• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Diagnóstico Estratégico - Como ele pode ajudar na saúde financeira de sua empresa?


    Leandro Bitencourt Albino 10/06/2020

    Em nossa última coluna falamos sobre a necessidade de melhoria contínua e conformidade nas operações e controles da empresa, fruto da filosofia Kaisen, do japonês "melhoria" ou "mudança para melhor", aliada às regras de compliance (conformidade).

    Mas como o empresário pode identificar as áreas que precisam de correção e as que podem ser otimizadas? E as estratégias da empresa, como saber se estão adequadas e o que pode ser melhorado?

    Entendemos que uma das ferramentas mais valiosas à disposição dos empresários para responder à estas perguntas é o Diagnóstico Estratégico. Isso mesmo! Diagnóstico é a palavra chave!

    Através dele poderão ser identificadas as falhas a serem corrigidas na empresa e áreas que poderão ser otimizadas, além de possibilitar uma "visão de fora" do negócio quando feita por um especialista que poderá agregar informações valiosas advindas de sua experiência com outras empresas.

    Além das questões estratégicas o Diagnóstico deve envolver uma análise dos processos internos, visando à identificação dos principais problemas ocorridos no dia a dia da empresa. Portanto acreditamos que um bom Diagnóstico Estratégico deve abranger as seguintes análises:

    1. ANÁLISE DA ESTRUTURA EMPRESARIAL:

    Atividades desenvolvidas pela empresa: alinhamento das atividades operacionais com estratégias produtivas e comerciais. Atividades terceirizadas: verificação da existência de atividades terceirizadas e análise das estratégias de aumento ou redução da terceirização. Serviços prestados por terceiros: verificação dos tipos de serviços tomados de terceiros nas áreas administrativa e operacional.

    Recursos físicos envolvendo edificações, instalações, equipamentos, manutenção e depreciação: verificação da obsolescência de equipamentos e criação de plano de melhoria, plano de manutenções, dentre outros.

    Recursos de TI e sistemas: verificação dos sistemas utilizados pela empresa, seus pontos positivos, deficiências e necessidade de desenvolvimento.
    Recursos humanos, envolvendo a estrutura de áreas e departamentos: análise dos departamentos da empresa, profissionais e atribuições.

    Estratégias comerciais: análise das estratégias de vendas, canais de distribuição, marketing e assistência ao cliente. Controles e recursos financeiros: verificação da existência de controles tais como fluxo de caixa, DRE gerencial, dentre outros.


    2. ANÁLISE DE PROCESSOS E ATIVIDADES:

    Avaliação da formalização de processos e instruções de trabalho: verificação da existência de POP - Procedimento Operacional Padrão, instruções de trabalho e controles de processos.
    Avaliação dos principais problemas ocorridos no dia a dia dos colaboradores em cada departamento e área da empresa e entrevista com os colaboradores de todas as áreas e departamentos.
    Análise da integração de informações entre os diferentes departamentos da empresa: como os departamentos interagem entre si, análise da formalização da transmissão de informações e resolução de problemas.

    3. ELABORAÇÃO DE PROGRAMA DE MELHORIAS

    Após realização das análises e identificação dos problemas, deverá ser criado um programa de melhorias através da criação de cronograma de tarefas envolvendo melhorias estratégicas e operacionais.

    Verifica-se assim, que o Diagnóstico Estratégico, portanto, é um retrato da situação atual da empresa e a indicação dos caminhos a serem seguidos, possibilitando ao empresário ser mais assertivo nas medidas a serem adotadas, balizando as análises de estratégias da empresa e reduzindo o tempo para a tomada de decisões que são tão importantes nos dias atuais.

    E se você conseguiu enxergar sua empresa em tudo que dissemos aqui é hora de pensar em mudar, otimizar sua estratégia, buscar ajuda especializada e gerar resultados para o seu negocio!  

    Um abraço e até a próxima.

    Leandro Bitencourt Albino é graduado em Ciências Contábeis pela Faculdade Machado Sobrinho, possui experiência de duas décadas nas áreas fiscal e contábil, e mais de 12 anos em consultoria empresarial, atua como palestrante e instrutor em cursos in company. .

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.