Estilo urbano de vestir invade as academias de ginástica A moda fitness traz traços da moda usada nas ruas, durante o dia a dia, como cintos estilizados, capuz, coletes, drapeados, fendas, entre outros

Aline Furtado
Repórter
5/01/2011
Modelos de peças de moda fitness

Para quem já começou a frequentar academia, depois da promessa para o novo ano, ou para quem ainda pretende entrar no ritmo das aulas de dança, ginástica e natação, a dica é a moda fitness, que tem, cada vez mais, adotado o estilo urbano.

"O estilo da rua invadiu as academias por meio das roupas, que, por outro lado, podem ser usadas fora do ambiente da malhação", define a estilista e diretora de uma empresa que fabrica e comercializa roupas de praia e ginástica, Denise Arbex Arantes.

A novidade está presente em cintos estilizados, capuz, detalhes de amarrações, drapeados, fendas e coletes. "São peças que parecem ter saído das ruas, mas apresentam caráter esportivo devido ao tecido em que são confeccionadas." Segundo Denise, a tendência é o uso de tecidos tecnológicos, também chamados de inteligentes, como é o caso do suplex e do dri-fit, que garantem conforto e praticidade.

O suplex é conhecido pelo alto poder de compressão, sem apertar e marcar a pele, facilitando o movimento devido à aderência ao corpo. O tecido apresenta secagem mais rápida que o algodão, por exemplo, facilitando a evaporação do suor. O suplex pode ser encontrado em algumas variações, como o light, que é mais leve do que o normal, além de apresentar conforto térmico, sendo, portanto, ideal para o verão. "O suplex light é mais fashion também", destaca Denise.

Outras variedades do tecido são a versão power, que apresenta mais elastano, ou seja, é mais encorpado, e o suplex energy, qu é composto por elastano e poliéster. No caso de peças usadas em piscinas, o tecido mais indicado, segundo a estilista, é a lycra, devido à durabilidade. "A versatilidade dos collants de natação tem feito com que as peças sejam usadas, de forma confortável, como body no dia a dia."

Já o dri-fit é muito usado em coletes e camisetas. "É um tecido excelente porque evita a proliferação de bactérias que causam odores." No caso de blusas e camisetas, a viscolycra também é usada. "Já no frio, indico tecidos como o plush e o moleton, que podem ser usados em agasalhos, garantindo conforto e aquecimento."

Galeria de fotos

Lisas, estampadas, listradas e mescladas

Com relação às cores, a estilista lembra que, no caso das academias, a preferência é por tons fortes e vivos, como vermelho, roxo, pink, além dos tradicionais branco e preto. "Uma cor que está em evidência é o amarelo limão." As estampas, listras e mesclas também estão entre as peças mais procuradas. No caso de aulas de hidroginástica e natação, a preferência é por tonalidades mais sóbrias, como o preto, o azul-marinho e o petróleo. 

Peças para diferentes gostos

As peças disponíveis para serem usadas para a malhação agradam a diferentes tipos de gosto. Bermudas, legging, tops, camisetas, macaquinhos, shorts, entre outros, são os mais procurados. "Tudo depende do gosto de cada um. A pessoa precisa se sentir à vontade. Para isso, é fundamental que a peça seja prática e fácil de usar." Isso se aplica a pessoas que não gostam de deixar o corpo à mostra e também a quem está um pouco acima do peso e prefere não se expor demais.

Uma novidade, de acordo com Denise, é o uso do chamado tapa-bumbum, uma espécie de saia, que é amarrada na parte da frente do corpo, cobrindo o bumbum. "Há quem não goste de roupa muito justa. Neste caso, o tapa-bumbum é ideal."

Os textos são revisados por Thaísa Hosken


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.