Terça-feira, 11 de dezembro de 2007, atualizada às 14h39

Seminário vai debater criação do Parque Científico e Tecnológico em JF e criar comissão para viabilizar projeto


Priscila Magalhães
Repórter

Um seminário para promover a criação do Parque Científico e Tecnológico na cidade vai acontecer na próxima quinta-feira, 13 de dezembro, às 14 horas, no auditório da Embrapa Gado de Leite. O objetivo é apresentar o que foi discutido no evento de lançamento do Parque, em outubro, e as ações que foram desenvolvidas entre os anos de 2000 e 2004 na tentativa de implantação.

"Estas discussões são importantes, porque vamos identificar os erros cometidos que impediram a implantação do Parque", diz o diretor do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt), André Luís Marques Marcato.

Segundo ele, criar uma comissão para viabilizar o projeto vai contribuir para "construir a identidade do Parque, de acordo com a atividades desenvolvidas na cidade. Ela também vai definir o melhor local, entre outras coisas", explica Marcato. Um recurso de R$ 150 mil já foi liberado para iniciar estes estudos. "Um acordo assinado entre o governo do Estado e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) liberou os recursos, que já estão com a Universidade", completa o diretor do Critt.

Entre outros benefícios, o Parque Tecnológico vai contribuir para o desenvolvimento econômico da cidade. "O Parque vai fixar profissionais com maior valor agregado nas empresas, vai movimentar a economia e trazer empresas com qualidade tecnológica para cá", afirma Marcato.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Arquivo

Ver mais...