• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia
    Listas Online de Casamento
    Tecnologia e novas idéias ajudam os noivos e os convidados
    na hora da compra e da entrega dos presentes

    Ricardo Corrêa
    Repórter
    20/12/2005

    Saiba mais sobre como funcionam as listas de casamento, com suas principais vantagens, clicando no ícone ao lado.

    Leia!

    Duas batedeiras, três ferros de passar, cinco cafeteiras e nenhum liqüidificador. Foi se o tempo em que era este o provável saldo da análise dos presentes de casamento. A tecnologia, aliada às novas idéias, está ajudando a acabar com os presentes repetidos. É assim com as listas de casamento online, que as principais redes de lojas presentes em Juiz de Fora já adotaram.

    Com elas, está indo embora também aquela eterna dúvida do que comprar para o casal, se é algo que vai agradar ou que alguém já comprou. Basta olhar o que os noivos querem e o que já ganharam.

    O serviço é simples. O casal pode escolher fazer a lista direto de casa, pela internet, ou diretamente na loja, ou nas lojas escolhidas. A consulta também pode ser feita online ou pessoalmente na loja. Até a compra, em várias redes, já pode ser feita pela internet, com segurança e comodidade.

    Tanta facilidade tem seduzido muitos casais a adotar o sistema, que ajuda principalmente os convidados que são de fora. Flávia Gusmão e Jefferson Moreira Steinbach (foto acima), por exemplo, adotaram a lista. Eles escolheram duas grandes lojas para o serviço. Pesou na escolha o fato de que metade dos convidados era de Cataguases, onde foi realizado o casamento.

    "Achei mais cômodo, fazer pela internet, eu não quis fazer listas em loja. Eu sou de lá e meu casamento foi lá, então isso foi mais prático tanto para escolher os presentes como para recebê-los", explicou Flávia, ressaltando, no entanto, que as pessoas usaram as listas para consultar, mas deixaram para comprar por conta própria.

    "Acho que algumas pessoas até consultaram as listas para ter uma idéia do que comprar, porém só recebi dois presentes entregues pelas lojas. Os outros as pessoas mesmo trouxeram porque muita gente ainda tem medo de comprar pela internet", ressaltou, lembrando que ela mesmo já fez isso.

    "Uma vez até iria comprar, mas o presente que eu queria dar estava em falta na internet, então fui na loja e comprei o mesmo presente que a pessoa queria na internet", explicou.

    A lista de Flávia e Jefferson tinha cerca de cinqüenta ítens e o que mais impressionou a noiva foi a praticidade oferecida por uma das redes onde fez a lista.

    "Em uma delas tinha a opção de trocar o presente antes de recebê-los. Os noivos têm que liberar o presente antes de ser enviado, isso facilita a troca caso já se tenha ganho a mesma coisa por outra lista, ou por alguma outra loja, por exemplo", ressalta.

    Na maioria das lojas é assim. Após a compra dos presentes, os noivos precisam confirmar o que querem. Se desistirem de alguma coisa, ou se já tiverem recebido de outra pessoa, podem trocar por créditos, escolhendo outro presente. Só após isso é que tudo é entregue em uma data e local combinado, mesmo que em outra cidade.

    Prático para quem está longe
    O publicitário Pablo Peixoto (foto ao lado) também usou a lista online em seu casamento com Lílian Magalhães Peixoto, e justificou dizendo que tinha muitos convidados de fora. "Nem todos teriam acesso às lojas de Juiz de Fora antes do casamento, então foi mais prático fazer assim", explicou, dizendo que primeiro pensou em uma solução própria.

    "No princípio eu cheguei a fazer um blog, onde no lugar dos comentários as pessoas reservavam os presentes. Foi quando eu descobri que esse serviço já existia, aí foi mais fácil. Você pode colocar apenas os presentes, ou linkar com lojas de compras online", contou o publicitário.

    Pablo Peixoto diz que não vê nenhuma desvantagem em utilizar o serviço, e lembrou outras facilidades da utilização da lista.

    "É um excelente meio de fazer a lista chegar às pessoas. Além do que você pode incluir ítens a qualquer hora, tirar alguns. Eu coloquei "urgente" em um item que a gente precisava muito mas ninguém dava. Minha mãe não gostou muito não, mas acabou funcionando", diz, rindo.

    Mas no caso de Pablo, assim como no de Flávia, a maioria dos presentes vieram mesmo do modo convencional. As pessoas olhavam na lista, marcavam e compravam depois para mandar por conta própria.

    "Acho que nem todo mundo fica à vontade com a lista online. Acho que as pessoas ainda não têm esse costume. Casamento é uma coisa que envolve tradição, então acho que essa ainda vai demorar pra pegar. Quem sabe no casamento dos meus filhos todo mundo só vai usar a lista on-line hein?" , encerra.

    Do outro lado do mundo
    Para Lilian e Shaye Saldana, a lista de casamento foi fundamental, principalmente porque os convidados estavam espalhados por vários lugares diferentes. Ele é americano, ela brasileira, do Rio de Janeiro, mas parte da família e amigos mora em Juiz de Fora.

    "Usamos listas do Rio, Juiz de Fora e dos Estados Unidos. Nos Estados Unidos 90% dos presentes foram entregues pela loja em minha casa. No Brasil, muitas pessoas entregaram em mãos, mas recebemos em casa através da loja também", explicou a noiva, que casou no hemisfério sul e recebeu os presentes hemisfério norte. Isso foi só um dos motivos que fizeram Lílian e Shaye escolher a lista de casamento online.

    "É mais conveniente para nós, uma vez que podemos escolher e mudar ítens da lista de presentes sem ter a necessidade de ir até a loja. Também é possível visualizar os ítens que já ganhamos via internet. Sem dúvida alguma valeu a pena. A vantagem para os noivos é que eles ganham os presentes que querem ganhar. A vantagem para os convidados, é que eles não precisam perguntar aos noivos o que precisam e o que querem ganhar de presente, além de terem na lista uma variedade de preços", explica a noiva, que só ressalta uma desvantagem no processo.

    "A desvantagem de escolher o presente via internet é que a foto disponível pode enganar. O presente ser diferente do visto na foto. O ideal é ir até a loja fazer a escolha de presentes, caso o casal disponibilize de tempo para isto", contou Lílian que recebeu 40 presentes comprados pela net, a maioria dos que ganhou.

    Como funcionam as listas

    As listas de casamento estão presentes na maioria das grandes lojas do país, e nas principais de Juiz de Fora. Cada uma delas tem suas particularidades, como por exemplo a que destina um "vendedor padrinho" para o casal. Esse vendedor é responsável por acompanhar constantemente a lista de casamento e dar todas as informaçções que os noivos precisarem. O cadastro pode ser feito na loja ou pelo site.

    Criada a lista, você poderá acompanhar os presentes sendo comprados de várias formas: pelo próprio site, na loja, pelo telefone ou até mesmo por email. Assim fica mais fácil fazer alterações caso exista mais de uma lista, excluindo ítens que já foram adquiridos em outra loja, ou mesmo programando a entrega na melhor data, podendo ser antes ou depois do casamento.

    Antes de entregar, um funcionário entra em contato para informar todos os presentes comprados e confirmar o endereço. Até alguns dias antes de serem entregues os presentes podem ser trocados.

    Em outra rede de lojas as facilidades são parecidas, com a diferença de que a lista só pode ser feita na versão online e os noivos precisam cadastrar-se no site. Porém, também existem vantagens. Depois de comprados todos os ítens, a loja soma os valores e presenteia os noivos com algum produto no valor de 5% do total da lista.

    Veja algumas opções de lista de casamento:

  • Americanas.com
  • Magazine Luíza
  • Ponto Frio

  • O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.