João Paulo Braga João Paulo Braga 12/11/07
Fotos enviadas pelo colunista

O novo Jersey

Diferente dos tecidos elegantes que, hoje, dividem com ele a arara, o jersey nem sempre esteve no olimpo fashion. O tecido mudou de status, desceu e subiu de classe. Criado no século XIX, na ilha que lhe emprestou o nome, era usado para roupas extrernas ou como blusões dos marinheiros do Canal da Mancha, mas a primeira virada aconteceu em 1913 quando caiu nas mãos de Chanel que o transformou em tailleurs.

Hoje, a retomada de jersey é uma contra tendência ao fenômeno da viscolycra, uma malha opaca que não permite ousadias e nem muita elegância.

Novos jersey:
  • Os de raion(espécie de viscose); liganete de poliéster; microfibra de poliamida com ou sem lycra.
  • Os de poliamida oferecem conforto e toque mais macio, os de raion são mais refinados e escorregadios e possuem um toque gelado, mas ambos oferecem fluidez e rendem drapejados, retorcidos pregueados, franzidos e além do caimento é um tecido extremamente feminino.

As mulheres querem roupas mais leves, praticas e fashion e o jersey permite tudo isso. O Jersey é a tradução perfeita do novo desejo da moda: modernidade, futurismo, tecnologia com sofisticação e elegância.


Clique aqui e mande sua sugestão sobre esta coluna

João Paulo Braga é produtor de moda
e já atuou como estilista
Saiba mais, clicando aqui!

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.