Jussara Hadadd Jussara Hadadd 11/11/2011


Qualquer lugar que se ilumina quando a gente quer amar

Foto de mãosAmor em pratos limpos, sem regras ou imposições.

Amor desfrutado a dois, a sós, sob os lençóis.

Amor descomplicado, nada enrolado nem combinado.

Amor que não limita nem persegue, que não grita.

Amor que não castiga, que não priva, que não humilha.

Amor que perdoa, que entende, que ajuda, que aponta o caminho.

Amor que não magoa, que não trai, que não troca.

Amor que é para um só, sobre tudo e antes de tudo.

Amor nasce de dois e em dois se encerra e o resto, vem depois.

Amor forte em dois, acalma tudo que vem depois.

Eu te amo não quer dizer nada. Eu te amo se cola e copia nas memórias do dia a dia.

Amor que é amor não se anuncia, apenas se delicia.

Amor que é amor abre o peito em suspiros e fecha os olhos para a dor.

Amor que é amor é maior que qualquer dor.

Amor que é amor não controla impulsos, não mede forças, não alimenta orgulhos.

Amor de verdade esquenta e faz doer à falta e faz doer à falta.

Amor de verdade não tem vaidade.

Amor de verdade não mede tempo.

Amor de verdade esbarra em afinidade.

Em amor de verdade a alma cresce, o homem cresce.

Amor de verdade se mede em doar.

Amor de verdade sexualiza qualquer olhar.

Amor de verdade se mede em beijar.

Amor de verdade se mede em amar.

Mais artigos

Jussara Hadadd é filósofa e terapeuta sexual feminina
Saiba mais clicando aqui.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.