Pátina com vela em porta-retrato
Aprenda uma técnica simples para enriquecer um porta-retrato


Rita Couto
*colaboração
30/04/2005

A artista plástica, Maró Scoralick, mostra o passo-a-passo da pátina com vela que pode ser feita em um porta-retrato. Clique no ícone ao lado e faça você também!

Aprenda!

Sabe aqueles porta-retratos de ímã, encontrados em qualquer loja da cidade e que todo mundo tem um igual? A artista plástica, Maró Scoralick (foto ao lado), ensina uma técnica fácil para fazer em casa mesmo, do jeito que mais combina com você, usando a pátina com vela.

Pátina é um tipo de pintura que proporciona às superfícies, quase sempre as de madeira (no caso de hoje escolhemos o metal), um charmoso ar envelhecido.

Existem vários tipos, como a pátina envelhecida, a lavada, a escovada , a estonada e a com vela, uma das mais fáceis de fazer.

Maró escolheu aplicar a técnica da vela, especificamente, em um porta-retrato de metal (foto ao lado), mas é a criatividade de quem está pintando que define a escolha da peça e do material.

Para aprender a fazer a pátina com vela, anote o material que você vai precisar. Abaixo enumeramos cada um. Você deve encontrá-los em lojas especializadas.


  • 1 porta-retrato de metal
  • 1 lixa fina
  • tinta látex em duas cores que combinem entre si - uma para ser predominante e a outra para aparecer nos locais lixados (por exemplo, a cor branca aparece nos locais lixados da superfície laranja)
  • 1 pincel chato
  • 1 vela

Como fazer

1º Passo 2º Passo

1º passo - Pinte a peça com a cor que aparecerá no fundo, nos lugares lixados. Deixe secar.
2º passo - Pegue a vela e passe-a por cima da tinta do fundo, como se a estivesse colorindo.

3º Passo 4º Passo

3º passo - Pinte o porta-retrato com a cor que será predominante. Deixe secar.
4º passo - Lixe delicadamente a superfície até que a primeira tinta comece a aparecer. É preciso tomar cuidado, pois a lixa pode tirar as duas camadas de tinta.

5º passo - Coloque sua foto preferida e aproveite seu porta-retrato exclusivo.

Maró lembra que, ao utilizar essa técnica em peças de madeira, é preciso lixá-las e tirar o pó antes de aplicar a primeira tinta e, na hora de lixar a tinta, pode-se pôr mais força do que no porta-retrato de metal.

*Rita Couto é estudante do 3º período da Faculdade de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado