• Assinantes
  • Mulher
    Jogo de cores e flores
    Da sandália à bota, saiba quais sapatos estão em alta nesta estação
    No vai e vem da moda, a única coisa certa é que os sapatos são peças fundamentais na composição de um visual. Muito mais do que se imagina, eles não só compõem um look, como também podem ser os responsáveis por você arrasar na festa ou ser alvo de olhares recriminadores. Parece simples, mas nem sempre é fácil combinar o sapato certo com determinada roupa. Dependendo da escolha, ele pode levantar um visual básico, ou mesmo ‘detonar’ aquela super produção.

    Flávia Machado
    23/04/2001


    Bota em cano curto e salto fino, em box, na Day After, por R$101,80.
    Para que isto não aconteça, é interessante pesquisar, pedir opiniões e usar aquilo que combina com o seu estilo. E se a moda não combina com você, não force a barra. Seja autêntica e use aquilo que mais lhe cai bem. A consultora de moda, Karminha do Lopes, nos ajudou nesta pesquisa e indica quais são as tendências mais fortes deste inverno. Confira.

    Para ver as fotos em tamanho
    maior, é só clicar.

    Cano longo ou curto?
    Bota cano curto e salto baixo, da Tribo dos Pés, na Ragazza: por R$ 89
    Bota de cano longo e salto baixo, em couro, da Bally: R$ 850
    Botina de mapa, da Pyrâmide, por R$ 220
    As botas estão novamente em alta. Trazendo de volta as décadas de 40 e 60, inspiradas nos estilistas que fizeram sucesso com a dupla bota e minissaia, como Courregès e Paco Rabanne. Uma forte tendência são as de cano médio, que podem ser usadas com todos os tipos de roupas, menos com as calças cigarrete (aquela justinha que vai até o tornozelo). Elas estão nas vitrines em versões mais simples ou com adereços, como fivelas, pedras e até cristais. As botas de cano longo - sensação do inverno passado - foram ‘encurtadas’ pelos estilistas e trazem uma nova versão: as rasinhas ou retas, que estão sendo chamadas de flats. Estas vêm com tudo, além disso, são super confortáveis, pois os saltos são bem baixinhos. Porém, as minis deram lugar a saias mais compridas, no joelho ou um pouco abaixo. As botas curtinhas - botinas - também vêm com força total! Lindas, femininas e versáteis, a versão deste inverno são as de cano curto e saltos bem finos. Podem ser usadas com uma simples calça jeans ou com vestidos mais chics e clássicos.

    Ousadia nas plataformas

    Sandália estilo Carmem Miranda, em croc, da Luiza Barcelos, na Intensi. Preço sob consulta
    Sandália estilo anos 40, com detalhe em flor, da Lenny e Cia, na Intensi. Preço sob consulta
    Sandálias estilo Channel, escarpim e plataforma e bolsa; tudo em tons de terra e nozes, da Lenny & Cia, na Intensi. Preço sob consulta
    Outra tendência muito forte neste inverno é a volta das plataformas estilo Carmem Miranda. Inspiradas na década de 40, elas vêm com dedos à mostra e saltos bem altos. Para completar, estão sendo usadas com meias trabalhadas e coloridas, como a arrastão ou as bordadas. O contraste provocado entre a cor da sandália e da meia dá um efeito muito legal e bastante ousado. E para as mais inovadoras ainda, elas estão chegando às vitrines enfeitadas com muitos adereços, como flores - fortíssima tendência nos sapatos e também como acessório - ou fru-frus, colocados geralmente, ao lado da fivela. Também influência dos anos 40, outro modelo de sandália que entra na moda neste inverno são os de bico fino, com frente vazada. A consultora Karminha do Lopes acredita que as plataformas serão o boom da estação e responsáveis por metade das vendas nas lojas.

    A moda da secretária

    Sandália estilo Channel, cravejada com canutilhos coloridos, da Luíza Barcelos, na Intensi. preço sob consulta
    Escarpim de couro amarelo, da Arezzo, por R$ 149,90
    Escarpim de couro verde, da Ellus, por R$ 289
    Os escarpins estão de volta. Eles que foram febre na década de 80 - e ficaram conhecidos como sapatos de secretária - andaram meio sumidos e agora são outra promessa da estação. Em cores fortes e mais descontraídos, também estão sendo usados com meias coloridas ou ainda com meias curtinhas de lurex ou listradas, trazendo de volta a moda das danceterias dos anos 70. A ordem é bico fino, estilo Channel e salto alto, como ressalta Karminha. A propósito, os saltos podem ser finos ou um pouco mais largos.

    A ordem é o conforto

    bota cano curto com solado de borracha, da Carpi e Corsive, na Evidenza, por R$ 134
    Bota cano médio estilo country girl, em verniz verde, na Equus, por R$ 149
    Tênis azul com detalhes metalizados da Cantão, 
por R$ 82
    Shape, mistura de sapato e tênis, o sapatênis, da VWK by GVD, por R$ 95
    Para as mais esportivas, os sapatênis são uma tendência cada vez mais forte, pois aliam estilo e conforto, como os shapes. Imitando os tênis dos jogadores de futebol americano, ou os jogadores de boliche, a novidade nestes modelos fica por conta dos novos materiais usados, tais como nylons e outros sintéticos, que deixam os tênis muito confortáveis. Além das cores, que este ano estão metalizadas. As botas também podem ser encontradas em estilo mais esportivo: de cano mais curto e com solados de borracha. Outro modelo de bota - bem urbana - que está na moda é a chamada ‘country girl’, influência de Madonna, em seu mais recente look ‘cowboy da cidade’. Também tem os mocassins, as sapatilhas tipo ballet, onde o conforto fala mais alto, mas não deixam de ser clássicos e podem ser usados a qualquer hora.

    Croc, avestruz e box
    Quanto aos materiais dos sapatos, estão em alta o couro de crocodilo, ou simplesmente, ‘croc’ e o couro de avestruz, tanto nas sandálias e botas como também nas bolsas. A tendência mais forte, de acordo com Karminha, é o ‘box’, uma espécie de imitação do verniz tradicional, só que tem menos brilho e é mais macio.

    Jogo de Cores
    Em matéria de cores, tudo pode ser usado. Mas, a tendência aponta para a mistura de preto e branco, principalmente, nas sandálias estilo Carmem Miranda. Para os violaços, que incluem os tons de berinjela, violeta e roxo. Os rubros, desde os vermelhos mais quentes até os frios também estão em alta. Além dos eternos terras e nozes, que vão desde os alaranjados, passando pelo ferrugem até os tons mais amarelados. Já o púrpura e o azul forte estarão nas vitrines, mas serão menos usados. As cores metalizadas, além do prata e do dourado, estão com tudo, nos sapatos e também nas jaquetas de couro. O marrom vem como cor de contraponto, ou seja, vem misturado com outras cores em sandálias e sapatos. Uma espécie de cor curinga.

    Acessórios necessários

    Bolsa bandoleira, cinto e coleira tacheados, tudo Alforge, na Intensi. Preço sob consulta
    Bolsa carteira preta com fecho dourado, na Intensi. Preço sob consulta
    Bolsa Dr. Bag, em couro azul, da Alforge, na Intensi. Preço sob consulta
    Para acompanhar, as bolsas trazem a versão mais forte: a Doctor bag. Nome dado a um tipo de bolsa maior, usado pelas mulheres na década de 60, em função da Segunda Guerra, onde elas trabalhavam como voluntárias no atendimento aos feridos e necessitavam de bolsas maiores. As bolsas-carteira também continuam em alta, além das baguetes (as com alças mais curtinhas). As mais esportivas vão preferir as ‘bandoleiras’, estilo sacolas.
    Os cintos permanecem mais largos, só que usados na cintura e com blusas também largas (manga morcego); ou ainda deslocados, um pouco abaixo da cintura. Os mais finos, trazem a versão de várias voltas. Além, é claro, dos modelos tacheados, estilo new punk.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.