Artigo
Entre o céu e a terra


:::10/01/2006

Sexo e Ciência
Desde Sigmund Freud a ciência tenta explicar as conexões entre a sexualidade e o bem-estar físico e mental. Quando o pai da psicanálise escreveu seu ensaio sobre ansiedade e neurose, em 1895, dando uma ênfase até então inédita à sexualidade, choveram críticas. Freud achou melhor rebatê-las em um outro artigo, no qual foi ainda mais enfático. Freud escreveu: "Muitas doenças mentais e as fobias, em especial, não ocorrem quando a pessoa leva uma vida sexual normal".

"É sempre muito importante lembrar que sexo é fonte inesgotável de energias. Com a orientação apropriada, a energia sexual é um rico tesouro de alegria, felicidade e paixão. Ela é uma ferramenta para criar e manter o nível ideal de saúde e vitalidade, transmutando uma vida medíocre em uma vida genial, transformando uma vida infeliz e estressada em uma vida plena de sucessos e realizações".

A melhor maneira de se manter fisicamente e mentalmente saudável, é nunca deixar de praticar atividades físicas, mentais e sexuais.

As delícias (ou não) da alcova repercutem em todas as esferas da vida de uma pessoa. Oito de cada dez brasileiros, homens e mulheres, vítimas de problemas sexuais declaram que suas aflições afetam o trabalho, o convívio com os filhos, as relações sociais e o lazer. Sem contar, obviamente, o desgaste do relacionamento com o parceiro.

Na década de 90 a OMS (Organização Mundial de Saúde) incluiu o sexo na lista dos parâmetros utilizados para definir a qualidade de vida de uma pessoa.

O sexo seguro, freqüente e prazeroso, explicam os médicos, pode proteger o coração, evitar a insônia, aliviar o stress, fortalecer o sistema imunológico, combater a ansiedade, regular o humor, emagrecer e até atrasar um pouco o ritmo do envelhecimento. Com o aumento da expectativa de vida da população, nada mais natural que o sexo de boa qualidade, passe a ser uma exigência dos homens e mulheres mais maduros.

Fonte de energia cientificamente falando, o sexo de boa qualidade, pode aumentar fortemente os níveis de adrenalina, serotonina e endorfinas, que são substancias relacionadas ao bom humor, a alegria, a disposição física, resistência à dor e varias outras sensações de bem estar. A ciência vem comprovando a cada dia a eficácia de uma vida sexual saudável sobre a saúde das pessoas.

Fala-se inclusive da criação de um órgão do governo que defenda este ponto de vista e ofereça orientação à população visando, inclusive, minimizar custos com tratamentos de várias doenças que tem como causa a infelicidade sexual, dente elas, a depressão.

Sobre a importância do sexo contra a depressão, sabe-se que a doença é caracterizada por uma baixa nos níveis de serotonina e dopamina, substâncias que fazem a comunicação entre os neurônios e estão relacionadas ao humor. Essa queda faz também despencar os níveis de testosterona, hormônio sexual masculino, mas que, embora em mínimas doses, também é imprescindível no processo de excitação da mulher.

Por isso, o deprimido sente menos desejo. E justamente porque se trata de uma cadeia interligada, ao se repor um hormônio acaba-se por induzir a produção de outro. Em suma: O sexo, por elevar os níveis de testosterona, serve para fazer subir as taxas de serotonina e dopamina.

O desejo promove o aumento da liberação de hormônios sexuais (estrógeno, na mulher, e testosterona, no homem) e de adrenalina, hormônio que prepara o indivíduo para o ato sexual. O efeito dessa elevação química é imediato. A circulação sanguínea aumenta - por isso o coração dispara, os pêlos eriçam, a pele enrubesce e a região genital, encharcada de sangue, se dilata. Na mulher ocorre o inchaço vaginal e, no homem, a ereção. A respiração fica ofegante. Ao mesmo tempo em que a excitação cresce, outra substância entra em campo. É a endorfina, responsável pela sensação de prazer e satisfação.

Nesse momento, a adrenalina está mais baixa e o organismo fica completamente inebriado pela endorfina. O nível máximo de liberação dessa última substância corresponde ao orgasmo. É o momento no qual todas as células nervosas do cérebro descarregam seu conteúdo elétrico, promovendo o relaxamento físico total.

Mais perto de Deus...
Numa visão mais espiritualista, o sexo é visto como fonte de elevação espiritual e caminho seguro para aproximação do Divino.

Os "Mestres de Sabedoria" pregam que a energia sexual é a expressão do Princípio Único, que se manifesta no nosso universo como energia polarizada, dinâmica e criadora. Os iniciados de diversas tradições referiam-se a essa expressão polarizada e criadora como, Prana e Kundalini, no sistema iniciático Tântrico; ou como Yin, Yang e Tao no Taoísmo.

No homem e na mulher, essa energia criadora manifesta-se como fonte de vida, inspiração, juventude e vitalidade. Essa energia garante a eternidade biológica da raça humana e a longevidade pessoal.

Sexo Tântrico (Índia)

Surgida na Índia, há 5 mil anos, o Tantra é uma filosofia matriarcal, onde a mulher é considerada uma Divindade. Em sânscrito, Tantra significa "o que conduz ao conhecimento". O sexo tântrico é uma forma de adiar ao máximo o orgasmo, para obter prazer prolongado. Segundo os praticantes, este é um processo que vai elevar o nível do sexo, segurando o orgasmo cada vez mais. Toda a energia retida, quando liberada, se transformará num êxtase total. Além disso se conseguirá com essa pratica a elevação espiritual, a proximidade da Divindade e com a retenção do sêmen, a longevidade masculina.

Chakras

Chakras são pontos de energia de diferentes vibrações, representando diferentes aspectos do corpo, da alma e do espírito. Simbolizam a lei da natureza, estando em constante movimento. Eles são sete e estão localizados ao longo da coluna vertebral do corpo humano.

Sua função é de receber e transmitir energia para as áreas afetadas do corpo físico, trazendo o equilíbrio. Trabalhando com os chakras, é possível unir todos os aspectos de nossas vidas, incluindo os aspectos físicos, materiais, espirituais, sexuais, etc.

Chakra Sacro

É o segundo chakra e está situado acima dos genitais. Ligado ao cóccix na parte superior, imediatamente acima da parte púbia, e abrindo-se para frente. Região da bacia. Órgãos de reprodução, rins, bexiga, todos os líquidos como o sangue, a linfa, os sucos digestivos e o esperma, tem relação com este Chakra, aprendizado, evoluindo em sentimentos primitivos, fluir com a vida, sensualidade, erotismo, criatividade e entusiasmo.

Kundalini

Kundalini é um conceito com freqüência citado em relação aos chakras. Hoje, muito se ouve falar dela. Na mitologia. Kundalini é uma Deusa Serpente que dorme na base da coluna vertebral, enrolada 3 ½ vezes ao redor do primeiro chakra, aguardando a expansão. Quando ela é acordada, através de qualquer dentre inúmeras técnicas, entre elas o ato sexual, ela se desenrola e sobe através do centro do corpo espetando e despertando cada chakra conforme ela sobe. Quando ela alcança o topo, ou o chakra coronário (no topo da cabeça), então todos os chakras foram abertos e diz-se que a pessoa atingiu a iluminação.

Kundalini é uma força de grande poder, que pode produzir mudanças físicas e mentais radicais. Alguns dizem que ela é energia sexual sublimada; outros que é uma conexão de ritmo vibratório entre as ondas cerebrais e os subsistemas psicológicos. Há várias teorias, mas nenhuma delas conclusiva. Ela pode ser acionada pela prática da yoga, meditação, estimulação física, excitação mental, relação sexual ou por um mestre formado na arte de despertar a Kundalini.

Pompoarismo (Sahajôli na yoga tântrica)

Técnica Oriental, milenar, oriunda da yoga tântrica, que ensina os cuidados com a musculatura pélvica e circunvaginal que toda mulher deve e precisa ter e que vem ajudando mulheres do mundo todo a reencontrarem o prazer sexual através dos exercícios que possibilitam as contrações vaginais e o domínio destes músculos facilitando sua movimentação aumentando também, sobremaneira, o prazer do parceiro.

Taoísmo (China)

Sexo sem pressa é a base dessa filosofia que vem ganhado espaço na cultura ocidental. Remédio eficaz contra a impotência masculina, a prática beneficia também as mulheres sem que o parceiro precise de recursos como, por exemplo, as drogas lançadas no mercado farmacêutico para a qualidade da ereção.

A maioria das mulheres já sabe bem disso. Eles é que ainda não acreditam (aliás, poucos procuram saber), neste recurso natural e sem efeitos colaterais para garantir a virilidade e a felicidade sexual de ambos.

A filosofia taoísta vem da China, onde há mais de dois mil anos se tem a consciência de que a sexualidade é uma parte integral do ser humano. Para o taoísmo não existe a repressão ou a culpa. O sexo não é somente satisfação, mas algo saudável tanto física como psiquicamente e está relacionado com a beleza e a longevidade.

Os orientais têm praticado a "arte sexual" durante milênios partindo dos princípios básicos do Tao. Os pontos mais importantes nos quais o Tao do sexo e do amor diferem da sexualidade ocidental são o controle de ejaculação, a satisfação plena da mulher e a diferença entre orgasmo masculino e a ejaculação.

Fonte: www.neotantra.com

Cultura, auto-conhecimento e felicidade
Como Terapeuta Holística e Comportamental, reafirmo minha tese de que a base da felicidade está, em grande parte, na busca de novas informações, na educação e na constante procura de si mesmo, do seu intimo, e das várias maneiras de se tornar um ser integral. Os temas citados neste artigo vêm sendo amplamente difundidos. Encontrados em literaturas e veículos de informação como internet, revistas e jornais dos mais populares aos mais tradicionais, fica claro que existe aí uma grande e poderosa corrente para que ninguém deixe de aproveitar deste enorme manancial de cultura relativo à sexualidade e seus inúmeros benefícios.

A felicidade está ao alcance de todos! Está no mínimo fora de moda ficar por aí se queixando, e adoecendo psiquicamente. Só você pode se fazer feliz. Deixe de lado os preconceitos e os velhos tabus. Vamos, levante, dê o primeiro passo!

Muita luz!

Fonte de pesquisa: alguns trechos deste artigo foram retirados na íntegra de reportagem das revistas Isto É, Veja e site Moun (www.moun.com)


Clique aqui e mande sua sugestão sobre esta coluna

Jussara Hadadd é terapeuta holística,
especializada em sexualidade
Saiba mais, clicando aqui!

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.