• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia
    Na onda dos blogs
    Diários virtuais viram mania na Web

    Ludmila Gusman
    22/02/02

    Se antes os diários eram trancados a sete chaves, hoje eles estão disponíveis para todo mundo ler. A mudança é resultado do mundo dos blogs, os diários virtuais. O recurso disponível na Web foi criado, em agosto de 1999 pelo norte-americano Evan Williams. A partir daí, o serviço gratuito tornou-se um fenômeno na internet e contabiliza, atualmente, milhões de usuários.

    Nos blogs estão relatos cotidianos ou temas que os blogueiros (aqueles que escrevem nos blogs) gostaríam de discutir com outros internautas. O recurso vem ganhando proporções que seus precursores jamais poderiam imaginar. Além de se transformar em febre entre os internautas, o blog é capaz de facilitar a comunicação entre amigos e permitir novas amizades.

    Além disso, os diários virtuais servem como ótimas ferramentas para divulgar projetos profissionais. Existem blogs de todos os tipos. Eles se classificam em individual e comunitário e são parecidos com uma home page. As opções incluem desde diários que se propõem a contar a vida pessoal até oportunidades para divulgar receitas, assuntos variados como futebol, música, literatura, humor, poemas, trajetórias... qualquer coisa.

    Exemplos de quem utiliza
    A auxiliar administrativa, Fernanda Cristina Silva, utiliza o blog há três meses e optou pelos dois tipos. No blog pessoal (http://www.nanda.blig.com.br), ela marca encontros com os amigos e conta um pouco sobre a sua vida, do que mais gosta, dos seus sonhos... Já no comunitário (http://www.macaca.blig.com.br) ela dicute assuntos com os internautas sobre a relação homem e mulher. Trata-se da reunião de Mulheres Associadas Carentes de Cantadas (MACACA). Neste último, Fernanda diz que o objetivo foi atingido e ela recebeu inúmeras cantadas até umas que a deixaram bastante chateada. "Teve um dos comentários que me incomodou. Recebi um e-mail dizendo que eu pareço ser a "patricinha". E eu passo muito longe disso".

    Os blogs possibilitam muito mais que expor sentimentos e contar histórias do cotidiano. A criatividade anda solta pela internet. Para se ter uma idéia, quando você digita em um site de busca a palavra "blog" o resultado é surpreendente. Na lista você encontra os mais variados tipos de diários virtuais, uns são até muito engraçados.

    Num deles, o seu criador resolveu expor quais são os dias em que ele come, ou não, pão com manteiga na chapa (http://paocommanteiga.blogspot.com). Rafael Capanema relata até a hora em que o fato aconteceu, onde comprou o pão e a sua avaliação sobre o alimento e a padaria em que o pão foi comprado.

    Outros blogs são solidários (http://joao-gato.blig.ig.com.br) como é o caso da Maria Lúcia, dona do gatinho João. Ela criou o blog para ajudar o gato que precisava de tratamentos. "Quando eu o adotei estava desempregada. Muitas pessoas me ajudaram no tratamento e eu achei prudente estar sempre mantendo essas pessoas informadas sobre o tratamento. Com o tempo, descobri que esse blog também poderia ser util para que outros animais deficientes pudessem ter a mesma oportunidade", explica Lúcia.

    Você ainda pode encontrar blogs com poemas e informações utéis como é o caso do blog do designer Marcos Zamorim (http://zamorim.eti.br). Além de dispor um album digital com fotos da família, ele também escreve notícias sobre esporte e coloca os seus trabalhos disponíveis na internet.

    Características dos diários virtuais

    • São organizados no dia em que são postados. Isso os torna semelhantes a uma agenda ou diário pessoal e possibilita mais dinamismo ao recurso.

    • Os blogueiros necessitam publicar suas idéias no momento em que a situação ocorre. Por esse motivo, as informações são divulgadas em tempo real e recheadas de referências a outros sites e matérias da Web. A velocidade interativa é muito maior do que a dos sites, já que os blogs são atualizados com freqüência.

    • A facilidade de construção também atrai muita gente. Na internet há vários sites que ensinam como fazer e já sair publicando - o resto é o conteúdo a ser administrado, que fica por conta de quem vai escrever.Por causa da facilidade de uso e da agilidade nos mecanismos de publicação, os autores-escritores dos blogs atuam também como editores e publicadores, não havendo intermediários na edição do conteúdo.

    • São escritos em primeira pessoa e não temem o pecado da subjetividade. Fazem da subjetividade a sua grande bandeira.

    • A idéia é original devido à própria característica dos diários convencionais. São autorais e individuais. Mas nada impede que sejam diários coletivos. Há vários blogs assinados coletivamente, organizados por grupos de amigos, parentes ou profissionais que comungam das mesmas idéias, conservando o caráter autoral da publicação.

    Como faço para ter o meu blog?
    Basicamente, quem quiser criar o seu blog precisa ir ao endereço, em que o serviço está disponível e se cadastrar. Criar e editar um blog usando estas ferramentas não requer conhecimentos de HTML, mas quem quer ter um diário online mais sofisticado precisa entender de webdesign. Para criar o seu blog basta selecionar um modelo entre os disponíveis, nos sites, e seguir passo-a-passo as indicações.

    Onde encontrar

    http://www.weblogger.com.br

    http://blogueiros.blogspot.com

    http://www.blogger.com.br

    http://www.weblogs. com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.