do provedor, com uma velocidade, no início, trinta vezes maior do que o de uma conexão discada. Com o decorrer dos tempos, essa velocidade só foi aumentando.

    "Cyber café existia também em outros lugares, mas normalmente era com um ou dois computadores. Era um café com internet. O nosso era internet com café", compara Patrícia, que lembra da necessidade inicial de se criar uma cultura de internet. Atualmente, dependendo da necessidade do cliente, ele pode ter links de 1, 2 mega ou mais. Mas, além da velocidade, cresceram também as opções. No início, ainda sob o nome de ArtNET, a empresa operava com contas de franquia. Ou seja, os usuários pagavam por um número determinado de horas por mês. De acordo com Patrícia Guimarães Faria, no início, a franquia de 15 a 20 horas de utilização por mês era muito para o usuário, que entrava pouco na internet. Mas logo o cliente quis um diferencial e, por isso, em 1997, surgiu mais uma inovação: o IPS, provedor que trabalhava com contas ilimitadas, em que o usuário pagava um valor fixo e poderia utilizar a internet por quantas horas quisesse.

    Uma novidade por ano

    Mais um ano e a ACESSA.com, ainda ArtNET na época, criou o seu Portal de conteúdo. A idéia era oferecer ao cliente mais do que a simples conexão. E assim foi sendo durante os dez anos. A cada novo período que se iniciava, uma novidade. A partir de 1999 o usuário já buscava uma conexão que excluía a necessidade da linha telefônica. Nos anos seguintes já começavam os testes com a conexão via rádio, na qual os usuários deixavam de pagar os pulsos telefônicos pela conexão. O ano 2000 foi marcado pela chegada dos provedores gratuitos. Mas, de acordo com a sócia da ACESSA.com, o que para muitos seria o fim dos provedores pagos não passou de uma febre passageira.

    Para continuar seu crescimento, a ACESSA.com apostou em clientes que precisavam da internet profissionalmente e que não podiam ficar dependendo das conexões lentas e instáveis oferecidas pelos provedores gratuitos. Médicos, advogados, dentistas, escritórios de contabilidade e jurídicos passaram a fazer parte com mais volume na lista de clientes do provedor.

    Já naquele ano a ACESSA.com tinha clientes por toda a região. Em Cataguases foi criado um braço da ACESSA.com, que atende principalmente empresas e indústrias daquela cidade. Com a instalação da empresa, em 2001, clientes antigos e novos puderam ter acesso a um serviço mais barato e completo. Patrícia Guimarães Faria ressalta, no entanto, que a ACESSA.com possui clientes em outras cidade e outros estados, dando também consultoria, cuidando da segurança e das redes de seus usuários.

    Em 2001 chegou em Juiz de Fora a Net, operadora de TV por assinatura. Com ela, veio a possibilidade da internet via cabo, que a ACESSA logo trabalhou, para fazer com que os clientes residenciais não precisassem ainda ficar utilizando o telefone como forma de conexão. Neste período, o usuário passou a ficar mais exigente.

    "O cliente passou a valorizar mais os serviços agregados. A internet já havia se tornado fonte de pesquisa, informação e contatos, mas ao mesmo tempo as caixas de email começaram a se encher de propagandas e uma série de porcarias. Crescia a preocupação com as ameaças como vírus e o usuário passou a se preocupar mais com a segurança e com a economia de tempo, selecionando melhor as coisas. Nessa época fortalecemos a divulgação de nosso Antivírus e Antispam, que já existiam e eram um grande diferencial", lembra Patrícia, apresentando mais um motivo para que os clientes ficassem conectados pela ACESSA em meados de 2002.

    No ano seguinte, a empresa mudou de sede, buscando maior sinergia e conforto para a equipe. No antigo prédio, eram cinco salas ocupadas pelos funcionários. Na época, lançou também uma modalidade de acesso ideal para uma outra faixa de clientes: as pessoas que até então não podiam optar por um provedor pago, mas queriam utilizar a internet para acessar nos horários em que a ligação custa apenas um pulso telefônico: nas madrugadas e fins de semana. Para isso foi criada a "Conta 1 impulso", em que o cliente pagava bem menos e utilizava nesses horários alternativos.

    "Notamos que poderíamos oferecer esse serviço sem comprometer a qualidade", explica Patrícia, para quem a empresa, assim, atraiu mais um público diferente, mantendo a trajetória de crescimento.

    Ultrapassando limites

    E a história das novidades ano a ano continua, ultrapassando os limites da comunicação por dados. Em 2005 foi lançado em Juiz de Fora o VoIP, serviço em que as ligações telefônicas são feitas utilizando conexões via internet. Com isso, pode-se fazer interurbanos e ligações internacionais a um custo bem mais baixo. O serviço é utilizado por empresas, ou mesmo por usuários comuns, muitos deles que procuram o Ponto VoIP, a loja que a ACESSA.com montou bem no Centro de Juiz de Fora.

    Dez anos depois daquele início, agora no tempo da internet banda larga, são várias opções de velocidade, e o usuário pode contratar aquela que cabe melhor em seu bolso.

    De acordo com o gerente de Suporte da ACESSA.com, Henrique Castañon, a grande mudança foi em relação ao perfil dos usuários do provedor principalmente nos últimos anos.

    "Até pouco mais de um ano atrás, a maioria de nossos contratos eram de usuários do acesso discado. Hoje já está equilibrado e temos um grande número de clientes de acesso em condomínios", explica Henrique, referindo-se à modalidade em que a ACESSA.com cuida de toda a rede de um sistema, por exemplo.

    "Houve um aumento muito grande em relação aos condomínios e por isso focamos nosso treinamento muito nisso. Conversamos e realizamos treinamentos buscando a excelência no atendimento a esse tipo de cliente", conta Henrique, que ressalta, como grande avanço, o surgimento do CRM, um programa que gerencia a relação da empresa com o cliente.

    "Desenvolvemos um sistema aqui na ACESSA.com, chamado de SIAC, que facilita muito e funciona para o Suporte e para o Atendimento. É um sistema de registro de atendimentos. Com isso temos todas as informações sobre os atendimentos anteriores quando um cliente entra em contato. Nosso tempo de atendimento reduziu. Há mais de um ano trabalhamos assim. As informações que antes estavam em vários sistemas agora estão todas online e em um só lugar. E através das estatísticas que observamos nesse sistema, conseguimos também aprimorar nosso atendimento, formular treinamentos e palestras em cima de uma demanda", conta Henrique.

    Evolução dos usuários

    Henrique Castañon explica que não mudou apenas o perfil do usuário, mas sua relação com a internet. Com isso, mudaram também as atribuições dos técnicos de suporte da ACESSA.com e, claro, as exigências sobre eles. Se antes havia usuários que não sabiam sequer ligar o computador, hoje, praticamente todo mundo já sabe usar a internet e, quando entra em contato, é para alterar alguma configuração e não para aprender a utilizar alguma ferramenta.

    "Antigamente fazíamos visita de instalação para o acesso discado. Hoje o próprio usuário configura de casa. Hoje as dúvidas são em relação a alguma configuração e a exigência de informações que um técnico de suporte da ACESSA.com precisa ter é muito maior. Já envolve todo um conhecimento ao redor, como protocolos, redes, tecnologias. Podemos dizer que triplicou o conhecimento necessário, obtido em um treinamento específico. Quase todos os nossos atendentes são formados, possuem nível superior e alguns com pós-graduação, inclusive", contou Henrique, que contabiliza 50% da demanda do suporte nos usuários Express.

    O que não mudou mesmo com o aumento do número de usuários e de tecnologias, foi a relação com o cliente. Henrique Castañon explica que o grande diferencial da ACESSA.com é o tratamento mais individualizado com os usuários. É o que o diferencia de um provedor de massa, por exemplo.

    "Buscamos não fazer como em um call center. Queremos atender o cliente da melhor forma entendendo sua necessidade. Não podemos ter um script amarrado na tela. Nossa idéia é um atendimento diferenciado, inclusive buscando o feedback do cliente. Que ele dê dicas, sugestões, faça críticas que possam nos ajudar a melhorar o serviço constantemente".

    Provendo soluções

    Mais do que um provedor de acesso e conteúdo, a ACESSA.com tornou-se um provedor de soluções. É isso o que explica o sócio e diretor técnico da empresa, Sérgio Guimarães de Faria.

    "Em dez anos, praticamente todas as grandes empresas da região tiveram algum contato conosco. Sendo que muitas delas começaram com o acesso discado, em 1996 e depois contaram com nosso serviços para crescer e melhorar sua área de comunicação. Muitas possuíam um ou dois emails e hoje possuem seus próprios servidores, alguns mantidos pela ACESSA.com. Então, mais do que acesso, buscamos oferecer serviços exclusivos, específicos para essas empresas. Somos um provedor de solução, que é procurado para demandas específicas", conta Sérgio Guimarães de Faria, que apresenta essa relação com as empresas como a própria evolução da internet na região.

    Márcio Guimarães de Faria, outro sócio da empresa, cita alguns exemplos de boas parcerias firmadas ao longo desses dez anos. É o caso, por exemplo, da Camilo dos Santos, empresa que começou a ter os serviços logo que a ACESSA.com foi fundada. De lá para cá, a empresa fez parte do crescimento da Camilo, provendo serviços de comunicação. Mas esse não é o único bom exemplo de sucesso. Hoje, a ACESSA.com também tem como clientes instituições na área de educação, como o Instituto Vianna Jr., grandes varejistas, como o Supermercado Bahamas e indústrias como a Quiral. Em Cataguases, são atendidas a Companhia Manufatura de Tecidos de Algodão, ou a Glynwaed, empresa inglesa do ramo da indústria de metal-mecânica, e que depende dos serviços da ACESSA para desenvolver seu trabalho em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Teresópolis.

    "Essas empresas evoluíram em redes de longa distância, que muitas vezes não passam por nossos links, mas demandam serviços nossos", realça Sérgio Faria.

    O diretor técnico explica ainda que a ACESSA.com sempre se preocupou com um equilíbrio, dando alternativas ao usuário doméstico, mas sempre preocupando-se em prover soluções para redes corporativos, o que coloca a empresa como parceira constante no desenvolvimento causado pelo impacto que a internet teve na sociedade.

    Agora, completando 10 anos, a ACESSA.com acaba de firmar um contrato com a Sadia, empresa do ramo de alimentos que dispensa apresentações, por ser conhecida mundialmente. Márcio Guimarães de Faria realça que a ACESSA.com prestou consultoria, inclusive, para a unidade que a Sadia está implementando na Rússia.

    "Esse é mais um grande motivo para comemorar quando a empresa completa dez anos. De certa forma consolida e exemplica o caminho e aposta no mercado dos grandes centros e do mundo todo" ressalta Márcio Faria.

    Os números do Portal

    Em 1998, ou seja, dois anos depois da criação do provedor, chegou o JF Service, portal que hoje leva o mesmo nome do provedor: ACESSA.com. Na época, a idéia era unir serviço e informação. Hoje também, mas com algumas diferenças. As matérias mais trabalhadas, sempre com conteúdo local, fizeram com que os números não parassem de crescer. Se no início o JF Service já surpreendia trazendo o primeiro supermercado virtual de Minas Gerais e a primeira coluna social exclusivamente virtual, hoje são vários os atrativos do Portal.

    Além dos cadernos fixos, que estão no ar durante todo o ano, cadernos especiais são colocados em determinadas épocas, para facilitar a vida do usuário. Isso vale para a Páscoa, o Natal, o Ano Novo, o Dia das Mães ou Mês das Noivas, por exemplo. Coberturas especiais em eventos como o Carnaval, a Festa Country e o Miss Brasil Gay, e as coberturas fotográficas de eventos noturnos são sempre muito acessados. Com isso, dos 490 mil acessos do início de 2001, o número de usuários page views nas páginas da ACESSA.com pulou para quase 5 milhões (previsão para maio de 2006). Somando este seis últimos anos, serão cerca de 140 milhões de acessos.

    *Números médios até o mês de abril e estimativa até o final do ano

    Um momento marcante e que mostrou como a ACESSA.com pode fazer diferença na cobertura dos fatos relevantes de nossa cidade se deu nas últimas eleições, em 2004. Na ocasião, o veículo foi convidado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), para participar do processo de apuração dos votos para prefeito e vereador. Na verdade, essa história começou em 2000, quando a ACESSA já havia feito a cobertura da apuração de votos dando as informações a cada momento. Patrícia Guimarães Faria explica que a estrutura ficou concentrada na Câmara Municipal e o trabalho da ACESSA era divulgar, em tempo real, todos os números da apuração na cidade. Podiam ser feitas avaliações urna a urna, bairro a bairro, com muita agilidade.

    "Técnicos ficaram na Câmara Municipal dando suporte, onde os dirigentes dos partidos acompanhavam o processo. Os jornalistas participaram dando boletins que eram exibidos em telões e entrevistando as pessoas. No Parque Halfeld também foi montada uma estrutura, para que toda a cidade pudesse acompanhar a apuração. Foi um salto enorme porque ficou visível que a internet era o melhor veículo para a cobertura de assunto como esse", explicou Patrícia Guimarães, que realça a importância dos números conquistados pela ACESSA.com no decorrer dos anos.

    Márcio Guimarães, que recebeu o convite do juiz eleitoral para participar do processo de apuração, vai além. De acordo com ele, a idéia do TRE era separar a apuração da divulgação dos resultados, já que, da forma com que era feito, a apuração necessitava de um grande espaço, montado em clubes da cidade. Com as tecnologias implementadas pela ACESSA.com, evitou-se uma série de burocracias, e ampliou-se a agilidade da divulgação dos resultados eleitorais em Juiz de Fora.

    Mas Márcio Faria ressalta que, antes disso, em 1998, a ACESSA.com já havia mostrado as possibilidades que só a internet oferecia, ao divulgar, com exclusividade, um relatório sobre o Orçamento da Prefeitura, que a Câmara Municipal precisava apresentar para a sociedade.

    "Fomos procurados pelo presidente da Câmara, Eduardo Freitas, que perguntou se poderíamos fazer essa divulgação. Então fomos fontes primárias inclusive para a imprensa, que precisou buscar a informação no nosso Portal para veicular", explica Márcio Faria que, ressalta a importância que essas atividades tiveram no reconhecimento do Portal ACESSA.com.

    "Fomos logo identificados como veículo, pela credibilidade, e sendo sempre procurados em momentos críticos da história recente. Isso mostra que temos uma potência maior do que a de um simples veículo de comunicação", analisa Márcio Faria.

    A editora do Portal ACESSA.com, Ludmila Gusman, enxerga, na credibilidade e no profissionalismo da equipe, e da empresa, não apenas como veículo de comunicação, o principal pilar desse crescimento contínuo nos números registrados.

    "Mesmo quem não mora aqui (temos internautas de várias partes do país e do mundo em contato com a gente, graças ao poder da internet) consegue ter uma resposta positiva do nosso trabalho, através do cuidado e da seriedade com que abordamos os conteúdos que veiculamos. Essa resposta é vinda deles próprios, não uma conclusão nossa. Os emails de críticas que recebemos são o principal feedback do nosso trabalho. É muito interessante o cuidado que os internautas têm com a gente. Eles avisam, elogiam, fazem observações não no sentido negativo, pelo menos não vemos assim, mas como alguém que gosta do trabalho e quer cuidar para que ele fique melhor. Os números crescem e a fidelidade dos internautas também", realça Ludmila, que explica que o internauta está em primeiro lugar.

    "Nosso principal foco é a necessidade do internauta, deixando-o sempre informado com matérias do seu dia-a-dia, bem trabalhadas e com todas as informações que sempre deixam alguma coisa, que esclarecem. A cada elogio ou crítica negativa estamos sempre dispostos a querer fazer mais, trazer novidades, ter sempre algo novo que o faça voltar à nossa página e encontrar nela, todas as vezes que navega, algo diferente, que o desperte a divulgá-la e a ter interesse em consultá-la todos os dias".

    Tradição com inovação

    Para obter esses números, mantê-los e aumentá-los, o Portal ACESSA.com sempre mudou, ousou e reinventou a forma de fazer internet na cidade. Esse é um dos grandes diferenciais apresentados. "Foram muitas mudanças, tanto na forma de divulgação da notícia como na maneira de abordá-la também. Sempre não ficando para trás, acompanhando a tecnologia e aproveitando dela da melhor forma para divulgação da informação. Mas de todas eu destaco uma que vem desde o lançamento do JF Service até hoje e que não queremos cessar nunca: o entusiasmo de estar sempre oferecendo novidades, sendo pioneiros com criatividade e profissionalismo. Não temos quantidade, quando nos referimos a uma equipe imensa de jornalistas que enchem uma redação, mas temos qualidade. Fazemos sempre questão de ter conosco excelentes profissionais que vistam a camisa da empresa e que tratem o trabalho com muita dedicação. Está aí nossa diferença. O trabalho é feito com amor, não como uma obrigação", explica Ludmila, que não pensa em parar com as mudanças.

    "Desde que o Portal foi lançado ele sempre passou por transformações boas. É claro que mesmo mudando sempre queremos mais do que temos hoje, mas mesmo assim vamos devagar, com cuidado em cada etapa. Nada que fazemos é pensando em precisar voltar atrás. A cada caderno lançado, a cada novidade apresentada, tudo é feito com calma, com pesquisa, bem antes de mostrar o resultado final ao leitor. Costumo comparar o Portal à uma criança que vem crescendo e amadurecendo à medida que os dias passam, sem parar no tempo. Erra, corrige, aprende, quer melhorar... E ainda pode melhorar muito, está sempre em constante aprendizado", avalia a editora, que não abre mão do foco em Juiz de Fora.

    "Quando o antigo JF Service foi lançado a proposta era de ter em Juiz de Fora um canal de comunicação, que mesmo sendo capaz de ultrapassar fronteiras com a informação através da internet, valorizasse a cidade e a divulgasse para o mundo. Essa proposta continua. Hoje não deixamos nada a desejar aos grandes portais de conteúdo. Nascemos junto com eles. A nossa diferença é a valorização de Juiz de Fora, a abordagem bem local. Queremos sempre mudar para fazer a diferença sempre", analisa Ludmila Gusman, que promete ainda mais novidades para os próximos meses.

    "No aspecto funcional estamos melhorando na agilidade das informações e possibilidade de trabalhar com informações mais factuais, do dia-a-dia da cidade. Isso exige programas mais rápidos na atualização de matérias, profissionais capacitados e acima de tudo vontade de fazer sempre o melhor. E isso nós temos de sobra".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.