• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Acessibilidade digital Software para deficientes visuais na plataforma Linux
    está em fase final de execução

    Renato Costa
    Colaboração*
    06/01/2007

    Ouça o áudio com o mentor do DOSVOX, Antônio Borges, falando sobre o software Sinal, desenvolvido para Linux. Ouça também a matéria em versão áudio


    Ouça Ouça Ouça


    Digitar um texto, checar e-mails e navegar na internet são para a maioria dos usuários tarefas muito simples. Mas para pessoas portadoras de necessidades especiais, como os deficientes visuais, o auxílio de programas específicos é fundamental.

    Antônio Pedro Namham é deficiente visual, e utiliza o software DosVox desde 2005. Atualmente, dá aulas de Informática na Associação dos Cegos. Para ele, a tecnologia de inclusão está em um bom nível. "Os softwares específicos são fundamentais para o deficiente visual ter acesso ao computador. Com o que temos hoje, muitas atividades podem ser executadas com facilidade", conta.

    Pedro atua como professor na Associação há três meses, e comenta que uma das maiores dificuldades dos deficientes visuais é utilizar o teclado. "Como utilizamos o teclado padrão, é difícil a adaptação no começo. As pequenas marcas em relevo nas letras F e J e no número 5 é que norteiam o aluno", explica.

    O DosVox possui um recurso de "teste de teclado", que auxilia o aluno nos seus primeiros contatos com o computador. Enquanto ele digita, o programa vai falando as letras e números digitados. "Oriento os alunos a usarem o teste de teclado nas primeiras aulas, pois facilita nas próximas tarefas", comenta Pedro. Ele afirma que o deficiente visual necessita de silêncio e concentração ao utilizar o computador. "O deficiente necessita de ouvir as instruções que são passados pelo programa, por isso exige muita atenção", ressalta.

    Um pouco de história

    Antonio Borges, desenvolvedor do DOSVOX e SINAL O DosVox existe desde 1993, e foi desenvolvido para rodar dentro da plataforma Windows. Com a popularização dos softwares livre e a padronização do seu uso em escolas públicas, criou-se uma demanda para se transportar o programa a esse novo sistema operacional.

    O mentor do DosVox, Antônio Borges (foto ao lado), disse que uma solução emergencial foi o LinVox. "O LinVox foi uma adequação que não funcionava de modo completo, devido às diferenças entre as plataformas Windows e Linux. Por isso, desenvolvemos um projeto mais amplo", explica.

    O Projeto Sinal

    As equipes do Núcleo de Computação Eletrônica (NCE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) juntaram forças e estão há um ano e meio desenvolvendo o software Sinal (Sistema Interativo de Navegação no Linux), que é a versão completa do DosVix para o Linux. Segundo Borges, as diferenças entre os dois programas são mínimas. "No geral, a semelhança é muito grande. As particularidades de cada um existem devido às diferenças próprias de cada plataforma", diz.

    Borges comenta que a utilização da tecnologia MBROLA (desenvolvida na Bélgica) aliada à tecnologias brasileiras possibilitou criar um sintetizador de voz mais eficiente. "O desempenho do sintetizador nos trouxe resultados animadores, pois ele foi desenvolvido para o idioma português, o que significa mais qualidade", comenta.

    O Sinal está em fase final de testes, e Borges acredita que, em menos de um mês, o programa já poderá ser baixado no site http://intervox.nce.ufrj.br/

    *Renato Costa é estudante do 10º período de Jornalismo da UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.