O gene da maternidade
Heranças de relações maternas

Fernanda Monteiro
20/04/04

A psicóloga Ana Stuart fala sobre o que pode e o que não pode ser herdado na relação mãe-avó e dá dicas de como educar os filhos

Ouça! Ouça!

Vovó Prudência "Ser mãe é tudo de bom!" É assim que Adriana Dutra Vieira, professora, define sua "profissão" de vida. "Desde que me entendo por gente, queria ser mãe. Minha vida foi planejada para isso. Acho que não seria o que sou, feliz, se não fosse mãe. É uma amor profundo que te completa. Acho que é o prazer melhor da vida", completa.

Adriana é filha de Deaci Dutra Vieira. Deaci veio de uma família pobre. Sua mãe criou os nove filhos, praticamente sozinha, já que o pai das crianças a abandonou com elas. Ainda assim, Deaci lembra com orgulho da mãe que deu aos filhos tudo o que podia, colocando-os na escola e passando valores como honestidade e compromisso com o dever. "Queria que ela lembrasse de mim como uma pessoa carinhosa com ela, que a compreendia, que a tratava com amor", diz.

Deaci também foi a maior referência dos filhos, pois o marido trabalhava como motorista de ônibus e mal parava em casa, para conseguir sustentar a família. Mesmo com as dificuldades, eles conseguiram dar formação técnica a todos os seis filhos.

Leia também:

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.