[php]insere("tit_adrianaemariaaugusta")[/php]

Artigo
Seios

:::28/06/2006

Os seios são os símbolos da maternidade, a fonte da vida. Também chamados de mamas eles são responsáveis pela produção de leite nos seres humanos. São constituídos por tecido gorduroso, ligamentos de suporte, tecido conjuntivo (fibras colágenas e elastinas), glândulas mamárias e pelos mamilos. O homem também possui os mesmos tecidos, mas não produz leite pela falta do hormônio estrogênio (feminino).

Os seios apresentam muitos nervos e vasos, sendo uma região erógena. As glândulas ficam mais no interior cobertas pelo tecido gorduroso. Temos a impressão de que mulheres com seios muito grandes têm um poder maior para a amamentação. Isto na realidade nem sempre ocorre. O que estas mulheres apresentam é uma maior quantidade de tecido gorduroso e não de glândulas.

Os seios não possuem um músculo que os recubra dando firmeza e sustentação. É a pele que desempenha este papel, sustentando-os e mantendo-os firmes. Os seios têm um formato de cone e ficam suspensos no tórax. Para que a ação da gravidade não altere sua estrutura de sustentação e os façam pender eles necessitam de cuidados especiais para mantê-los erguidos. Os fatores genéticos também exercem uma grande influência na forma e tamanho dos seios. É a carga genética que vai determinar se os seios serão pequenos, médios ou grandes.

Nas mulheres é um indicativo da feminilidade, sensualidade e também um atrativo sexual. Na gravidez ocorre um aumento das mamas, mas isso não deve ser um impedimento para a amamentação já que após a amamentação os seios tendem a voltar ao tamanho normal. Quando as mamas se tornam flácidas ou apresentam estrias após o término da amamentação, a causa foi o aumento de peso durante a gravidez e no pós-parto. A mulher deve ter como objetivo não engordar, pois isso provoca um aumento de gordura nos seios.O fato de ficar engordando e emagrecendo leva ao "efeito sanfona".

As mamas merecem cuidados especiais para mantê-las sempre bonitas. Na juventude, a adolescente já deve começar a se cuidar evitando o aumento de peso e exposição excessiva ao sol (as fibras colágenas e elásticas ficam desorganizadas). Deve também usar hidratantes como uréia, lactato de amônia para manter a pele mais hidratada, manter tonificada a musculatura da região peitoral (músculos que ficam atrás das mamas) com exercício físico. É também recomendado o uso de sutiã no tamanho adequado e com alças mais largas (mesmo em mamas pequenas). O ideal é o de algodão que não retém a transpiração.

Na idade adulta, a mulher deve continuar a usar o sutiã diariamente, evitando os que apresentam modelagem com aros, pois estes dificultam a circulação linfática local; reduzir o consumo de sal que contribui para o aumento na retenção de líquidos no corpo. A ginástica localizada e a musculação são bem-vindas, já que aumentam a resistência muscular e tonificam a musculatura da região peitoral, dos músculos dos braços e ombros, ajudando a manter uma postura correta. Exercícios aeróbicos também são importantes em caso de mamas mais gordurosas. Se as mamas forem muito grandes é comum a mulher ter um desconforto na hora de exercitar-se. Nesse caso podem ser utilizadas malhas mais compressivas que ajustam as mamas junto ao corpo dando mais conforto e segurança.

Já na pré-menopausa, após os 40 anos, a mulher tende a apresentar alterações nas taxas hormonais.Com isso, a mama começa a sofrer uma diminuição na sua consistência e a textura da pele torna-se mais fina necessitando de maior atenção.

Pode ocorrer o aparecimento de cistos benignos que, normalmente, são lisos e móveis. Recomenda-se que a mulher deve estar atenta ao seu corpo fazendo o auto-exame das mamas, consultando regularmente um médico ginecologista. Com relação ao câncer de mama a melhor prevenção é detectar o tumor no estágio inicial. Nesses casos os tratamentos são bem-sucedidos.

Atualmente, existe uma exigência pela busca da perfeição física. A mulher cobra e sente-se cobrada por qualquer alteração diferente da definida como padrão de mulher ideal. Essa cobrança infundada mexe com a auto-estima da mulher que acaba se sentindo feia e sem atrativos vendo em si apenas as alterações no seu corpo. Caso isso ocorra, a mulher deve buscar os tratamentos que amenizam ou eliminam a flacidez, as estrias ou o aumento do volume dos seios.

A Medicina Estética apresenta vários tratamentos específicos para cada idade . Eles podem ser feitos regularmente após a adolescência, inclusive, durante a gravidez como prevenção ou nos casos já instalados existem tratamentos que amenizam ou solucionam de vez a sua queixa.

Em primeiro lugar, a higiene dos seios durante o banho deve ser feita com sabonetes suaves, não abrasivos para evitar irritações e grandes esfoliações, principalmente nos mamilos que apresentam um tecido muito delicado. Após o banho utilizar produtos hidratantes como a uréia, alantoína, ácido hialurônico, óleo de semente de uvas, óleo de maracujá e tantos outros que evitam o ressecamento local.

Para ter um efeito firmador da pele o médico prescreverá formulações com princípios ativos que atuam estimulando a produção de fibras colágenas e elastinas, ativos que possuem efeitos tensores. Peelings químicos, ácidos retinóico e glicólico, injeções de vitamina C e outros produtos são tratamentos médicos utilizados regularmente na prevenção e tratamento de estrias e flacidez dos seios. O colo não deve ser esquecido, já que ele fica exposto ao sol e sofre seus efeitos. O tratamento ideal é hidratar e aplicar o protetor solar diariamente.

Aparelhos que estimulam a contração muscular, peeling de cristais, microcorrentes , carboxiterapia tem ação eficaz nas alterações das mamas. Muitas vezes, quando a mulher não está satisfeita com a forma, a simetria ou o tamanho das suas mamas, ela pode fazer a escolha da cirurgia plástica. A cirurgia é uma boa opção quando se quer reduzir, suspender ou aumentar seu volume. Com a evolução das técnicas cirúrgicas, os médicos têm conseguido cicatrizes menores, com resultados benéficos, pois a mulher preserva sua capacidade de amamentação, sensibilidade local, deixando as mamas mais simétricas e um tórax mais harmonioso.

A mulher saudável
  • Pratica exercícios físicos regularmente
  • Ingere bastante legumes, verduras e frutas.
  • Evita gorduras.
  • Bebe líquidos na quantidade ideal.
  • Diminui o estresse buscando a calma.
  • Evita o fumo e bebidas alcoólicas.
  • Busca o seu bem-estar e da sua família.
  • Esforça-se para manter o equilíbrio emocional e espiritual.

  • Clique aqui e mande sua pergunta
    ou opinião sobre este assunto

    Adriana Ritti e Maria Augusta Torres
    são médicas especialistas em Medicina Estética
    Saiba mais, clicando aqui

    Conteúdo Recomendado

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.