Patchwork Una paciência à criatividade, aprendendo a técnica passo-a-passo

Fernanda Monteiro
06/01/2004

A artesã, Graça Mattos, aconselha paciência para aprender a técnica e ensina uma capa de porta-retrato

Ouça! Aprenda!

Criar harmonia juntando retalhos diferentes com um alinhavo de calma e beleza. Esta é a filosofia do patchwork (em inglês significa: "trabalho feito de retalhos"), que une o simples aproveitamento de materiais à possibilidade de peças minuciosamente elaboradas.

A técnica de retalhos acolchoados surgiu no Oriente Médio e foi trazida para o Ocidente pelos colonizadores ingleses. A marca registrada do patchwork é o quilt, um alinhavo aparente que perpassa todo o trabalho. Feita inicialmente com o intuito de aproveitar retalhos de panos, as peças eram recheadas com lã de ovelha.

De lá para cá, sugiram novas técnicas e foram feitas várias adaptações. No lugar da lã, usa-se o acrilon para acolchoar. O quilt, que só era feito com linha branca, ganhou as cores em versões latinas. E, hoje, parte do trabalho manual é feito na máquina de costura.

O artesanato não é muito barato, já que necessita de tecido de algodão (com preço médio de R$13 o metro) e linha forte. Em Juiz de Fora, não é tão fácil encontrar o material, mas algumas lojas já começaram a trazer o tecido de São Paulo e do exterior.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.