Elas assumem que gastam mais Em tempos de compras para o Natal, as mulheres descarregam toda a vontade de comprar como desculpa para oferecer os presentes

Marinella Souza
*Colaboração
12/12/2007

 

Em época de Natal, é comum ver pelas ruas muitas pessoas cheias de sacolas de presentes, mas se prestarmos um pouco mais de atenção, perceberemos que a maioria é mulheres. Culturalmente, as mulheres são mais consumistas que os homens e admitem isso.

A equipe do Portal ACESSA.com saiu pelo centro de Juiz de Fora para saber delas qual o poder das compras. Mais de 80% das entrevistadas admitem: "sou gastadeira".

Nas compras são sempre elas que finalizam as escolhas. Talvez, seja por isso que elas sempre estão lá pelas ruas sempre comprando. Ou não. O próprio sexo feminino já cria essa característica nelas. Quem nunca viu um homem reclamando que sua esposa compra demais? Não é difícil de encontrar, não é mesmo! Mas verdade seja dita: não importa se são para os filhos, para os maridos, para os amigos... sempre as mulheres assumem a frente na hora de definir a compra. E no final alguém quer sempre a opinião dela pra tudo.

Foto de Kátia Regina Pereira A contadora, Kátia Regina Pereira,(foto), define-se como "gastadeira demais". Ela conta que faz compras o ano inteiro, mesmo quando não precisa e explica o porquê. "Fazer compras é a melhor coisa que tem para aliviar o estresse, relaxa", mas é ela mesma quem põe em dúvida a validade desse argumento. "Eu relaxo na hora, mas depois me estresso em dobro na hora de pagar", diverte-se.


Com a palavra, as vendedoras

Foto Luciane Silva Subgerente de uma loja de calçados,Luciane de Oliveira Silva comenta que as mulheres realmente compram mais. Para ela a explicação está na paixão pelos acessórios. "A mulher está sempre querendo combinar as coisas. Se tem um sapato quer o cinto, a bolsa". Luciane se inclui na lista das consumistas de plantão. "Ah... a gente sempre se empolga, né?!".

No mercado de vendas, há pouco mais de dois meses, Mônica Miguel acredita que, sua loja exerce grande atração entre as consumistas por ser uma novidade. "Essas pessoas que têm vício por compras se sentem muito atraídas pelo que é novo, diferente. Isso chama a atenção delas", avalia.

Foto de Mônica Miguel Mônica conta que, apesar do pouco tempo em que está trabalhando com roupas femininas, já presenciou cenas interessantíssimas."Teve uma menina que veio comprar com o namorado e ficou na dúvida sobre levar ou não duas peças das quais tinha gostado porque era muito consumista. Depois de uma análise de orçamento, foi o rapaz quem interveio e a aconselhou a levar", diverte-se.

Trabalhando em um ramo específico, que são as gestantes, a vendedora Virgínia Verbena, acredita que o consumismo feminino vem da ascensão da mulher no mercado de trabalho. "Depois que a mulher conquistou seu espaço ela passou a consumir mais e isso é muito bom para o comércio", avalia.

Foto de pessoas fazendo compras Foto de pessoas fazendo compras Foto de pessoas fazendo compras

No início de 2007, a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora(CDL) realizou uma pesquisa na qual esse fato ficou confirmado. Segundo a pesquisa, além de serem as maiores consumistas, as mulheres são as maiores devedoras também, representam 52% do total de inadimplentes na cidade.

 

Mas existem exceções à regra, a acompanhante Denise Paurino, garante que não gasta além do necessário. "Só faço compras no final do ano mesmo. Adoro fazer compras, mas não me acho gastadeira". Se a maioria fosse como Denise, não teria tanta mulher descabelada no fim do mês.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.