Raquel MarcatoRaquel Marcato
17/06/2016

Sexo, maternidade, peraeee!

Depois da segunda vírgula do título pensei: Peraeee! Maternidade e sexo? Não, meu amor, não quero apenas sexo, isso não serve mais para mim, quero muito mais que um prazeroso sexo. Quero sexo com cara de espera, quero esperar o tempo que for para ter esse nosso sexo. Quero sexo com sentido de humor, quero um sexo com cara nova.

Aquele sexo antigo não sei fazer mais não! Aquele de todo dia, ao menos de toda semana, já desaprendi “rapidim”. Esse sexo com cara de “garantia”, de ter que fazer para se convencer que o amor não acabou e que ainda somos um casal de casados e não um casal de amigos, saiu correndo de dentro de mim no primeiro momento que ele viu jorrando leite dentro da minha condição de mãe.

O meu sexo agora é comigo mesma! Cada dia me invade uma demanda constante que não me pergunta se hora de parar e vai me dando aquele desejo louco de gozar daquele silêncio, daquela calma, de gozar apenas da minha companhia, tá me acompanhando?

Agora quero fazer sexo comigo apenas, é fiquei egoísta, amor. Sabe por quê? Porque quero com toda a minha vontade apenas dormir, meu anjo.

Quero fazer sexo dormindo, de preferência sem mexer e em silêncio profundo. E amanhã tem mais, depois também e no fim de semana?

Sábado e domingo você quer dizer? Bom, a nossa menina já tem cinco anos então pode ser que role um sexo diferente!

Como tudo que não muda cai na rotina, então, peraeeee!

Mas, o sexo com cara de espera está tão sedutor, está até rolando um super clímax... Cara, ele está a nossa espera... não vai me dizer que isso não tem seu charme?

É... meu marido virou pai e eu uma mãe e o nosso sexo?

O nosso sexo virou a oportunidade de ter um momento a sós.

E quando acontece esse momento preferimos, muitas vezes, ir ao cinema juntos, sair para jantar, ir a um aniversário de um amigo, dar uma volta sem destino, ficar apenas papeando ou fazendo um carinho no outro entre um silêncio e um beijo.

O silêncio, a tranquilidade, a individualidade, virou um grande sexo para nós! É extremamente prazeroso, extremamente excitante, extremamente amante, extremamente companheiro esse sexo.

Ta bom, confesso que às vezes tomo um biotônico fontoura e me abre um apetite danado por aquele sexo moderno, selvagem, carnal e desmedido.

Mas, só às vezes....

Se penso se tem alguma coisa errada com o meu casamento, com o meu marido ou comigo?

Sinceramente, já passamos da fase de: casal feliz é sinônimo de sexo! Agora estamos naquela outra fase de que: casal feliz é aquele que descansa sem ânsia, que espera sem pressa, que acaricia em sintonia, e que ama mas nem sempre na cama.


Raquel Marcato, mãe da Marta de 5 anos, blogueira do portal mamaesavessas.com, escritora, questionadora por essência, ativista pelo autoconhecimento e mestre em Literatura Comparada pela Universidade Autônoma de Barcelona.

Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.