Manual da futura mamãe
Dicas de como se preparar para a chegada do seu filho

Ana Letícia Sales
27/11/02


A mulher grávida pode sentir enjôos, desejos ou até mesmo se sentir a mulher mais linda do mundo. Mas duas coisas não podem faltar: a felicidade pela nova vida que vem ao mundo e um bom guia, especialmente para as mamães de primeira viagem!


Mudança geral
O bebê que cresce dentro da barriga da mulher vai gerar muitas mudanças no corpo feminino. Vão acontecer transformações hormonais, musculares, circulatórias e respiratórias de grande importância. E tudo isso é normal!

No início da gravidez ocorre um aumento na produção de alguns hormônios, para haver um equilíbrio entre suas funções vitais e das do bebê. Um destes hormônios é o GCH (gonadotropina coriônica humana), que é produzido em grande quantidade pela placenta no início da gravidez. Ele é o provável responsável pelos enjôos matinais que diminuem após o terceiro mês de gestação, com a completa formação da placenta.

Os outros hormônios importantes são o estrogênio, a progesterona e a relaxina. Alguns efeitos do aumento desses hormônios na gravidez são: veias mais propensas à dilatação, retenção de líqüidos, alteração da temperatura corporal, desenvolvimento das células das glândulas produtoras de leite, além do aumento do útero e dos seios.

Cuide-se

  • Alimentação:
    É neste momento que a mulher deve cuidar mais da sua alimentação. Pois além de si ela estará alimentando o futuro bebê.

    Uma boa dieta deve conter alimentos de origem animal e vegetal. Os alimentos de origem animal (leite, ovos, carne e peixes) e os alimentos de origem vegetal (cereais, frutas, verduras ou legumes), vão gerar proteínas, gorduras e carboidratos. Eles serão necessários para a provisão de suas energias, para recuperar as perdas sofridas enquanto o bebê está se formando e para reconstituir os seus tecidos, que estarão em contínuo desgaste.

  • Atividades Físicas:
    A mulher grávida pode fazer exercícios, mas é preciso consultar o médico para saber se não há nenhum problema. Os exercícios mais recomendados para as gestantes são:

    - Caminhada
    - Natação
    - Hidroginástica
    - Dança
    - RPG - Reeducação Postural Global


  • Relaxamento:
    As massagens são uma boa opção para o relaxamento da gestante. Além de um recurso terapêutico a massagem também pode gerar momentos de intimidade entre a futura mamãe, seu esposo e o bebê. A massagem também é muito importante para melhorar o sistema circulatório da gestante e seu estado corporal geral.


  • Pele e seios:
    No período de gravidez a pele descama e descasca mais e, por isto, os banhos diários devem estar numa temperatura morna, para reativar a circulação sangüínea da pele, além de gerar uma ação sedativa no corpo da mãe.

    Os seios vão passar por grandes mudanças e é preciso prepará-los para a amamentação. A higiene nos seios não deve ser descuidada. Na segunda metade da gestação, principalmente, aparece o colostro (líqüido amarelado, precursor do leite), que pode gerar irritação nos mamilos. Na hora do banho é importante usar somente água e nunca antissépticos ou talcos.

    Durante o banho esfregue os mamilos com uma bucha vegetal. Após o banho e já secos, massageie os seios para que o tecido se torne mais elástico e resistente, atuando na prevenção dos machucados que aparecem no início do aleitamento.

  • A hora de dormir:
    Muitas grávidas reclamam, especialmente no final da gravidez, das dificuldades para dormir. Mas o sono é essencial para a gestante, já que irá repor as suas energias e as do bebê. O ideal é dormir pelo menos oito horas por dia numa posição confortável e relaxada que lhe permita um bom descanso. O mais recomendável é que você consiga se deitar sobre o lado esquerdo, com as duas pernas dobradas, apoiando a perna direita sobre um travesseiro ou uma almofada, colocada à frente do seu corpo.

  • Roupas e calçados:
    Nos primeiros meses de gestação as mudanças são poucas. Mas quando a barriga começar a crescer, os quadris alargarem e os seios aumentarem é hora de buscar um novo guarda-roupas. É importante escolher roupas confortáveis, mas que deixem a mulher bem vestida e elegante. Gravidez não deve ser sinônimo de desleixo.

    Observe o elástico das calças que deve ficar ou por baixo da barriga ou então as calças devem cobrir toda a barriga. Se tiver de comprar camisolas compre-as com um tamanho que sirva até o fim da gravidez. Invista em um bom sutiã. No mercado existem várias opções para gestantes. Não use roupas apertadas ou que prendam os movimento. Procure usar meias e collants para gestantes.

    Dê uma atenção especial aos pés. Devido à retenção de líquidos os pés podem aumentar de tamanho. O hormônio relaxina também pode provocar esse inchaço nos pés. À medida que a relaxina faz com que as articulações se alarguem, notará que o equilíbrio se torna cada vez mais precário. Portanto é preciso escolher sapatos confortáveis, com saltos baixos e largos. Se puder andar com chinelos durante todo o dia melhor ainda! Agora é só esperar o bebê e curtir os momentos grávida!

    Fonte: http://www.promater.com.br/, http://www.zazou.com.br/ e http://www.planetanatural.com.br/

    Conteúdo Recomendado

  • Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.