Juliana Freesz Juliana Freesz 2/2/2011


Como a comunicação pode transformar o atendimento em vendas 

Ilustração de uma pessoa falandoMuito se fala em comunicação interpessoal, marketing pessoal, persuasão, lucros, vendas, atendimento, sorriso na voz, cortesia, entre outros. Mas, o que tudo isso tem em comum?

A comunicação com clareza, assertiva, objetiva convence, influencia, manipula, seduz e causa forte impacto em quem escuta. Por isso, para as vendas, é muito importante que o profissional saiba se comunicar e mais que isso, saiba para que ele quer se comunicar. É importante unir as habilidade e competências comunicativas a um dos comportamentos-chave dos empreendedores de sucesso: planejamento e metas.

Um bom vendedor traça metas e se planeja para alcançá-las. Diante desse traçado, a comunicação torna-se forte aliada para atingir esses objetivos previamente traçados.

A comunicação para as vendas deve ser adequada ao tipo de produto ou serviço que você oferece. Portanto, siga as dicas:

  • se você vende produtos para mulheres, utilize uma velocidade de fala mais lentificada (sem se tornar monótona), estabeleça diálogos sobre família, sorria sempre e use um tom de voz mais melódico. Evite ser objetivo demais;

  • se você vende produtos para homens, utilize uma velocidade de fala mais acelerada (sem atropelar as palavras; é importante articular bem), seja bem claro e objetivo. Homens se apegam muito mais a questões visuais do que com o que você comunica verbalmente;

  • se você vende produtos para jovens, utilize recursos do contexto jovem reforçando algo que está "na moda" para os jovens; seja objetivo; use uma velocidade de fala também mais acelerada e uma linguagem coloquial;

  • se você vende produtos para idosos, lembre-se de que eles são extremamente saudosistas. Portanto, fale de coisas do passado e evite falar muito em futuro. Utilize uma velocidade de fala mais lentificada pois, com a idade, a audição tende a diminuir. Não grite; apenas articule bem pois eles irão compreendê-lo perfeitamente. Seja paciente e cortês.

A cortesia, a paciência, a educação, o sorriso (seja no atendimento presencial ou telefônico) são muito bem-vindos e transformam um simples atendimento numa venda às vezes inesperada que irá contribuir para atingir suas metas e aumentar seus lucros.

Não economize esforços ao se comunicar. Esteja sempre atento ao público específico que você irá atender naquele momento.

O bom vendedor é aquele que consegue moldar sua comunicação e comportamento a todos os tipos de clientes.

Caso você tenha dificuldade em variar a sua comunicação, procure um consultor em comunicação interpessoal com formação em Fonoaudiologia, pois ele ajudará, em muito, a desenvolver e aprimorar essa competência, tornando-a uma habilidade única!



Juliana Freesz é fonoaudióloga, consultora em comunicação interpessoal (pessoal e corporativa), sócia administrativa, gerente comercial e marketing da Clips, participante do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, participante do treinamento da ONU aplicado pelo SEBRAE – EMPRETEC, colunista da MBA Treinamentos Corporativos e palestrante.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.