Saiba como se prevenir de manchas nas áreas de atrito da pele

Axila, virilha e buço são partes do corpo que já tem uma predisposição às manchas. O mais importante é usar o protetor solar todos os dias

por Jorge Júnior - 16/01/2021

Axila, virilha e buço são partes do corpo que tem predisposição a manchar, por serem áreas sujeitas a constante atrito. A depilação pode ser um catalisador das manchas. Isso ocorre porque a pele sofre uma agressão e reage com uma superprodução de pigmentos. Segundo a esteticista Taiana Borges, para ajudar a se prevenir dessas manchas é aconselhável que a pessoa, antes de se depilar, prepare a pele para receber a depilação. 

Esfoliações dias antes do procedimento e após a depilação contribuem bastante para a eliminação das células mortas, além de promover a renovação celular. "A depilação a laser ainda é a mais indicada para evitar que as manchas da depilação apareçam. Porém, o preço é mais alto, podendo variar de R$ 150* a R$ 450* cada sessão, dependendo da área, mas o resultado é muito bom", garante.

Se a pele está desgastada com a depilação, a dica é alternar a ação para que a pele possa descansar. De acordo com a profissional, durante a depilação, é importante que a pessoa que esteja fazendo o procedimento esteja calçada com luvas e que faça a limpeza da área a ser depilada com loção adstringente antes de começar o procedimento.

Após a depilação, a esteticista orienta que o ideal é não usar óleo, talco e nada que obstrua os poros. "O correto é usar o gel pós-depilatório com ativos calmantes como: camomila, calêndula e erva-doce", diz. Outra orientação de Taiana, é evitar desodorantes e hidratantes que contenham álcool.

Filtro solar

Além desses cuidados, o mais importante é usar o protetor solar todos os dias, para evitar oleosidade, acne e irritações na pele. Confira os fatores para cada tipo de pele.

  • Pele negra: 6 a 10; morena escura: entre 15 a 20; morena clara: de 20 a 25; branca: de 30 a 50;
  • Para pele oleosa, é ideal um protetor sem gordura e álcool. Prefira aqueles à base de gel;
  • Para pele sensível, é melhor evitar os que tenham álcool e escolher aqueles que são à base de gel creme;
  • Em caso de pele seca, prefira os hidratantes que, além de proteger, hidratam a pele.
Ativos despigmentantes

Taiana destaca também que quando a mancha aparece é hora de procurar um esteticista ou dermatologista, em casos mais sérios, para analisar o que pode ser feito para clarear a pele. "Os ativos despigmentantes ajudam a reduzir a hiperpigmentação em certos casos. Eles podem ser disponíveis em várias formas como pomadas, cremes e loções. Cada composto despigmentante apresenta uma característica própria, portanto, deve ser observado qual usar para cada tipo de pele e de mancha", ressalta.

Peeling

Outra forma de combater as manchas é o clareamento com peeling físico, renovando a pele através de atrito. "O peeling químico, por exemplo, provoca a descamação e também faz a renovação celular, utilizando ácido glicólico." Mesmo com tantas formas de tratamento, para efetuar qualquer procedimento, Taiana destaca que "é preciso que se faça uma anamnese no cliente, pois no ato da avaliação serão vistos os benefícios para utilizar o tratamento, se há alguma contraindicação ou se pode receber o procedimento".

Tratamento menos agressivo

Mais uma forma de clareamento é com os produtos menos agressivos e que também conseguem um resultado positivo. "Primeiro, é feito a assepsia da área afetada com uma loção adstringente. Logo em seguida, é realizada uma esfoliação utilizando um peeling mecânico, tendo cautela com os peelings mais abrasivos para não machucar a pele. O terceiro passo é aplicar um ácido, deixando-o agir por 15 minutos."

Após os 15 minutos, é feita uma diluição de argila verde com loção tônica, deixando agir por 20 minutos. Em seguida, é retirada toda a argila, finalizando o processo com a aplicação do protetor solar.

    Conteúdo Recomendado

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.