Quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015, atualizada às 18h04

Cinquenta Tons de Cinza aquece vendas nos sex shops

As sessões de pré-estreia do filme, às 00h01, oferecidas pelo Independência Shopping e Shopping Alameda tiveram suas salas lotadas, com cerca de 560 ingressos vendidos

Angeliza Lopes
Repórter
12/02/2015
50 tons de cinza

Sucesso inegável, o best-seller erótico Cinquenta Tons de Cinza teve estreia nas telas dos cinemas de todo o Brasil, nesta quinta-feira, 12 de fevereiro. As sessões de pré-estreia, às 00h01, oferecidas pelo Independência Shopping e Shopping Alameda tiveram suas salas lotadas, com cerca de 560 ingressos vendidos. Já no Santa Cruz Shopping a estreia foi especial, só para as mulheres. Durante a sessão foram sorteados uma camisa e um livro da escritora britânica E.L. James. Quando lançado, em 2012, a trilogia adulta com as histórias de dominação de Christian Grey tiveram, em menos de quatro meses, mais de 2 milhões de cópias vendidas, no país. E, além das editoras, livrarias e cinemas, outro mercado que está ganhando muito com todo este sucesso são as lojas de produtos eróticos.

Em São Paulo, um motel se inspirou nas cenas do livro e montou uma suíte especial, com características do quarto onde o personagem principal do livro realiza suas fantasias sadomasoquistas. A "suíte da dor", como é chamada, tem mobília e paredes vermelhas e é equipada com chicotes, chibatas, algemas, máscaras e um "X" de madeira na parede, onde é possível prender o companheiro ou a parceira. Nos sex shop virtuais, o admirador 'sado' também consegue encontrar acessórios individuais ou kits oficiais Cinquenta Tons de Cinza.

Conforme a proprietária de uma loja de produtos erótico, na avenida Rio Branco, Alessandra Lucas, após o lançamento do livro, as vendas cresceram significativamente, mas com a estreia do filme é esperado que o aumento chegue de 20% a 25%. "As pessoas têm procurado mais os produtos com tendência sadomasoquistas. Não há um público específico, chegando a loja de mulheres mais jovens à casais mais maduros", destaca.

Alessandra explica que são mais vendidas as fantasias com venda, chamada de 'escrava do amor', bola de prata, chibata, algemas e chicotes. Já a vendedora de outro sex shop, no Shopping Marechal, Caroline Rodrigues, lembra que muitas clientes procuram especificamente por produtos citados no livro, como as bolinhas tailandesas e o estimulador de seios. "Estão sendo tão procurados que já não temos mais na loja alguns itens, como a bolinha estimuladora com o nome do filme", ressalta.


50 tons de cinza 50 tons de cinza

Quebra de Paradigmas

A proprietária Alessandra acrescenta que o sucesso de filmes e livros com temáticas mais eróticas têm quebrado um pouco paradigmas, quando a compra de produtos eróticos. "Quando eu fiz a reforma da loja, foi exatamente quando saiu o filme brasileiro De Pernas pro Ar. Eu quis usar este clima mais clean, mostrado um ambiente mais aberto. Cerca de 80% dos clientes são o público feminino, que acaba comprando itens citados em livros e filmes. Por mais que elas sintam muita vergonha, já estão acessando mais os espaços do sex shop, até mesmo por quebra de paradigmas".

Caroline também concorda com fato de filmes com conotações mais eróticas motivem a procura dos produtos. "As pessoas sentem vergonha, mas acho que as obras acabam abrindo mais a cabeça das pessoas quanto o assunto", frisa.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.