Cuidados redobrados com a pele durante o inverno Clima seco aliado aos banhos quentes e prolongados provocam ressecamento da pele. Especialistas recomendam hidratação após o banho com a pele úmida


Daniele Gruppi
Repórter
03/07/2008

No inverno, os cuidados com a pele devem ser redobrados. Ressecamentos são as principais queixas da estação. A dermatologista Alessandra Montenegro explica que o clima seco aliado ao banho quente e prolongado retiram a camada de gordura, provocando o ressecamento da pele. Por isso, o uso do sabonete e da esponja devem ser moderados.

Alessandra recomenda usar hidratantes logo após o banho com a pele úmida ainda e mais vezes ao dia. "O produto manipulado conforme indicações de dermatologistas ou os que são oferecidos no mercado são mais adequados do que qualquer receita caseira".

Ela afirma que os sinais de ressecamento são mais visíveis nas extremidades, como braço e perna. "A pele seca provoca coceiras e descamação. Podem também desencadear patologias, como eczemas, dermatite atópica e psoríase".

A dermatologista diz, entretanto, que adolescentes e pessoas com a pele mais oleosa devem evitar passar hidratantes na face, para não impulsionar a formação de cravos e acnes. "Devem ser poupadas também as áreas seborréicas, que são a frente do tórax, a região conhecida como o V do decote e a parte superior das costas".

Ela acrescenta que pessoas com idade mais avançada e com pele oleosa pode concentrar os produtos apenas na área da pálpebra. "O uso de hidratantes é específico para cada pele. Para o idoso, o creme é mais indicado. Para adolescentes e homens, a loção, pela facilidade de ser espalhada".

Foto de Alessandra Montenegro A dermatologista chama atenção para a fotoproteção. "Mesmo no inverno a pessoa deve usar filtro solar. O fator de proteção não muda. Varia com o fototipo da pessoa e não conforme a estação do ano. Mesmo com tempo nublado as nuvens deixam 80% da radiação solar passar".

Lâmpadas fluorescentes, luz da tela de computador e televisão também emitem radiação ultra-violeta. Para Alessandra, a hidratação e o uso de filtrosolar são indispensáveis. "Se a pessoa não quiser ter muito cuidado e se ela tem a pele boa, basta que faça hidratação e não fume. O cigarro prejudica e enruga a pele".

Outra medida é a hidratação através da ingestão diária de dois litros de água, independente do frio ou do calor. E quando começar os cuidados? Ela diz que não há uma idade específica. Alessandra comenta que a tendência a rugas é maior em peles seca.

Na estação, a caspa ou dermatite seborréica tende a voltar, principalmente, nas pessoas que têm propensão. O frio é um dos vilões, assim como estresse. Para as mulheres que fazem escova progressiva com formol, um aviso: o aparecimento da caspa também pode aumentar.

Tratamento ideal no inverno

Alessandra afirma que na estação mais fria do ano, um dos tratamentos ideais é o peeling. "É recomendado para rejuvenescimento, para tirar manchas e para tratamentos de lesões de pele".

Trata-se de um procedimento que provoca descamação, retirando uma camada, que logo é regenerada e recebe um aspecto novo, de renovação. Pode ser feito através de produtos químicos ou de laser.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Arquivo

Ver mais...