• Assinantes
  • Autenticação
  • Namorados
    Sábado, 7 de junho de 2014, atualizada às 11h

    Amor e prazer: dez dicas para apimentar a noite no Dia dos Namorados

    Namorados

    Uma noite especial com o parceiro no Dia dos namorados é o que muitos casais pretendem ter. Embora possa ser antecipado para o dia 11 de junho, como defendem alguns movimentos, o clima de romantismo não fica de fora. E doses de carinho podem deixar a relação sexual incrível neste dia. Quem explica é a psicóloga e sexóloga Maria Lúcia Beraldo, que dá dez dicas para os casais aproveitarem o máximo este momento.

    "O sexo oferece para o casal uma intimidade que muitas vezes não acontece no dia a dia. Cada um está voltado as suas preocupações, e o sexo surge como um elemento que nos motiva a ter mais gás, quase como uma realimentação da vida", explica Maria Lúcia. Abaixo, algumas dicas para apimentar a relação.

    1 - Observar os gostos - É importante olhar as necessidades, o tempo do outro. Buscar saber o que ele gosta, mas, ao mesmo tempo, é necessário um egoísmo sadio, isto é, dizer o que gosta, dar dicas e seduzir. Vale destacar que os extremos são negativos: deixar de dizer o que gosta pode trazer uma insatisfação ou querer impor o seu gosto também pode prejudicar. É mais uma questão de entrosamento, saber se posicionar em relação ao prazer do outro e si próprio.

    2 - Fantasias sexuais - Não só no Dia dos Namorados, mas pode ser um incentivo fora dele também. Elas apimentam o desejo e são formas para que as relações sejam 100% agradáveis. As fantasias podem dar um colorido para a relação. Mas, elas não podem ser ofensivas. Vale tanto com roupas como peças de lingerie, mas também nos atos de falar, imaginar. As fantasias fazem parte das brincadeiras do sexo. Muitas pessoas que crescem e se esquecem como brincar. O sexo é uma forma de diversão dos adultos, a busca de prazer.

    3 - Criar um clima ideal - O ideal, explica a sexóloga, é cultivar amenidades. Não conversar sobre assuntos que gerem ansiedade, que possam criar animosidade ou ressentimento.

    4 - Ser pontual para o encontro e preocupar-se com uma boa aparência.

    5 - Comportamento - Para os casados, por exemplo, é difícil para a mulher ter um marido ríspido e seco durante o dia, e que queira sexo à noite. É importante saber o momento certo do parceiro para poder conduzir a relação da melhor forma. Demonstrar carinho, atenção. Isso não somente na data especial, mas adotar como prática diária para se ter uma relacionamento saudável.

    6 - Um bom vinho ou uma bebida que agrade aos dois - A bebida relaxa. Até certo ponto é afrodisíaca, desperta os sentidos. Mas é preciso moderação, porque depois de um certo ponto, ela sabota. É importante dizer que bebida demais acaba atrapalhando, na ereção, por exemplo, ou mesmo fazendo a pessoa falar bobagens.

    7 - Desconectar-se - Desligar o celular. Não só na hora do sexo, mas na hora de uma conversa com o parceiro. Hoje as pessoas são muito ligadas ao Whatsapp, ao Facebook, conferindo mensagens do trabalho, de amigos o tempo todo. E o romance não só quando os dois estão nus na cama. Desligar-se do mundo e prestar atenção é uma forma de consideração.

    8 - Lugares de descobertas ou de reencontros - Buscar ir a lugares que o casal já teve momentos felizes ou que também possam ser uma novidade. Para um casal jovem, tudo é novidade. Um casal que está junto há algum tempo, pode escolher um lugar para relembrar a história dos dois.

    9 - Buscar coisas novas - Posições sexuais diferentes podem ser buscadas, como no Kama Sutra. Tentar o novo no sexo é sempre bom. É importante não fazer coisas que não gosta só para agradar o outro, porque isso é mais uma forma de autossabotagem do que de prazer. Isso é uma dica para o relacionamento. Renovar é importante, mas é preciso deixar as sementes para manter uma relação viva.

    10 - Sexo Tântrico - O tantra faz parte da filosofia hindu. Ele está ligado a uma religião mais espiritualista, com um recorte maior nas sensações e na introspecção. A preocupação com o orgasmo é quase inexistente. Ele busca intensificar o prazer, prolongar a sensação indefinidamente por meio de uma preocupação com os sentidos. Ele dá certo para as pessoas que seguem a filosofia do tantra, aquelas que tem uma situação de vida mais tranquila. "É preciso seguir o estilo de vida. Não dá para seguir o nosso estilo do jeito que a gente leva, prestando mais atenção nos órgãos do sentido. Buscamos trazer para o ocidente de forma a ligada ao toque, aos cheiros. Quando se fala em aumentar o prazer sexual, as coisas ligadas ao tântrico são bem validas", explica a sexóloga.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.