• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    PNL: você sabe o que é?

    Nome do Colunista Camila Moraes 25/05/2019

    Na atualidade, uma técnica que surgiu na década de setenta na Universidade da Califórnia, vem ganhando popularidade e modificando a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo. Essa técnica se chama PNL (Programação Neuro Linguística).

    Ela diz respeito a eficiência das técnicas de utilização dos recursos de comunicação interna e externa ao indivíduo. A PNL permite compreender melhor o funcionamento interno de cada um, identificando modelos mentais, para que venham à tona questionamentos e reflexões, e se necessário for, passar pelo processo de ressignificação.

    Esse aspecto influenciou o surgimento do nome “programação”, pois esse conhecimento sugere que a partir de vivências, histórias, experiências, valores, que programam as pessoas a terem determinadas crenças e modelos mentais que impactam diretamente o comportamento. Da mesma forma, que a partir de técnicas de PNL e ferramentas podemos “reprogramar” a estrutura interna com foco nos resultados que queremos alcançar.

    Um dos maiores especialistas e mundialmente conhecido quando se trata de PNL, é Anthony Robbins. Tony, faz palestras em cerca de doze países por ano e há vinte e cinco, roda o planeta espalhando a PNL.

    Para ele, a maior parte das pessoas possuem falta de segurança e confiança sobre temas que envolvem diversas áreas da vida, como, religião, sexo, barreiras de linguagem e culturais. Contudo, ele prega que é possível desenvolver mecanismos para acabar com essa autodúvida, rompendo com velhos paradigmas e construindo novos padrões, por meio da repetição, para que assim as pessoas possam cultivar o melhor de si.

    Eu não sou seu guru

    O documentário “Tony Robbins: Eu não sou seu guru” (disponível na NetFlix), mostra um dos maiores eventos anuais organizados por Tony, que ocorre ao longo de seis dias, cada um com cerca e doze horas de duração. O documentário, retrata a dinâmica do evento, mostrando casos de pessoas que foram até lá com as mais diversas finalidades.

    A produção mostra também de que maneira Robbins lida com todo esse fenômeno em sua vida profissional e pessoal. Em uma passagem do documentário, Tony diz aos mais de dois mil presentes no evento que não irá simplesmente esquecer das “ervas daninhas” que cada um tem, mas que os ajudará a identifica-las e a arrancá-las.

    Com esta fala, Tony Robbins dá início ao curso, no qual através de inúmeras dinâmicas e palestras de incentivo, pretende tocar o âmago de quem está ali presente para que essas pessoas se conheçam e assim resolvam por meio de ações concretas conflitos, sejam internos ou externos.

    O principal objetivo do evento é mostrar que todos podem ser mais, é despertar nas pessoas uma energia que nem elas sabem que possuem, é motivar pessoas para que façam das experiências da vida, mesmo que traumáticas, se tornarem combustível para seguir em frente no melhor estado de espírito possível.

    PNL nas organizações

    A PNL, não se encaixa somente na vida particular. É fato que dentro de empresas, sejam estas pequenas ou grandes, há um enorme fator de dificuldade: a motivação de funcionários. A motivação dentro de uma empresa é quase tão relevante quanto o faturamento. Se por qualquer que seja o motivo, os funcionários estão desmotivados e não possuem objetivos claros quanto ao trabalho, todo o resto anda mal.

    A aplicação da PNL pelos líderes de uma empresa pode ser uma boa saída para solucionar o problema.

    Para que os líderes sejam capazes de motivar a equipe ao invés de coagir, é preciso que saibam perceber que as pessoas enfrentam desafios e problemas, estando sempre abertos para buscar soluções eficazes. Com esse sentido de percepção mais aflorado, o líder consegue extrair da equipe exatamente o que pretende, achando pontos específicos que motivam e desmotivam cada pessoa.

    Passando a conhecer com quem está lidando, o líder pode estabelecer uma estratégia de comunicação individual para impulsionar os funcionários e consequentemente o empreendimento.

    Como utilizar a PNL

    A chave de tudo é a comunicação interpessoal. A PNL aborda a comunicação em diversos âmbitos e não apenas o que diz respeito à fala.

    Empregadores de empreendimentos ao redor do mundo já puderam observar os benefícios de desenvolver habilidades interpessoais por meio do treinamento de inteligência emocional. Esses treinamentos incluem princípios que utilizam padrões de linguagem para fortalecer a comunicação entre colaboradores.

    Mas não só isso, a técnica vai além da comunicação “falada”, ela aproveita o lado não-verbal da comunicação, afim de alcançar resultados mais satisfatórios.

    Se houver alguma oportunidade de realizar um treinamento de PNL, é preciso entender que as ferramentas não são apenas para líderes, mas sim para quem quiser melhorar a comunicação, influência ou relação pessoal e profissional.

    A PNL não é capaz de mudar vidas, mas sim, de abrir os olhos de quem quiser agir para melhorar.

    Camila Moraes é Assessora de Gestão de Pessoas, membro do Núcleo de Criação da Acesso Comunicação Jr.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.