Segunda-feira, 22 de outubro de 2007, atualizada às 19h02

Identificação de usuário de um plano de saúde de JF vai acontecer através da biometria do polegar direito


Sílvia Zoche
Subeditora

Os usuários de um plano de saúde de Juiz de Fora vão contar com uma nova tecnologia de identificação de sua senha. A partir desta terça-feira, dia 23 de outubro, a senha dos clientes não vai ser numérica como acontecia até o momento. Agora, a digital do polegar direito vai ser a senha do cartão magnético.

O presidente da operadora do plano de saúde que vai adotar a biometria, Hugo Borges (foto abaixo), diz que são poucos no Brasil que usam esta tecnologia. "Poucas operadoras de plano de saúde usam no Brasil. É inédito na região [de Juiz de Fora] e em Minas são poucas", diz.

Existem identificações por meio de retina, íris, voz e até odores do corpo. A biometria por impressão digital foi escolhida, segundo Borges, por ser um processo mais simples e que já está em teste em alguns laboratórios de Juiz de Fora. "As técnicas mais modernas ainda, como a que usam a retina como senha, são processos mais complexos", afirma.

Entre as vantagens apontadas do uso da biometria por meio da impressão digital é que em caso de perda de cartão, impossibilita o uso indevido; além de impossibilitar o empréstimo do cartão para outra pessoa, já que a senha é o seu próprio dedo. "É um fator de segurança para o plano de saúde e para o usuário", diz Borges.

Foto de Hugo Borges As clínicas, laboratórios e consultórios credenciados pela operadora, e que usam computadores, receberam e vão receber o leitor do polegar direito. A meta é que em 40 dias todos os usuários credenciados na operadora da cidade sejam cadastrados. A estimativa é que existam cem mil clientes.

A captura da biometria será feita nos postos da sede da avenida Rio Branco e no Núcleo de Atenção à Saúde, à rua Francisco Brandi, em São Mateus, em horário comercial. Mas quem não puder comparecer, pode cadastrar a impressão digital no local da consulta. "Em um minuto se faz o cadastro eletrônico", garante Borges.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.