Artigo
Cuidados com Tatuagem e Piercing
::: 01/08/2003

Cada vez mais os brasileiros usam o piercing e a tatuagem para se enfeitarem. E este processo é normalmente feito por profissionais não médicos.

Os desenhos da tatuagem são um reflexo do inconsciente do povo. Por exemplo, nos EUA, as tatuagens são muito violentas, usa-se muitas armas, a palavra war, caveiras, reflexo ainda das guerras do Vietnã e conflitos no Oriente. No Brasil, as tatuagens são mais tribais, flores, bichos, refletindo a imagem de um povo feliz e ligado à natureza, trabalho que estou desenvolvendo com alunos da UFJF, e que publicaremos breve numa revista especializada.

Os piercings são usados mais freqüentemente no umbigo, orelha e nariz. Metade dos piercings podem causar infecções, alergias ou granuloma de corpo estranho. É recomendável usar sempre de aço ou ouro e se houver alguma reação os piercings devem ser logo retirados.

A tatuagem chega a ser um estigma, que dificulta às vezes numa obtenção de emprego e é contra-indicada na doação de sangue.

Se as pessoas desejam realmente fazer tatuagens ou colocarem piercings devem procurar garantias de saúde e segurança. De acordo com os regulamentos em vigor, o controle limita-se apenas às condições de higiene dos estabelecimentos onde se faz tatuagem (uso de luva e esterilização de agulhas) mas não se controla a esterilização dos corantes, sua pureza (na prática muita gente está injetando tinta para automóveis, de caneta ou corantes industriais produzidos com outras finalidades) e, nem mesmo mencionam a necessidade de uma avaliação toxicológica.

Você sabia que...
  • Material impuro pode levar a infecções por fungos e bactérias, câncer de pele local, Aids, hepatite e reações alérgicas.
  • A hepatite C pode ser muito mais perigosa para os tatuados, já que o vírus da hepatite sobrevive muito mais tempo no frasco de tinta que o da AIDS, além de ser uma doença silenciosa e que só se manifestara 20-30 anos após a inoculação.
  • Existem casos de alergia ao corante, que só passará quando for retirado. Mas nem sempre consegue-se retirar, mesmo com os laseres modernos. Os pigmentos vermelhos, por exemplo, são mais difíceis.
  • A tatuagem de henna (essa que sai em pouco tempo, que funciona tipo um decalque), também pode dar alergia de contato e existem alguns casos descritos de choque anafilático ou anemia hemolítica. Isto ocorre por que usa-se para reforçar a cor da tatuagem a parafenilenodiamina, uma substância muito alergênica.
  • Quando se faz uma tatuagem por motivos estéticos, como por exemplo, uma sobrancelha, existe também o risco do organismo mudar a cor do pigmento, e a sobrancelha se tornar com o passar dos anos alaranjada ou azulada.

Portanto, antes de fazer uma tatuagem ou piercing, procure um bom profissional e esclareça sobre esses ítens.

Leia mais:
  • Piercings - Saiba tudo sobre essa técnica de perfuração corporal
  • Tatuagem temporária: moda com cara de verão
  • Prós e contras da dermopigmentação


    Cristina Mansur
    é dermatologista, professora e chefe
    da disciplina de Cosmiatria do Serviço
    de Pós-Graduaçao em Dermatologia da UFJF.
    Saiba mais clicando aqui.

    Sobre quais temas (da área de dermatologia) você quer ler novos artigos nesta seção? A médica Cristina Mansur aguarda suas sugestões no e-mail mansur@jfservice.com.br

    Conteúdo Recomendado

  • Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.