• Assinantes
  • Mulher
    Brinco de rainha
    Conheça os brincos-candelabro que conquistam cada vez
    mais súditos e prometem ser a "febre" deste verão

    Deborah Moratori
    17/11/03

    Eles têm a forma e o brilho de um lustre de cristal. São os brincos chandelier ou, no português, candelabro. Brincos grandes, vistosos que caem como uma cascata em direção aos ombros.

    O termo chandelier refere-se aos antigos lustres de teto repletos de gotas e pingentes de cristal. No Brasil, o termo foi traduzido e os brincos passaram a ser conhecidos como "candelabro". Não importa o nome, eles são luxuosos e iluminam o rosto da mulher.

    Os brincos-candelabro estão no auge. De camelôs a lojas de bijuterias finas, até a internacional H. Stern exibe em suas vitrines a tendência, no caso modelos repletos de pedras preciosas. A joalharia acaba de lançar uma coleção que remonta aos exemplares usados pela imperatriz Eugenie que deu início à moda. Este aí ao lado é confeccionado em ouro branco, rubis e diamantes, o par custa R$ 24,7 mil.

    Da côrte francesa
    A história desses brincos tem origem na nobreza européia do século XIX, quando peças grandiosas e exuberantes passaram a ser marca registrada dos soberanos do império, principalmente da imperatriz que inspirou a coleção da H. Stern. Eugenie (foto ao lado) era esposa de Napoleão III, uma mulher ousada que rompia com os padrões da corte francesa da época. Era uma mulher que ditava a moda Bastava vestir algo novo para que todas as mulheres da época a seguissem.

    O tempo passou e até hoje suas peças continuam fazendo sucesso. Os brincos-candelabro parecem peças saídas de um palácio. Geralmente os brincos são formados por uma base de metal de diversos tons (que pode ter pedras incrustadas) e de uma cascata de cristais, resina, pedras... A base pode ter vários formatos: geométricos, de coração, flor, borboleta, aro. O comprimento da cascata também é variado.


    Aro

    Flor

    Coração

    Em lojas que vendem artigos para confecção de bijuteria, você encontra o material disponível para fazer o seu próprio brinco. Nessas lojas, as próprias vendedoras fornecem dicas e algumas oferecem cursos para a fabricação dos brincos-candelabro. Para quem já quer comprar pronto uma opção boa e barata são os camelôs do Calçadão da Rua Halfeld e das ruas Batista de Oliveira e Marechal Deodoro. Nas lojas de bijuterias você encontra peças mais exclusivas e sofisticadas. O preço varia de R$ 1,99 (camelô) a R$ 54 (nas lojas).

    Jóia ou bijuteria, o glamour está garantido. Só é preciso tomar alguns cuidados. Como são peças grandes, com alguns centímetros de comprimento, recomenda-se:

  • ter um rosto normal ou fino
  • não usar gargantilhas ou colares para não ficar "over"
  • usar e abusar dos decotes
  • dar prioridade a roupas de tecidos pouco espalhafatosos
  • se o brinco estiver pesando, usar o sutiã de orelha, uma tarraxa especial que evita que o furinho da orelha vá aumentando com o passar do tempo

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.