• Assinantes
  • Autenticação
  • Mulher

    Sexo feito a seco

    Jussara Hadadd Jussara Hadadd 6/12/2019

    Incapazes de compreender os momentos do outro, homens ou mulheres menos avisados sobre o que seria o respeito dentro da relação a dois, simplesmente cobram seu direito a sexo e prazer, independente da pessoa com quem se vive, estar ou não disposta naquele dia ou naquele momento.

    Sim, sexo é muito importante, tem uma fatia enorme de responsabilidade no sucesso das uniões entre casais, contudo, muitas pessoas o fazem por puro convencionalismo e, sem perceber, obrigam o parceiro a fazer sem se importar se ele nem estava muito a fim naquela hora.

    Sexo a seco pode ter o significado claro aqui, de um sexo que não foi construído a partir de uma rotina gostosa de carinho, elogios, beijinhos e encantamento. — Vamos fazer sexo, senão isso não é um casamento.

    Sim, o casamento saudável, entre pessoas saudáveis, sem nenhum limite físico, propõe o sexo como alicerce. Casais com sorrisos que só eles entendem, um no rosto do outro. Porém, em outras circunstâncias, quando um não está bem e isso é visível e, o sexo para ele, neste momento, está representando o contrário de prazer, é melhor deixar para outra hora. O segredo para digerir bem essa situação é ter muita segurança em você tendo a certeza de que não é por sua causa, ter muita confiança no seu parceiro, tendo a certeza de que não é por causa de outra pessoa, e ter muito respeito e carinho por ele, tendo a certeza de que ele, se pudesse, estaria em seus braços. Elementar.

    Sim, sexo é um remédio e melhora muita coisa em nós. Nos traz alegria e disposição. Regula o sistema endócrino. Acalma e equilibra. Sim, sabemos. O que se deve ter em mente é que às vezes ele chega depois, um tempo mais tarde, quando é preciso outra alternativa antes para que a pessoa que não se dispõe, se levante e se disponha a receber o sexo novamente como fonte de alegria. São processos e são fásicos e necessitam compreensão.

    Sim, é importante investigar, esmiuçar mesmo o que está acontecendo, antes de o casal declarar que a relação acabou por estarem passando um período com um sexo mais morno, mais obrigatório (algo que nunca deveria acontecer).

    Sexo feito a seco, sem um devido preparo, sem a participação integral dos dois, quando um está ali simplesmente para não perder o parceiro, obrigado de certa forma, jamais deveria ser feito. Para a mulher é muito angustiante e para o homem também. Por que não?

    Sexo feito a seco, é um sexo artificial, molhado a cuspe, ereto a uma mágica qualquer. Sexo feito a seco, conta os minutos para acabar, se lava rápido ao terminar.

    Sim, sensibilidade pode resolver isso. Sim, amor pode compreender isso. Sim, gratidão pode pacificar o momento de turbulência sobre algo que já foi tão bom um dia. Sim, fé pode gerar a certeza de que vale a pena esperar e será mais bonito para o ansioso, esperar que o seu amor volte. Sim, você pode ter a alegria de um sexo correspondido e gostoso, se souber se comportar.

    Jussara Hadadd
    Terapeuta holística, especializada em sexualidade
    Saiba mais clicando aqui.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.