• Assinantes
  • Mulher
    Da praia de Ramos à piscina do Copa
    Biquínis para todos os gostos e estilo

    Deborah Moratori
    30/12/02

    www.rygy.com.br
    Sem vergonha, sofisticado, comportado, ousado. Maiô inteiro para imitar os de Hollywood dos anos 50, maiô pra perua ir tomar sombra em piscinas particulares, maiô pra nadar numa boa. Há gosto pra tudo na moda praia para o nosso verão tropical.

    A grande novidade veio das modelagens e proporções. E olha que não é nada fácil inventar quando se tem 10 cm de pano para a parte de cima e outros tantos para a de baixo. Difícil, mas não impossível.

    Algumas marcas conseguiram: com recortes novos para suas peças, deixando com que flores, corações e sóis dessem formas aos sutiãs e calcinhas, com proporções ousadas, em flores recortadas a laser para dar relevos aos maiôs.

    Mas a grande sacada foi mesmo da marca Salinas que inovou num recortinho safado de florzinha ou coração no bumbum para que o sol deixe ali sua marca, como uma tatuagem.

    E quem não quer e não pode gastar horrores em um biquíni de marca, das lojas de departamento aos supermercados da cidade há várias opções em cores, modelos e tamanhos. As que podem investir mais um pouquinho têm a opção das lojas multimarcas e das especializadas em moda praia.

    Brasil, brasileiro
    A variedade também se mostrou no campo da estamparia. Listras, mix de estampas, paetês, xadrezes miudinhos. Tie-dyes, grafismos indianos, florões e florzinhas coloridas. Tops com calcinha na mesma estampa em outra cor, listras misturadas a estampados.

    Tudo que a criatividade dos estilistas têm direito numa cartela de cores ricas e estampas que retratavam aspectos da cultura tupiniquim: mulheres negras, baianas, nossas raízes africanas.

    E mais temas brasileiros: papagaios, periquitos, plumas, cestaria, festas populares, frutas, paisagens e folhagens nordestinas, vela e mar, o verde e rosa da Mangueira e as calçadas de Copacabana.

    Da tímida à desinibida
    Biquínis em todas as proporções para todos os tipos de corpo. Calcinhas de todos os jeitos: minúsculas, de cortininha e de lacinho. Menor impossível. Mas também calcinhas mais largas e quadradas ganham espaço entre várias outras de lacinho e lações.

    Tanguinhas convivem com calcinhas um pouco mais altas e um pouco mais baixas e fazem par com sutiãs cortininha, faixa e tomara-que-caia. As meias-taças da Cia. Marítima trazem uma novidade: forro de espuma que lembram os sutiãs La Perla - biquíni tipo exportação? Talvez...

    Os maiôs vêm comportados nos modelos tradicionais, ousados em recoretes reveladores e confortáveis para aproveitar o mar. Em diversas cores, estampas e modelagens. E também na versão engana-mamãe...

    E no quesito adereços
    O capricho se revela em rendas artesanais, no jeans e no crochê - liso, em listras ou formando florzinhas. Aliás a tendência do hippy-power não aparece só nas tangas de crochê.

    Ipanema dos anos 60 está de volta em psicodelismos e biquínis de plush. Revival que convive com a tecnologia do silicone que substitui os elásticos e dos recortes a laser dos apliques de flores e pétalas.

    Mas para quem não dispensa um luxo, pedras verdadeiras, patches de pele de lezard, fios de ouro, moedas, botões e canutilhos para mulheres poderosas que não vão à praia nem que as matem!

    Na onda romântica, a casinha de abelha, ideal para as gatinhas. E, na linha artesanal, bordados de barbantes, couro, pedras, madrepérola e búzios - proteção extra contra o mau olhado.

    E os detalhes não param por aí. Tem ainda tressé nas laterais e argolas enfeitando biquínis e maiôs.

    A saidera
    O xale de crochê vem com tudo e pretende substituir a canga. Será? A sainha de babados com lantejoulas recobrindo o estampado, fica para as mais sofisticadas. Há ainda outras propostas mais urbanas como calças jeans mais curtas, camisões e pantalonas leves.

    Entre as opções mais tradicionais: o bom e velho shortinho florido que este ano também pode ser substituído pelos confortáveis bermudões estilo surfista. E, na onda "paz e amor", batas e vestidinhos de chita. Mas pra quem está em forma e não precisa de se preocupar com os olhares alheios uma camisetinha basta.

    Só não pode esquecer a sacola com o protetor solar, o boné, o chinelo, o óculos, a barraca, a cadeira de praia e a farofa. Afinal de contas, a gente só vai mesmo à praia uma vez por ano...

    Fotos: www.chic.com.br

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.